Todo estudante que se prepara para cursar uma graduação tem na sua agenda a data do Enem. A prova, realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), é um exame complexo, que cobra do aluno conhecimentos específicos e resistência física.

Além das questões abordarem temas específicos sobre cada matéria do ensino básico, a prova também tem o objetivo de medir a capacidade de raciocínio lógico do estudante, a profundidade de sua argumentação e coerência, dentre outras habilidades.

O Exame Nacional do Ensino Médio começou a ser aplicado em 1998, com a função de avaliar a qualidade do ensino básico oferecido aos estudantes brasileiros. Hoje em dia, além dessa avaliação, o Enem proporciona aos alunos a possibilidade de ingressar em  faculdades públicas e privadas de todo o Brasil.

As provas do Enem 2018 serão realizadas nos dias 4 e 11 de novembro, e os resultados oficiais serão divulgados no dia 18 de janeiro de 2019. Mas isso vale para os estudantes que já concluíram ou concluirão o ensino médio em 2018. As notas dos demais estudantes, os chamados treineiros, serão divulgadas no mês de março. Este resultado, em geral, demora para ser divulgado devido a complexidade da prova. A redação, por exemplo, é avaliada individualmente por cada avaliador.

Antes disso, contudo, o estudante pode conferir o gabarito extraoficial da prova, que em geral é divulgado alguns dias após a prova e elaborado por cursinhos e professores que preparam alunos para o Enem.

Contudo, o estudante precisa ficar atento com o gabarito extraoficial pois apenas verificar quantas questões foram acertadas não basta para calcular a nota do aluno por conta do complexo sistema de avaliação da Prova, conhecido como Tri - Teoria de Resposta e Item.

No método proposto por esse sistema, as provas são compostas questões de diferentes níveis de complexidade. Assim, a nota do aluno no Enem é composta por um análise da quantidade de acertos de questões de cada nível de complexidade em relação à média de desempenho de todos os participantes da prova.

O que estudar para o Enem 2018

A seguir, veja a relação dos temas que caíram nas provas ao longo dos últimos anos. Leia com atenção, pois isso pode te ajudar a planejar seus estudos e tirar uma boa nota no Exame!

Prova de Ciências da Natureza

  • Genética e evolução

  • Reprodução humana, animal e vegetal

  • Problemas de meio ambiente e possíveis soluções

  • Urbanização

  • Qualidade de vida

  • Saúde pública

  • Desenvolvimento

  • Atividades extrativistas

  • Esgotamento de recursos naturais

  • Alternativas energéticas ao petróleo

  • Eletricidade

  • Bioquímica

  • Características do universo

  • Termodinâmica

  • Radiação

  • Tabela periódica

  • Magnetismo e eletromagnetismo

  • Ondulatória

  • Transformações químicas

  • Propriedades das substâncias

  • Desenvolvimento tecnológico e científico

Prova de Ciências Humanas

  • A questão da escravidão e suas consequências

  • Geopolítica internacional

  • As grandes revoluções humanas

  • História do Brasil no período colonial

  • Industrialização brasileira

  • Brasil república

  • Movimentos sociais

  • A questão da democracia

  • Tecnologias que transformam vidas

  • Interação Homem x Natureza

  • Os regimes políticos brasileiros (de ontem e de hoje)

  • Cidadania e a luta por direitos

Prova de Matemática

  • Geometria

  • Estatística

  • Probabilidade

  • Lógica

  • Números inteiros e fracionais

  • Proporção

  • Razão

  • Planos e retas

  • Álgebra

  • Leitura de gráficos e interpretação

  • Medidas

  • Trigonometria

  • Retas e circunferências

  • Progressão aritmética

  • Funções

Prova de Linguagens e Códigos

  • Análise de imagens, gráficos e tabelas

  • Análise de letras de música

  • A realidade brasileira

  • Os movimentos literários brasileiros

  • Impactos da tecnologia na vida brasileira

  • Linguagens da Arte

  • Construção do texto: recursos expressivos, variedades, argumentação

  • Movimentos artísticos e culturais

  • Gêneros textuais

  • Norma padrão da língua portuguesa

Além de questões específicas de cada disciplina, o Enem também convida o estudante a fazer uma redação, sempre sobre um tema conectado a algum assunto atual. Na redação, o objetivo é avaliar a capacidade de expressão, objetividade e clareza do estudante.

Como funciona a nota do Enem

A nota do Enem é formada segundo um sistema de pesos. No Exame, há uma classificação para cada questão, de acordo com sua complexidade. Desse modo, a nota recebida apresenta ao aluno seu desempenho na matéria, levando em consideração a faixa de complexidade das questões.

Todas as questões são classificadas por seu grau de dificuldade: as mais fáceis se localizam abaixo da pontuação 500. As mais difíceis, de forma geral, recebem uma pontuação entre 600 e 800.

Opções de faculdades para entrar com a nota do Enem 2018

O estudante que deseja usar a nota do Enem para ingressar em uma faculdade já pode comemorar. Atualmente, há excelentes opções de instituições, tanto públicas quanto particulares, que utilizam a nota do Exame em seus vestibulares, seja de maneira integral ou parcial.

A seguir, confira uma lista com boas opções:

Leia também:

Conheça as 10 faculdades a distância mais baratas do país

Como usar a nota do Enem pra entrar na faculdade

Agora você já sabe o que deve estudar para se sair bem na prova do Enem. Então, que tal contar pra gente qual curso você deseja fazer?