Curioso(a) para saber que nota você precisa tirar no Enem para passar no curso de Gastronomia? Neste artigo, você confere mais sobre o curso e suas notas de corte no Sisu, Prouni e Fies.

O curso de Gastronomia tem dois tipos de formação: o bacharelado e o tecnólogo. O de nível bacharelado é mais longo; dura, em média, 4 anos. Já o tecnólogo tem duração média de 2 anos e é mais focado no saberes práticos da área.

Durante o curso, os alunos aprendem a manusear e preparar alimentos, gerir equipes e estoques. Além de estudarem sobre segurança alimentar, processos industriais e legislação da indústria alimentícia. 

Quando formados, os tecnólogos em Gastronomia, cozinheiros ou chefs de cozinha podem trabalhar em restaurantes, bares, lanchonetes, hotéis, hospitais e buffets, entre outros.

Qual a nota para passar Gastronomia?

Umas das formas de ingressar em um curso bacharelado ou tecnólogo de Gastronomia é com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com o resultado do Enem, é possível concorrer a vagas em programas federais ou em faculdades particulares.

O Enem é composto por uma redação e quatro provas objetivas nas áreas de Matemática, Português, Humanidades e Ciências da Natureza. A nota obtida no exame vai de zero a mil.

A nota necessária para passar em um curso de Gastronomia varia de acordo com o programa e instituições de ingresso. Para ser classificado, o estudante precisa tirar uma nota acima da nota de corte do curso escolhido. A nota de corte equivale à nota do último colocado na lista de aprovados. 

Nota de corte para o curso de Gastronomia no Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um programa federal que permite a entrada em universidades públicas pela nota do Enem. Muitas instituições públicas do país utilizam o programa como forma de ingresso de seus alunos.

As inscrições para o Sisu ocorrem duas vezes ao ano, antes de cada semestre letivo, pelo site do programa. Os únicos critérios para se inscrever são ter feito o último Enem e não ter zerado a redação. Alguns universidades exigem nota mínima para candidatura.

No curso de Gastronomia, a nota de corte médio no Brasil foi de 681.25, de acordo com os dados do Sisu de 2019, colhidos pelo site Quero Bolsa. A menor nota de corte do período foi de 617.88 e a maior, 741.10.

Nota de corte para o curso de Gastronomia no Prouni

O Programa Universidade Para Todos (Prouni) é um programa federal que também dá acesso ao ensino superior, mas, em instituições privadas. Pelo prouni, estudantes podem conseguir bolsas de estudos de 50% e de 100% em faculdades particulares em todo país.

As inscrições no programa também ocorrem duas vezes ao ano. Entretanto, o Prouni tem mais pré-requisitos do que o Sisu. Para se inscrever, é necessário ter tirado, ao menos, 450 pontos e não ter zerado a redação do último Enem; ter concluído o ensino médio em escola pública ou particular com bolsa integral; ter renda familiar por pessoa compatível; entre outros. 

Em 2019, a menor nota de corte para o curso de Gastronomia pelo Prouni foi de 604.42 e a maior ficou em 634.22 pontos. Segundo a plataforma Quero Bolsa, a média das notas de corte de Gastronomia no Prouni nesse ano foi de 623.97 pontos.

Nota de corte para o curso de Gastronomia no Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é outro programa que permite ingresso em faculdades privadas. Nessa iniciativa do governo, os estudantes podem financiar todo seu curso e pagar somente depois de formado. 

Para se inscrever, o estudante precisa verificar se a instituição de interesse adere ao Fies e não ter renda maior que três salários mínimos por pessoa da família.

Em 2019, a nota de corte mínima exigida pelas instituições de ensino foi de 452 pontos e a máxima, de 676. Conforme informações do site Quero Bolsa, a média nacional de notas de corte de Gastronomia no Fies foi de 554.29.

Onde estudar Gastronomia?

O curso de Gastronomia é oferecido por diversas instituições. Mas, antes de escolher uma, é preciso analisar o custo-benefício, a estrutura da faculdade e as avaliações do Ministério da Educação (MEC) dadas à instituição.

Algumas faculdades particulares oferecem bolsas de estudos e ótimos descontos nas mensalidades com ou sem a nota do Enem. Se interessou? Então, dê uma olhada nessas instituições privadas bem reconhecidas pelo MEC para você estudar pagando pouco, no ensino presencial e a distância:

Leia mais: Saiba tudo sobre a faculdade de Gastronomia 

Já decidiu onde irá cursar Gastronomia? Compartilha com a gente nos comentários!