A Fuvest divulgou o calendário da edição de 2023 do vestibular da USP. Vem conferir as principais datas e tudo que precisa saber sobre a universidade

Considerado um dos vestibulares mais concorridos do país, o exame da Fuvest para ingresso na USP já tem data marcada! Confira abaixo tudo sobre a USP, a Fuvest, lista de obras literárias e anote as principais datas do exame para não perder o prazo.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Sobre a Universidade de São Paulo

A Universidade de São Paulo (USP) é uma universidade pública brasileira que oferece cursos de graduação em todas as áreas do conhecimento. Ela é reconhecida como a mais importante universidade pública do Brasil, além de ser uma das mais importantes da América Latina e do mundo.

Assim como outras instituições públicas de ensino, a USP não cobra mensalidades nem taxas administrativas de seus alunos de graduação, sendo quase em sua totalidade financiada pelo governo de São Paulo.

A USP é uma das quatro universidades públicas administradas pelo governo paulista, ao lado da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Estadual Paulista (UNESP) e a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp).

Onde fica a USP?

Sendo uma das maiores instituições de ensino superior na América Latina, a USP possui diferentes campi, localizados em diversas cidades do estado de São Paulo.

A USP conta com 42 unidades de ensino e pesquisa, nas quais são oferecidos mais de 180 cursos de graduação. Estes estão distribuídos em diferentes campi: 

Na cidade de São Paulo, a USP possui unidades de ensino nas seguintes regiões:

  • na Cidade Universitária, no bairro Butantã
  • no Centro (Faculdade de Direito)
  • no bairro Cerqueira César (Faculdade de Medicina, Saúde Pública, Escola de Enfermagem), ao lado do Hospital das Clínicas
  • na zona leste (EACH), no bairro Ermelino Matarazzo

No interior do estado de São Paulo, há campus da USP nas seguintes cidades:

  • Bauru
  • Lorena
  • Piracicaba
  • Pirassununga
  • Ribeirão Preto
  • São Carlos

Há, ainda, um campus no litoral paulista:

  • Santos

O campus principal, localizado no município de São Paulo, é chamado Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira. Essa unidade possui uma área de quase 3,7 milhões de metros quadrados.

Quando a USP foi criada?

A USP foi fundada oficialmente em 25 de janeiro de 1934, através da junção de faculdades e institutos de ensino existentes em São Paulo e que funcionam de modo totalmente independente, como a Faculdade de Direito, criada em 1827.

Com a junção das faculdades já existentes e criação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, que oferecia as matérias básicas para todos os cursos, surgiu assim a Universidade de São Paulo.

A aula inaugural da USP aconteceu em seu segundo ano, no dia 11 de março de 1935, no anfiteatro da Faculdade de Medicina.

A importância da USP para o país

A USP possui uma grande e relevante contribuição para a história do Brasil. Nela se formou treze dos quarenta e três presidentes brasileiros, entre eles o sociólogo Fernando Henrique Cardoso e o advogado Jânio Quadros. Além deste último, outros dez ex-presidentes se formaram na Faculdade de Direito, que também formou 53 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

A USP aparece bem posicionada em diversos rankings internacionais que avaliam a qualidade das universidades do mundo.

No ano de 2018, por exemplo, de acordo com o University Ranking by Academic Performance (URAP), a USP mantém o título de melhor universidade iberoamericana, estando na trigésima sexta posição mundial.

Saiba mais: USP, Unicamp e o ranking das universidades

Entre as instituições públicas de ensino do Brasil, a USP é a universidade com maior número de vagas de graduação e de pós-graduação. Ela é responsável por formar o maior número de mestres e doutores de todo o mundo.

Em relação à pesquisa acadêmica, a USP gera metade de toda a produção científica do estado de São Paulo, sendo mais de 25% da produção nacional. No mundo, a Universidade de São Paulo produz cerca de 0,5% das pesquisas científicas, considerando 2% da participação brasileira.

Além disso, abriga 25% dos cursos de pós-graduação mais bem conceituados pela Capes, sendo 55% ao considerar apenas o estado de São Paulo. 

No vídeo institucional abaixo, você poderá conhecer um pouco mais sobre a USP:

Como entrar na USP?

As principais formas de ingresso nas faculdades da USP é por meio do vestibular da Fuvest ou pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) através do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Nestas duas formas de ingresso, a USP adota política de cotas sociais e raciais. A política de cotas reserva vagas para alunos de escolas públicas e também para autodeclarados pretos, pardos e indígenas egressos da rede pública de ensino.

Há também outras formas de ingresso, como o bom resultado em Olimpíadas Científicas. Para quem já cursa o ensino superior em outra instituição, também pode solicitar a transferência para vagas remanescentes.

Vestibular da Fuvest

O vestibular tradicional da USP, organizado pela Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), consiste em um exame seletivo anual, com aplicação de provas em duas fases eliminatórias.

O vestibular da Fuvest acontece todos os anos e é responsável pela seleção da maior parte dos alunos da USP. As normas e regras do exame devem ser consultadas no edital Manual do Candidato, publicado anualmente no site oficial da Fuvest antes de ser iniciado o período de inscrição.

Sistema de Seleção Unificada (Sisu)

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um programa do Ministério da Educação (MEC) pelo qual são selecionados candidatos que participaram do Enem para ingresso em universidades públicas do Brasil.

Por terem participado do Enem, os candidatos inscritos no Sisu não precisam fazer o vestibular tradicional da Fuvest.

Olimpíadas científicas

Desde 2019, a Universidade de São Paulo passou a reservar parte de suas vagas nos cursos de graduação para serem destinadas a alunos que se destacaram em olimpíadas acadêmicas nacionais ou internacionais.

As inscrições para conseguir uma vaga pelas Olimpíadas Científicas são realizadas por meio da Fuvest. Os candidatos também não precisam prestar o vestibular tradicional.

Saiba mais: Descubra se é mais fácil entrar na USP pela Fuvest ou pelo Enem

Sobre a Fuvest

A Fuvest é um órgão autônomo ligado à USP, e é responsável por selecionar a maior parte dos alunos da instituição, por meio do vestibular tradicional de ingresso à universidade.

Em 2016, por exemplo, a Fuvest contou com mais de 142 mil candidatos inscritos para concorrer a 9658 vagas oferecidas pela Universidade de São Paulo.

Essa grande quantidade de candidatos, como ocorre em todas as edições, colocam o processo seletivo aplicado pela Fuvest como um dos maiores e mais concorridos do Brasil. 

Como é o vestibular da USP?

A prova aplicada pela Fuvest, que corresponde ao vestibular da USP, costuma ser mais exigente que outros vestibulares, o que, somada à grande concorrência da instituição, eleva o grau de dificuldade do exame.

O vestibular da USP possui duas etapas:

  • Primeira fase: prova composta por 90 questões objetivas (múltipla escolha), com cinco alternativas cada questão. O conteúdo engloba as disciplinas básicas do ensino médio - português, literatura, história, geografia, matemática, física, química, biologia, inglês – e conta também com algumas questões interdisciplinares. 
  • Segunda fase: composta por dois dias de provas, que contêm questões dissertativas para as mesmas disciplinas. Além disso, a segunda fase conta também com uma redação.

Além da primeira e da segunda fase, alguns cursos ainda exigem que os candidatos façam a Prova de Habilidades Específicas. Os cursos que exigem essa terceira etapa são os seguintes:

  • Artes Visuais
  • Artes Cênicas
  • Música

Para cada um desses cursos acima, a Prova de Habilidade possui suas próprias características e exigências. Os candidatos interessados nesses cursos devem consultar o edital para obterem mais informações.

Como funciona a prova da Fuvest?

Como explicado, o vestibular da Fuvest conta com duas etapas.

Na primeira fase, é aplicada uma prova com 90 questões objetivas, ou seja, de múltipla escolha. Para cada questão, há 5 alternativas, sendo que apenas uma é considerada correta. Todas as questões possuem o mesmo peso na avaliação, e o aluno tem 5 horas para concluir o exame, sem tempo adicional para transcrição do caderno de rascunho.

A pontuação na prova da primeira fase é utilizada tanto na seleção dos candidato para a segunda fase, quanto no cálculo da nota final do exame vestibular.

Já a segunda fase do vestibular da USP é dividida em dois dias de aplicação, e em cada um é aplicada uma prova de conhecimentos específicos com questões dissertativas. A primeira prova é composta por 10 questões de Português e uma redação no estilo dissertativo-argumentativo. A segunda prova contém 12 questões sobre duas a quatro disciplinas, dependendo da carreira escolhida. Para cada prova, o aluno tem 4 horas para finalizá-la, também sem tempo adicional para transcrição.

Lista de obras literárias da Fuvest

Para as questões de Literatura, a cada edição do exame a Fuvest divulga uma lista com as obras literárias cujo conteúdo poderá ser cobrado em questões do vestibular.

Confira a lista de obras literárias para a edição de 2023 da Fuvest:

  • Alguma Poesia, de Carlos Drummond de Andrade
  • Angústia, de Graciliano Ramos
  • Campo Geral, de Guimarães Rosa
  • Mensagem, de Fernando Pessoa
  • Nove Noites, Bernardo Carvalho
  • Poemas Escolhidos, Gregório de Matos
  • Quincas Borba, de Machado de Assis
  • Romanceiro da Inconfidência​​, de Cecília Meireles
  • Terra Sonâmbula, de Mia Couto

Calendário do vestibular da Fuvest 2023

Confira, a seguir, as principais datas do vestibular da Fuvest 2023. Fique esperto para não perder os prazos!

  • Inscrições: 15 de agosto a 23 de setembro de 2022
  • Primeira fase: 4 de dezembro de 2022
  • Segunda fase: 8 e 9 de janeiro de 2023
  • Provas de habilidades específicas:  entre 11 e 14 de janeiro de 2023
  • Resultado da primeira chamada: 30 de janeiro de 2023

Outras opções de universidades

Além da USP, há universidades particulares muito bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) e que oferecem facilidades para novos estudantes, incluindo bolsas de estudo e descontos. Confira algumas boas opções:

Pensando em se inscrever no vestibular da Fuvest? Em qual curso você tem interesse? Conte pra gente aqui nos comentários! 

Leia também: Veja quais são os cursos mais concorridos da Fuvest - USP