A graduação de Radiologia tem duração de aproximadamente três anos e pode ser encontrada no grau tecnológico. O curso de tecnólogo, além de ser mais curto que os outros tipos de graduação, possui um enfoque maior de atender às demandas do mercado de trabalho e garantir uma rápida inserção do mercado de trabalho.

Ao longo da formação, a graduação de Radiologia capacita profissionais para trabalhar com o manuseio de equipamentos de diagnóstico por imagem, utilizados nas áreas médica e industrial.

Para isso, a grade curricular é formada por matérias como anatomia, biologia, psicologia, além de conteúdos relacionados à informática. Ao final do curso, é obrigatório realizar estágio e apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para retirar o diploma.

Qual é a nota necessária para estudar Radiologia?

Existem duas principais formas de ingressar no Ensino Superior. A primeira é pelo vestibular direto da instituição de ensino. Nesse caso, a avaliação e a nota mínima exigida para ser aprovado podem variar.

A segunda é por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Além de atestar os conhecimentos daqueles que saem do Ensino Médio, a nota obtida no Enem pode ser utilizado como forma de ingresso em instituições públicas e privadas, por meio de programas do governo como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Sistema de Seleção Unificada (SiSU). 

É importante ressaltar que além dos programas de governo, algumas universidades e faculdades privadas também aceitam a nota do Enem como substituta de seus próprios vestibulares.

Porém, tanto para os programas do governo quanto para substituir vestibulares, há a exigência de uma nota mínima para ser concorrer a uma vaga. Essa nota mínima também é conhecida como nota de corte e é definida pelo rendimento dos próprios candidatos. 

Por exemplo, os candidatos que fizeram o Enem e desejam ingressar no curso de Radiologia, podem tentar pelo Fies, Prouni ou Sisu. Todos os participantes que se inscreverem para o curso de Radiologia terão a nota média do Enem cadastrada. A menor nota de todas as cadastradas é a nota de corte. Ou seja, de todas as notas dos candidatos que concorrem para vagas no curso de Radiologia, a nota de corte é a menor. 

Ela funciona como um indicador para saber quais são as chances de conseguir ser aprovado.

Nota de corte de Radiologia no Fies

O Fies faz um financiamento das mensalidades da graduação em instituições privadas. O governo paga parte das mensalidades do curso e, após a conclusão, o aluno formado devolve o valor financiado pelo governo em parcelas mensais. Ao longo da formação, o beneficiário paga ao governo apenas um valor do encargo operacional.

As inscrições para o Fies abrem, normalmente, nos meses de janeiro e julho. Segundo dados do Quero Bolsa de 2019, a nota de corte para Radiologia no Fies é 531,90.

Nota de corte de Radiologia no Prouni

O ProUni é um programa do governo que oferece bolsas de estudo parciais (50%) e integrais (100%) para cursos de graduação em instituições privadas de todo o país. A bolsa é voltada para pessoas de baixa renda e, por esse motivo, é necessário ter uma renda familiar de até três salários mínimos por pessoa para se inscrever.

As inscrições também ocorrem nos meses de janeiro e julho. De acordo com dados do Quero Bolsa de 2019, a nota de corte para Radiologia no Prouni é 652,72.

Nota de corte de Radiologia no Sisu

O Sisu é um programa voltado para o ingresso em cursos de graduação nas instituições públicas de todo o país. Assim como os demais programas do governo, as inscrições acontecem, normalmente, nos meses de janeiro e julho.

A nota de corte para o curso de Radiologia no Sisu é 662,25, de acordo com dados do Quero Bolsa de 2019.

Existe nota de corte para ingressar direto pela instituição de ensino?

Não. A nota de corte existe apenas em programas do governo como Fies, Prouni e Sisu. 

Porém, como dito anteriormente, muitas instituições de ensino particulares aceitam a nota do Enem e, de acordo com o desempenho do aluno, ele pode conseguir descontos nas mensalidades direto com a faculdade. Dessa forma, não é necessário passar pelos processos seletivos e concorrer a vagas.

Onde estudar Radiologia?

A formação em um curso superior pode aumentar as chances de conseguir um emprego, ser efetivado ou até mesmo receber um aumento salarial. Isso porque os salários são proporcionais ao nível de formação de um profissional.

No entanto, é importante ressaltar que a escolha de onde estudar também é fundamental. Para que o diploma seja válido em todo o território nacional a instituição deve ter o curso autorizado e reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Dessa forma, o órgão assegura que a instituição possui a estrutura necessária para oferecer a graduação.

A seguir, veja algumas opções de universidades e centro universitário que oferecem o curso de Radiologia, de acordo com as diretrizes do MEC e o melhor: além de participarem de programas como o Prouni e Fies, elas oferecem bolsas de estudo! Para saber como garantir a sua, é só entrar em contato com a instituição de ensino.

Pronto para ingressar no curso de Radiologia? Responda nos comentários abaixo!