Passar no Enem é um desafio que qualquer pessoa pode encarar.

Com uma boa dose de estudos e dedicação, conseguir vaga naquele curso tão desejado não é tão difícil quanto muita gente imagina!

Existem diversas maneiras de entrar no ensino superior com a nota do Enem. Tem oportunidades para quem tirou aquele notão, claro, mas também para quem não foi tão bem assim.

Quer saber como?

Descubra a seguir qual a nota mínima pra passar no Enem e como encontrar a faculdade certa para você!

A nota mínima para passar no Enem

A nota mínima se refere à pontuação que você precisa obter para passar nos processos seletivos que utilizam o Enem.

São vários, e cada um tem suas próprias médias – umas mais difíceis e outras mais fáceis de alcançar.

Aqui a gente vai destacar as quatro seleções principais do Enem: Sisu, ProUni, FIES e ingresso direto. Assim você pode se programar para garantir sua vaga o quanto antes.

Conheça:

Nota mínima para passar no Sisu

O Sisu é processo seletivo que tem as maiores notas de corte do Enem. O motivo para isso é simples: é aqui que são distribuídas vagas em universidades públicas de todo o país.

Entre os milhões de inscritos no Enem todos os anos, pode ter certeza que a grande maioria irá participar do Sisu.

Para se inscrever no Sisu é necessário apenas ter feito a edição mais recente do Enem e não apresentar zero na redação.

A nota mínima para passar aqui é, em média, 680 pontos!

Dá para passar com menos? Sim! Com alguma pesquisa, você encontra vagas com notas entre 580 e 650 pontos, especialmente se seu objetivo é fazer uma licenciatura (tipo Geografia ou História) ou um tecnólogo (Gestão de Recursos Humanos, Logística).

Os cursos mais difíceis de passar são Medicina (830 pontos, em média), Engenharia (800 pontos) e Direito (750, mais ou menos).

O Sisu tem duas edições anuais, uma em janeiro e outra no meio do ano.

Nota mínima para passar no ProUni

No ProUni o cenário não é muito diferente do Sisu. Os interessados em ganhar bolsas de estudos para fazer uma faculdade particular precisam se dar muito bem no Enem para conseguir uma boa nota e garantir vaga.

Nesse processo seletivo, a nota mínima para se inscrever é de 450 pontos – mas é raro encontrar graduações com essa pontuação.

O ideal é ter, pelo menos, 620 pontos na média das provas – o que garante entrada na maioria dos cursos.

Medicina, Direito e Engenharia, mais uma vez, entram na lista dos mais difíceis, com notas mínimas acima dos 700 pontos.

Mas nem tudo é pedreira no ProUni. Dá para conseguir vaga em alguns cursos com 500 pontos, mais ou menos. Entre eles, licenciaturas, tecnólogos e alguns bacharelados com grande número de vagas – incluindo Administração, Direito e Ciências Contábeis.

Para tentar o ProUni é necessário ter feito o Enem mais recente, atingido a pontuação mínima exigida (450 na média das provas), não ter zerado a redação e a atender aos requisitos de renda e formação escolar. O programa abre inscrição duas vezes ao ano, para ingresso no primeiro e no segundo semestre

Nota mínima para passar no FIES

Duas vezes por ano, o FIES concede crédito estudantil facilitado a milhares de estudantes brasileiros.

Com isso, eles conseguem fazer um curso superior com uma bela ajuda financeira. As parcelas referentes ao financiamento só vão ser cobradas depois da formatura, com juros baixos e prazo longo.

Só que o benefício não vem de mão beijada. Os interessados precisam passar por um processo seletivo. Aqui, por sorte, o cenário é um pouco mais sossegado que no Sisu e no ProUni.

A nota média para conseguir o financiamento fica na casa dos 580 pontos, podendo variar para mais ou para menos, dependendo da edição.

Tem curso que é superdifícil de entrar, como Medicina (mais de 700 pontos), e outros que são mais simples, como Pedagogia (500 pontos) ou História (460 pontos).

O FIES exige que os candidatos tenham feito qualquer edição do Enem a partir de 2010 e obtido pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação. A renda familiar mensal deve ser compatível com o tipo de contrato e os requisitos socioeconômicos daquela edição do FIES.

As inscrições ocorrem duas vezes ao ano, um pouquinho antes de começarem as aulas de cada semestre.

Nota mínima para passar no ingresso direto

De todos os programas citados aqui, o ingresso direto é o que exige as menores notas mínimas para passar.

Os valores mudam de acordo com a faculdade que adota esse sistema de seleção, mas pode ter certeza que são bem mais baixos que os do Sisu, do ProUni ou do FIES.

Aqui é tudo muito prático: durante o período de seleção, os futuros estudantes entram no site da faculdade desejada, escolhem a forma de ingresso com a nota do Enem, informam a pontuação obtida e aguardam. Num piscar de olhos eles já descobrem se conseguiram a vaga.

Depois é só levar a documentação exigida e efetuar a matrícula.

Esse modelo é utilizado por um número enorme de faculdades particulares. O único defeito é que não vale para o curso de Medicina.

Onde estudar com a nota do Enem

A gente escolheu abaixo algumas boas faculdades onde você pode tentar vaga usando o ProUni, o FIES ou por meio do ingresso direto com a nota do Enem.

São instituições de qualidade reconhecida pelo MEC e cursos em todas as áreas do conhecimento que oferecem bolsas, convênios e financiamentos variados.

Basta clicar para conhecer:

Veja também:

Saiba tudo sobre a prova do Enem e veja as melhores dicas

Dá para encarar os processos seletivos com a sua nota no Enem? Conte para a gente!