O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a maior prova aplicada no país, com mais de 5 milhões de estudantes inscritos. 

Isso porque com a nota do exame é possível ingressar em uma faculdade pública ou privada, e ainda avaliar o seu desempenho no ensino médio. 

Mas para conseguir uma melhor colocação nos processos seletivos com a nota do Enem é preciso ter realizado boa prova objetiva e redação satisfatória. 

Quantos pontos vale cada questão do Enem 

A prova objetiva do Enem, que contém 180 questões, vale no total 1000 pontos, porém essa pontuação não pode ser dividida pelo número de questões, uma vez que cada uma delas é avaliada de acordo com o TRI (Teoria de Resposta ao Item)

O TRI leva em consideração os seguintes aspectos:

  • Grau de dificuldade da questão: Quanto maior for a dificuldade para achar a resposta da questão, maior será a pontuação dela. Ou seja, acertando questões que quase nenhum candidato acertou, você ganha mais ponto por ela. Isso porque é levado em conta o desempenho de todos os candidatos que realizaram o exame.  
  • Consistência: Esse aspecto detecta aqueles candidatos que estudaram para a prova e aqueles que acertaram por meio do "chute". É um algoritmo que analisa o padrão de acertos do candidato. De acordo com ele, quem marca uma letra só para todas as questões da prova, por exemplo, ganha menos pontos na nota do Enem.

Por conta dessa forma de analisar as questões fica impossível sabermos quanto vale cada uma delas. Por isso o ideal é controlar a ansiedade e aguardar o resultado final do exame. 

Quantos pontos vale a redação do Enem 

A redação do Enem também vale 1000 pontos no total, porém a forma como os corretores analisam o texto é diferente.

A pontuação é dada com base na análise de 5 competências, que são:

  • Demonstrar domínio da escrita formal da Língua Portuguesa.
  • Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, no modelo dissertativo-argumentativo em prosa.
  • Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, argumentos, fatos e opiniões para defender um ponto de vista.
  • Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para construir a argumentação.
  • Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Além disso, existem 7 motivos que fazem o estudante zerar a redação, que são:

  • Fugir do tema proposto.
  • Não obedecer o tipo de redação solicitado.
  • Não atingir o número mínimo de linhas.
  • Usar xingamentos ou outras formas propositais de anulação.
  • Desrespeitar os Direitos Humanos.
  • Entregar a Folha de Redação em branco.
  • Não conseguir demonstrar nenhuma das cinco competências avaliadas.

Quando sai o resultado do Enem 

O resultado do Enem geralmente é liberado logo no início do ano, em janeiro, pois, após a divulgação das pontuações, são abertas as inscrições para programas do Governo Federal, como Sisu, ProUni e Fies. 

Como usar a nota do Enem 

A nota do Enem pode ser usada de diversas formas. Confira:

  1. Para concorrer a uma vaga em uma universidade pública pelo Sisu. 
  2. Para concorrer a uma bolsa de estudo, parcial ou integral, pelo ProUni. 
  3. Para concorrer a uma vaga no Fies e financiar o seu curso. 
  4. Ingressar em uma faculdade em Portugal. 
  5. Ingressar em uma faculdade particular sem precisar de vestibular, por meio do ingresso direto.
  6. Concorrer a bolsas e descontos de faculdades particulares.

Faculdades que aceitam a nota do Enem 

Trouxemos uma lista com instituições reconhecidas pelo MEC que participam dos processos seletivos ProUni e Fies.

Essas faculdades também dispõem do ingresso direto pelo Enem, onde o estudante não precisa realizar vestibular para começar a estudar e ainda concorre a bolsas e descontos diretamente com a instituição. Confira: 

Veja mais:

Descubra como usar a nota do Enem 

Faculdades que participam do Sisu 

Já sabe como vai usar a sua nota do Enem? Conte para a gente aqui nos comentários!