Direito é um dos cursos mais desejados dos brasileiros. Quem está pensando em seguir essa profissão já deve saber que vai precisar encarar dois grandes desafios: fazer bonito nas provas e driblar a concorrência.

As universidades brasileiras oferecem um número imenso de vagas em Direito – são quase 19 mil nas públicas e 226 mil nas particulares! Só que a procura também é grande e a graduação figura entre as que exigem maior nota nos processos que usam o Enem para classificar os candidatos.

Se você está aflito querendo saber que nota precisa tirar no Enem para garantir uma vaga em Direito, fique ligado por aqui. Daremos dicas importantes sobre como conquistar esse sonho, sem medo da concorrência!

Como usar o Enem para entrar em Direito

Você pode usar a sua nota do Enem para entrar no curso de Direito de quatro formas:

•1. Pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) – é o processo seletivo mais concorrido, pois classifica candidatos para vagas em universidades públicas. Para entrar na disputa é preciso ter feito o Enem mais recente e não ter zerado na redação.

2. Pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) – aqui o candidato de baixa renda tem a oportunidade de estudar em uma faculdade privada com bolsa integral ou parcial. O processo seletivo é quase tão concorrido quanto o do Sisu. Para participar é preciso ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação. Só podem concorrer candidatos que atendam aos critérios de renda familiar e formação estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC).

3. Pelo Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) – o programa de crédito universitário do Governo Federal permite pagar a dívida só depois da formatura, com juros bem abaixo da média de mercado. É uma alternativa interessante para quem não conseguiu vaga pelo Sisu ou pelo ProUni e não quer abrir mão de estudar Direito. Para concorrer é preciso se encaixar em critérios de renda e ter feito qualquer Enem a partir de 2010. O desempenho mínimo exigido é de 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. A concorrência também é alta por aqui. Quanto maior a nota do Enem, maiores as chances de passar.

4. Em universidades privadas que aceitam a nota do Enem – cada vez mais faculdades particulares vêm usando a nota do Enem como alternativa ao vestibular. Basta o aluno apresentar seu desempenho nas provas e ver se há vagas disponíveis. O processo é bem simples, sem burocracia e, na maioria das vezes, gratuito. Informe-se na instituição do seu interesse.

Nota para entrar em Direito pelo Sisu

Quem está decidido a fazer Direito sabe que tem um desafio e tanto a encarar. Nas últimas edições, a nota mais baixa para entrar no curso tem ficado na casa dos 630 pontos. Já as mais altas alternam entre 800 e 830 pontos.

A média para entrar em Direito na maioria das faculdades públicas brasileiras é de 700 pontos.

Lembre-se de que estamos falando de nota de corte, que é o menor valor para entrar no curso. Quando dizemos que o mínimo para entrar em Direito na Universidade Federal Fluminense (UFF), por exemplo, foi de 830 pontos, isso significa que o último da fila a conseguir vaga apresentou essa nota. Imagine o desempenho do primeiro colocado!

Nota para entrar em Direito pelo ProUni

Conseguir bolsa parcial ou integral pelo ProUni também não é tarefa fácil. Aqui, além de se encaixar nos critérios do Programa, o aluno precisa ter um ótimo desempenho no Enem.

A nota média para conseguir bolsa é apenas um pouco mais baixa que no Sisu: 620 pontos.

Faculdades mais conceituadas e cursos noturnos geralmente têm uma nota de corte mais alta – algumas chegam a quase 800 pontos.

A boa notícia é que há grande oferta de cursos de Direito pelo ProUni, e muitas instituições permitem a entrada com notas um pouco acima da mínima exigida – 450 pontos na média das provas e não ter zerado na redação.

Nota para entrar em Direito pelo FIES

Está cada vez mais difícil conseguir o FIES. O número de vagas tem diminuído e a disputa é acirrada. Obter o financiamento estudantil para estudar nas faculdades mais conceituadas, por exemplo, pode exigir notas de até 750 pontos.

No geral, a nota média do Enem para conseguir o FIES em Direito é de 570 pontos, mas há alguns cursos em que é possível entrar com pouco mais do que a nota mínima exigida.

Nota para ingresso direto em Direito em faculdades privadas

Cada universidade é livre para estabelecer seu próprio modelo de ingresso direto via nota do Enem. Algumas pedem pontuação acima de zero na redação, outras atribuem pesos diferentes a cada prova, ou estipulam uma nota mínima geral para entrar.

Independentemente do modelo adotado, entrar em uma faculdade particular com a nota do Enem é uma facilidade e tanto. O aluno fica dispensado de fazer vestibular e, na maioria dos casos, nem precisa pagar para se inscrever no processo seletivo. Basta informar a nota, apresentar o boletim de desempenho e fazer a matrícula.

Como garantir vaga em Direito com a nota do Enem

Se você está determinado a entrar em Direito em uma boa faculdade, seja pelo ProUni, FIES ou Sisu, precisa chegar bem preparado ao Enem.

Lembre-se de que você vai entrar na disputa com estudantes que estão se preparando há dois ou três anos – às vezes até mais!

Para entrar em Direito numa faculdade mais conhecida é preciso dominar o conteúdo cobrado no Exame.

O ideal é programar uma estratégia de estudos, incluindo:

• Resolver as provas dos anos anteriores – isso ajuda a entender o formato do Enem.

• Definir uma rotina de estudos com quantidade de horas para cada disciplina, resolução de exercícios e aulas.

• Identificar os conteúdos em que tem mais dificuldade e mais facilidade.

• Saber quais assuntos aparecem com mais frequência no Enem.

• Entender como funciona o sistema de competências do Enem.

• Começar a estudar Inglês ou Espanhol e interpretação de texto muito antes das provas.

Para entrar no curso de Direito de qualquer faculdade participante do Sisu, é preciso mirar alto, muito alto! Se você é uma dessas pessoas, procure acertar pelo menos 35 questões de cada prova objetiva e alcançar 800 pontos na redação.

Fique ligado que os acertos precisam ser coerentes para render uma boa nota de acordo com a sistemática adotada pelo Enem – a tal Teoria de Resposta ao Item (TRI).

Onde estudar Direito

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Direito que usam a nota do Enem:

Todas elas participam do ProUni e do FIES, aceitam a nota do Enem para ingresso direito e trabalham com facilidades como descontos, convênios, bolsas e parcelamento das mensalidades.

Veja também:

Como entrar no Sisu com a nota do Enem

E aí, como está sua rotina de estudos para entrar em Direito? Conte para a gente!