A região sudeste do Brasil é campeã em quantidade de estudantes cursando o nível superior; sendo que, em especial, destaca-se o número de mulheres. Desse modo, faz-se necessário realizar uma análise das regiões brasileiras discriminando quantos alunos do ensino superior estão matriculados em cada uma delas e mostrando as razões dessa diferença na quantidade de alunos.

40% dos estudantes de ensino superior são da região Sudeste

Regiões e quantidade de estudantes no ensino superior

Em 2014, segundo o Ministério da Educação (MEC), existem 7,3 milhões de estudantes matriculados no ensino superior no Brasil.

Veja a seguir qual é o percentual de estudantes por região do Brasil.

Região Norte

A região norte do país é marcada pela desigualdade drástica de distribuição de renda e de instituições de ensino superior no nosso país. Essa região é a última classificada no ranking que mostra quantos estudantes estão matriculados em um curso de superior em cada região brasileira . O percentual de alunos da região norte realizando uma graduação no ano de 2014 é de apenas 8,1 %.

Região Nordeste

A região nordeste do Brasil possui mais investimentos nessa área se comparado com a região norte, mas não se destaca em quantidade de estudantes matriculados no ensino superior. O percentual dessa localidade do país é de 20,6% neste ano de 2014.

Região Sudeste

Já a região sudeste possui o maior número de estudantes no ensino superior. Nela, o percentual de estudantes matriculados em um curso superior é de 44,6 % . Por isso ela destaca-se, sendo a região brasileira que mais possui estudantes em um curso superior. Ela é, então, a campeã do ranking que apresenta a classificação da região do Brasil que possui mais estudantes no ensino superior.

Região Sul

A região sul do Brasil também apresenta vantagens sobre as outras localidades do país. Contudo, mesmo possuindo um desenvolvimento educacional mais desenvolvido, existem menos estudantes no ensino superior do que em outras localidades. Desse modo, o percentual da região sul é de 16,9 %.

Centro-Oeste

E por fim, a região centro-oeste ocupa o quarto lugar na classificação com 9,8 % dos estudantes matriculados no ensino superior.

Considerações sobre as distinções entre as regiões

Por haver tanta diferença entre os percentuais, é necessário investigar por que isso acontece. Pode-se dizer que a falta de distribuição de instituições de ensino superior é desigual, refletindo de tal forma na quantidade de ingressantes nas universidades. Outro ponto muito forte desse processo de distinção de porcentagem é o não investimento nas regiões que apresentam menor número de estudantes de curso superior. Sabe-se que é na região sudeste, onde se encontra o maior número de universitários, que estão situados os maiores polos difusores do comércio do Brasil. Além disso, a maioria das melhores universidades estão localizadas nessa região como a Unicamp que foi considerada a 15° melhor universidade jovem do mundo e a USP que já fez parte do ranking das 200 melhores universidade do planeta e é considerada a melhor do país atualmente.

Confira a lista com algumas das melhores universidades do Brasil

USP- Universidade de São Paulo

A USP possui 80 anos de excelência, sendo reconhecida como uma das mais importantes universidades do país. Todo ano ela se destaca no ranking que mede a qualidade das instituições de ensino superior. Este ano ela foi reconhecida como a melhor universidade do Brasil.

UFMG- Universidade Federal de Minas Gerais

Com 87 anos de experiência a UFMG possui atualmente 31.062 mil estudantes em seus cursos de graduação e pós-graduação. Por sempre estar investindo em novos cursos e docentes capacitados, essa instituição vem destacando-se na região sudeste do país ficando em segundo lugar no ranking de melhores universidades do Brasil.

UFRJ- Universidade Federal do Rio de Janeiro

A UFRJ possui 94 anos de vasta experiência em educação, com o objetivo de difundir e ampliar os saberes humanos à sociedade brasileira. Ela vem realizando um trabalho de suma importância e tem conseguido o devido reconhecimento, pois está em terceiro lugar na lista das melhores instituições de ensino superior do país.

UFRGS- Universidade Federal do Rio Grande do Sul

A UFRGS completa em 2014, 80 anos de existência e o melhor jeito de se comemorar um aniversário tão importante é ganhando reconhecimento: ela ficou em quarto lugar na lista das melhores instituições de ensino superior do Brasil. Isso foi possível devido ao objetivo de manter, ampliar e desenvolver o conhecimento em seus alunos.

UNICAMP- Universidade Estadual de Campinas

A UNICAMP, além de ser considerada a quinta melhor universidade do país, foi escolhida como a 15° melhor instituição jovem do mundo. Ela possui apenas 50 anos de formação, porém, já adquiriu vasta experiência em valorização do ensino-aprendizagem.

UNESP- Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita

Apesar de ter somente 48 anos de existência, a UNESP já se disseminou por toda São Paulo com vários campi. Além disso, é apontada como uma das mais importantes universidades do Brasil. Sua colocação no ranking das melhores instituições de ensino superior foi muito boa, sendo seu lugar o sexto dessa lista.

Após observar as seis melhores universidades do Brasil, fica mais fácil compreender porque a região sudeste possui maior quantidade de estudantes matriculados no ensino superior. Dentre seis instituições, cinco estão localizadas no sudeste e uma no sul do país. Desse modo, é necessário concluir que se continuarmos a lista até a décima melhor nenhuma faculdade do norte ou nordeste aparecerá no ranking.

Estudar é muito importante; por isso, se necessário, o melhor a fazer é sair da sua região para continuar com os estudos. Você se encontra nessa situação? Já tinha imaginado que a desigualdade de distribuição das instituições de ensino de nível superior é tão grande? Envie-nos aqui nos comentários suas observações sobre esse assunto.