O curso de Nutrição é um dos mais concorridos na área da Saúde. Por isso, a nota de corte está entre as mais altas em vestibulares e outros processos seletivos.

A nota de corte é a pontuação mínima para entrar em uma graduação. Conhecer a nota de corte de Nutrição pode fornecer um parâmetro de quanto é preciso estudar para conquistar uma vaga. A ideia é mirar em uma pontuação mais elevada, pois dependendo da concorrência você pode passar raspando ou até ficar de fora da disputa.

Confira a nota de corte para Nutrição em diferentes vestibulares e para uma vaga em universidade pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Veja também a nota mínima para concorrer a uma bolsa do ProUni e a um financiamento pelo FIES!

Nota de corte para o curso de Nutrição em vestibulares

Cada vez mais faculdades utilizam as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para selecionar seus alunos. Mesmo assim, o vestibular tradicional ainda acontece em todo o País.

Os vestibulares podem ser muito diferentes uns dos outros. Cada universidade define suas próprias regras. Veja alguns pontos que podem variar:

Tipos de questões: alguns vestibulares têm apenas questões objetivas, enquanto outros trazem questões objetivas e discursivas.

Quantidade de questões: há provas com 80 questões, 100 e até 300.

Nota: existem diferentes formas de pontuar as notas, como de zero a 100 pontos, de zero a 720 e até de zero a 1.000.

Fases: há universidades que realizam uma maratona única de provas, enquanto outras aplicam duas fases de avaliação.

Por isso, estar dentro da nota de corte para Nutrição em um vestibular não garante vaga em outra universidade. Um ponto em comum é que o curso de Nutrição aparece entre as cinco notas de corte mais altas dos cursos da área da Saúde.

Um exemplo é o do vestibular da Universidade Estadual Paulista (UNESP), que tem duas fases. O curso de Nutrição tem nota de corte de 40 pontos para passar para a segunda etapa. É a quinta maior nota na área da Saúde, atrás de Medicina, Ciências Biomédicas, Farmácia e Odontologia.

Também na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) são duas fases de provas. Para disputar uma vaga de Nutrição na segunda fase, a nota de corte ficou em 58 pontos. Dos cursos da área da Saúde, apenas Medicina e Odontologia tiveram notas mais altas na UFU.

Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a nota de corte para Nutrição foi de 581 pontos – a quarta mais alta na área da Saúde. Para se ter uma ideia, Nutrição ficou atrás apenas de Medicina, Biomedicina e Odontologia diurno e na frente de Odontologia noturno, Fisioterapia e Farmácia.

Muitos vestibulares possuem programas de ações afirmativas e cotas para grupos específicos de estudantes. Em relação à pontuação, ao contrário do senso comum, grupos de cotas não têm necessariamente uma nota de corte menor do que os de ampla concorrência.

Nota de corte para o curso de Nutrição no Sisu

Se você busca uma vaga de Nutrição em universidade pública, o caminho principal é o Sisu. Coordenado pelo Ministério da Educação (MEC), o Sisu oferece duas vezes por ano milhares de vagas em universidades públicas de todo o Brasil. Para concorrer, o estudante utiliza suas notas da edição mais recente do Enem.

Na maioria das universidades, a nota de corte para Nutrição no Sisu situa-se na faixa de 650 a 700 pontos. É possível encontrar vagas com notas abaixo dessa pontuação, mas não são muitas.

Confira as notas de corte para Nutrição em universidades de diversas regiões do Brasil em edições recentes do Sisu:

• Universidade Federal do Pará (UFPA): 786 pontos

• Universidade de Brasília (UNB): 721 pontos

• Universidade Federal Fluminense (UFF): 694 pontos

• Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB): 663 pontos

• Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro Paraná): 637 pontos

Nota de corte para o curso de Nutrição no ProUni

Para quem busca sua vaga de Nutrição em uma faculdade particular, uma alternativa é concorrer a bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni). Este programa do Governo Federal é voltado para pessoas de baixa renda e concede bolsas que cobrem 50% ou 100% das mensalidades.

Para se candidatar é preciso ter participado da edição mais recente do Enem, com nota igual ou maior que 450 pontos e sem ter zerado na redação, além de cumprir requisitos de escolaridade e renda e não ter diploma de nível superior.

Nas universidades mais concorridas, a nota de corte para Nutrição no ProUni tem ficado na faixa de 700 a 750 pontos. Mas é possível encontrar vagas a partir da nota mínima de 450 pontos.

Nota de corte para o curso de Nutrição no FIES

Outra alternativa para quem quer cursar Nutrição em uma faculdade particular é o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Este programa do Governo Federal é voltado a estudantes de baixa renda, que podem financiar a juros baixos sua graduação em uma universidade privada e começar a pagar só depois da formatura.

Entre as regras para participar estão: atender aos requisitos de renda, ter participado de alguma edição do Enem a partir de 2010, com nota mínima de 450 pontos nas provas e maior que zero na redação.

É importante observar que está cada vez mais difícil conseguir um financiamento pelo FIES. Tanto que em medidas recentes o Governo Federal priorizou cursos de áreas como Saúde, Engenharia e Licenciatura em regiões com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Por isso, a recomendação é acompanhar o site do FIES durante a realização do programa, assim você conhece as regras vigentes e as notas de corte para financiar o curso de Nutrição.

Onde estudar Nutrição

A faculdade de Nutrição pode ser cursada em instituições privadas e públicas em todo o País.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Nutrição:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) - em Minas Gerais

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

Universidade de Franca (UNIFRAN)

Veja também:

Faculdade de Nutrição

E então, as notas de corte para Nutrição estão dentro das suas expectativas? Conte para a gente nos comentários!