O vestibular da Unicamp - Universidade Estadual de Campinas - é um dos mais concorridos do país. Isso porque a universidade, além de pública, é reconhecida entre as principais instituições de ensino do Brasil e uma das melhores do mundo.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Atualmente, a Unicamp oferece 70 cursos de graduação em diversas áreas do conhecimento, sem contar os programas de pós-graduação. Ao todo, a Universidade de Campinas conta com quase 35 mil alunos matriculados.

Vestibular da Unicamp: um dos mais concorridos do país

No último ano, a Unicamp registrou mais de 63 mil candidatos inscritos para o Vestibular 2022. Esse número, que já é alto, é menor se comparado à edição anterior, que registrou 77.653 inscrições.

A queda no número de candidatos da última edição do vestibular pode ser explicada devido à pandemia de Covid-19. Entretanto, com a chegada da vacina e diminuição dos casos graves da doença, a expectativa é que se aumente o número de inscritos no Vestibular 2023.

Apesar da concorrência, passar no vestibular da Unicamp não é uma missão impossível. É preciso, claro, se preparar para o processo. Além de estudar os conteúdos cobrados pelas provas, conhecer bem como funciona o vestibular da Unicamp pode ajudar - e muito - a se dar bem no exame.

Saiba mais: Conheça os cursos que mais tiveram matrículas em 2021

Entenda, a seguir, como é o vestibular da Unicamp, quantidade de questões para cada disciplina, estilo das provas e muito mais!

Como funciona o vestibular da Unicamp?

O vestibular da Unicamp é dividido em duas etapas: a Primeira e a Segunda fase de provas. Cada uma delas possui suas próprias características, como formato da prova e número de questões.

Alguns cursos, ainda, exigem uma terceira etapa, que é a Prova de Habilidades Específicas, que explicaremos mais abaixo.

Primeira fase do vestibular da Unicamp

Normalmente, a primeira fase do vestibular da Unicamp é composta por uma prova com 90 questões de múltipla escolha, aplicada em um único dia pré-estabelecido. Cada questão, por sua vez, possui quatro alternativas, sendo apenas uma delas considerada a resposta correta.

Contudo, desde a edição passada, a Comissão Permanente para Vestibulares (Comvest), órgão responsável pelo vestibular da Unicamp, decidiu diminuir a quantidade de questões na prova da primeira fase para 72 questões objetivas. Essa decisão permanece a mesma para o Vestibular 2023.

As questões da primeira fase estão divididas entre as disciplinas estudadas no Ensino Médio da seguinte forma:

  • 12 questões de Língua Portuguesa e Literatura;
  • 12 questões de Matemática;
  • 8 questões de Biologia;
  • 8 questões de Química
  • 8 questões de Física;
  • 8 questões de Geografia/Sociologia;
  • 8 questões de História/Filosofia;
  • 8 questões de Inglês.

Todas as questões da primeira fase do vestibular da Unicamp possuem o mesmo peso, independente do curso e área escolhidos pelo candidato.

Segunda fase do vestibular da Unicamp

Já a segunda fase do vestibular da Unicamp, atualmente, é aplicada em dois dias diferentes, com 5 horas de duração cada aplicação.

Cada dia de prova possui um conjunto de disciplinas estudadas no Ensino Médio. Uma parte das questões é comum a todos os inscritos e há, também, uma parte diversificada, de acordo com a área de conhecimento do curso escolhido em primeira opção pelo candidato.

Diferente da primeira fase, a segunda etapa do vestibular da Unicamp conta com questões dissertativas, que valem até quatro pontos. Todas as questões possuem dois itens valendo dois pontos cada um.

Além das questões dissertativas distribuídas por áreas do conhecimento, essa etapa do vestibular conta também com uma redação. A prova oferece duas opções de redação, das quais o candidato deverá escolher apenas uma para produzir. O formato de texto utilizado na redação não é anunciado previamente, e pode variar entre diferentes tipos de gênero textual.

Somando os dois dias de aplicação, a segunda fase do vestibular da Unicamp, além da redação, possui 32 questões dissertativas, sendo 2 itens por questão. As questões dissertativas se dividem da seguinte forma:

  • 8 questões de Língua Portuguesa e Literatura;
  • 2 questões interdisciplinares em Língua Inglesa;
  • 6 questões de Matemática;
  • 2 questões interdisciplinares de Ciências Humanas;
  • 2 questões interdisciplinares de Ciências da Natureza;
  • 12 questões de acordo com a área de formação.

As questões específicas da área do conhecimento do curso escolhido são divididas conforme abaixo:

  • Área de Ciências Biológicas e Saúde: seis questões de Biologia e seis questões de Química;
  • Área de Ciências Exatas e Tecnológicas: seis questões de Física e seis questões de Química;
  • Área de Ciências Humanas e Artes: seis questões de Geografia e seis questões de História, englobando conteúdos de Filosofia e Sociologia.

Leia também: Saiba o que estudar para o vestibular

O que é a Prova de Habilidades Específicas?

Além da primeira e da segunda fase do vestibular, alguns cursos da Unicamp exigem ainda uma terceira avaliação: a Prova de Habilidades Específicas.

Essa etapa varia muito de acordo com o curso escolhido, pois sendo avaliadas algumas habilidades bem específicas e também necessárias para determinada formação.

Quais cursos da Unicamp precisam da Prova de Habilidades? 

Na Unicamp, são esses os cursos que exigem prova de habilidades específicas para os ingressantes:

  • Arquitetura e Urbanismo
  • Artes Cênicas
  • Artes Visuais
  • Dança
  • Música

Como são as provas de habilidades para cada curso?

Se o curso que deseja fazer na Unicamp está entre os citados acima, confira um resumo de como é a Prova de Habilidades Específicas:

  • Prova específica de Arquitetura e Urbanismo: são avaliadas habilidades como domínio espacial e abstrato; observação da paisagem e seus elementos, por meio de análise, crítica e síntese; e linguagem não-verbal, através de desenho e expressão gráfica.
  • Prova específica de Artes Cênicas: é avaliado como o candidato articula o que conhece sobre as Artes Cênicas, com uma prova teórica; como ele se relaciona com a expressão e o aprendizado em si; como aborda e executa uma cena teatral; e também como ele relaciona seus conhecimentos artísticos e culturais com a formação profissional visada.
  • Prova específica de Artes Visuais: o candidato é avaliado por seu conhecimento sobre História da Arte, bem como expressão plástica e, também, por uma entrevista com apresentação de portfólio.
  • Prova específica de Dança: é avaliada tanto a técnica de dança quanto a improvisação, sendo que esta última é realizada sem música, calçado, adereço e maquiagem.
  • Prova específica de Música: os avaliadores analisam desde a habilidade com um instrumento musical até a regência e a composição de uma música. Também é solicitado um vídeo de solfejo, isto é, demonstrando capacidade em ler uma partitura, e outro com conteúdo adequado ao curso e à modalidade escolhidos.

Qual a quantidade de questões do vestibular da Unicamp?

Como explicado acima, o vestibular da Unicamp possui duas fases, sendo que a primeira fase conta com uma prova de 72 questões objetivas e a segunda fase, que tem dois dias de aplicação, conta com 32 questões dissertativas e uma redação.

Além disso, alguns cursos possuem uma terceira etapa, chamada de Prova de Habilidades Específicas.

Confira como são distribuídas as questões por prova e dia de aplicação:

Primeira fase do vestibular

  • 12 questões de Língua Portuguesa e Literatura;
  • 12 questões de Matemática;
  • 8 questões de Biologia;
  • 8 questões de Química
  • 8 questões de Física;
  • 8 questões de Geografia/Sociologia;
  • 8 questões de História/Filosofia;
  • 8 questões de Inglês.

Primeiro dia da Segunda Fase do vestibular

  • 8 questões de Língua Portuguesa e Literatura;
  • 2 questões interdisciplinares em Língua Inglesa;
  • Redação.

Segundo dia da Segunda Fase do vestibular

  • 6 questões de Matemática;
  • 2 questões interdisciplinares de Ciências Humanas;
  • 2 questões interdisciplinares de Ciências da Natureza;
  • 12 questões de acordo com a área de formação escolhida.

Duração da prova da Unicamp

Tanto a prova da primeira fase como cada um dos dois dias da segunda fase do vestibular da Unicamp têm duração de 5h.

É permitido, contudo, que o aluno entregue sua prova e deixe a sala de aplicação a partir do tempo mínimo de 2h de permanência no local.

Como funciona o Vestibular Indígena?

O Vestibular Indígena da Unicamp, aplicado uma vez ao ano, seleciona candidatos pertencentes a alguma etnia indígena do território brasileiro. Além disso, para se inscrever nesse processo, os candidatos devem ter estudado o Ensino Médio na rede pública de ensino. 

Todo o processo do Vestibular Indígena é diferente do tradicional. Inclusive a inscrição é realizada em um período diferente.

O Vestibular Indígena possui apenas uma fase, e conta com uma prova de 50 questões objetivas e produção de uma redação:

  • 14 questões de Linguagens e Códigos;
  • 12 questões de Ciências da Natureza;
  • 12 questões de Matemática;
  • 12 questões de Ciências Humanas;
  • Redação.

Posso usar a nota do Enem para entrar na Unicamp?

Para quem se inscreveu na edição vigente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é possível participar do processo seletivo Enem-Unicamp.

O Enem-Unicamp é um edital a parte do vestibular tradicional da Unicamp. Esse processo seleciona candidatos que além de terem estudado integralmente o Ensino Médio em escolas da rede pública de ensino, se inscreveram e atingiram uma boa pontuação no Enem.

Para isso, o candidato deve se inscrever no edital vigente do Enem-Unicamp e informar duas opções de cursos para ingressar.

Além disso, o candidato pode concorrer simultaneamente a uma vaga na Unicamp pelo vestibular tradicional e pelo edital Enem-Unicamp. Contudo, ele deve ter se inscrito nos dois processos seletivos.

Veja também: Descubra como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Calendário do vestibular 2023 da Unicamp

Confira as principais datas da edição de 2023 do vestibular da Unicamp:

  • Inscrições: de 01/08/2022 a 02/09/2022
  • Pagamento da taxa de inscrição: até 09 de setembro de 2022
  • Primeira fase: 06 de novembro de 2022
  • Segunda fase: 11 e 12 de dezembro de 2022
  • Prova de Habilidades Específicas: setembro e outubro de 2022 (para curso de Música); 4 e 6 de janeiro de 2023 (Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais e Dança)
  • Primeira chamada de aprovados: 6 de fevereiro de 2023
  • Matrícula da primeira chamada: 7 a 9 de fevereiro de 2023.  

Saiba mais: Calendário Unicamp 2023

Outras opções de universidades

Além da Unicamp, há universidades particulares muito bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) e que possuem ótimas condições para novos estudantes, incluindo bolsas de estudo. Confira algumas opções:

O que você achou de como funciona o vestibular da Unicamp? Já decidiu se vai se inscrever e em qual curso? Conte pra gente nos comentários.

Leia também: Comvest divulga obras de leitura obrigatória para Unicamp 2024