O estudante que pretende trabalhar na indústria de alimentos e bebidas pode ingressar no mercado de trabalho logo após o ensino médio, sem precisar entrar na faculdade. Desde a produção de mel até o processamento de pescados, passando pela produção de cerveja e vinhos, há uma ampla oferta de cursos técnicos na área de produção alimentícia. Muitos desses cursos fazem parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Médio e Emprego, o Pronatec, que oferece formação técnica e profissional gratuita em todo o Brasil.

Atualmente, os cursos técnicos são classificados em três modalidades:

  • Integrado: oferece disciplinas técnicas específicas junto com o currículo normal do ensino médio.
  • Concomitante: o estudante pode fazer um curso técnico adicional enquanto conclui o ensino médio.
  • Sequencial: é preciso terminar o ensino médio para entrar nesse curso.

Para escolher uma das modalidades é preciso levar em conta suas necessidades, seu tempo disponível e o tipo de curso técnico de alimentos que você deseja fazer.

Os cursos técnicos na área de produção alimentícia envolvem tecnologias relacionadas ao beneficiamento e à industrialização de bebidas e alimentos, preparando o profissional para atuar no planejamento, implantação, operação e gerenciamento, aplicação de normas de segurança e de qualidade, controle de matéria-prima e de produtos, aquisição de equipamentos, distribuição e comercialização dos produtos, entre outros.

O Mundo Vestibular preparou o guia a seguir mostrandoos principais cursos técnicos de produção de alimentos e bebidas, com a carga horária mínima de cada um deles, exemplos de temas e disciplinas que você pode encontrar e onde você poderá trabalhar depois de formado.

De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, uma publicação desenvolvida pelo Ministério da Educação (MEC), os cursos de processamento de alimentos e bebidas pertencem ao eixo tecnológico “Produção Alimentícia” e são:

  • Técnico em Agroindústria
  • Técnico em Alimentos
  • Técnico em Apicultura
  • Técnico em Cervejaria
  • Técnico em Confeitaria
  • Técnico em Panificação
  • Técnico em Processamento de Pescado
  • Técnico em Viticultura e Enologia

<p<os nomes="" dos="" cursos técnicos em alimentos podem variar de acordo com a instituição. Mostramos no guia a seguir os nomes mais conhecidos e seus equivalentes.

Cursos Técnicos de Alimentos e Bebidas

Curso Técnico em Agroindústria

(Agrícola com habilitação em agroindústria. Agropecuária com habilitação em agroindústria. Produção e processamento de alimentos com ênfase na agroindustrialização.)

Carga horária mínima: 1.200 horas.

O profissional técnico em Agroindústria é responsável por:

  • Operacionalização do processamento de alimentos (derivados do leite, carnes, cereais, grãos, bebidas, hortaliças e frutas).
  • Apoio, elaboração, aplicação e avaliação de programas de higienização e preventivos do processo agroindustrial.
  • Sistemas para diminuição de impacto ambiental de processos de produção.
  • Acompanhamento de programa de manutenção de equipamentos.
  • Implementação e gerenciamento de sistemas de controle de qualidade.
  • Identificação e aplicação de técnicas mercadológicas para distribuição e comercialização dos produtos.

Entre as disciplinas oferecidas no Curso Técnico em Agroindústria você poderá encontrar: controle de qualidade; equipamentos, manutenção e instalações agroindustriais; ferramentas de gestão; legislação de alimentos; higienização; sanitização.

O profissional técnico em Agroindústria pode atuar em: agroindústria, indústrias de alimentos e bebidas, institutos de pesquisa e laboratórios de controle de qualidade.

Curso Técnico em Alimentos

(Alimentos – habilitação: aves e derivados. Alimentos – habilitação: bovinos, suínos e derivados. Alimentos – habilitação: pescados e derivados. Gestão de produção de alimentos. Leite e derivados (laticínios). Microbiologia de alimentos. Processamento de alimentos. Produção de alimentos. Química com habilitação em alimentos e bebidas. Química com habilitação em carnes e derivados. Química com habilitação em química de alimentos.)

Carga horária mínima: 1.200 horas.

O profissional técnico em Alimentos é responsável por:

  • Processamento e conservação de matérias-primas, produtos e subprodutos da indústria alimentícia e de bebidas.
  • Realização de análises microbiológicas, físico-químicas e sensoriais.
  • Apoio no planejamento, coordenação e controle de atividades do setor.
  • Sanitização das indústrias alimentícias e de bebidas.
  • Controle e correção de desvios em processos manuais e automatizados.
  • Acompanhamento da manutenção de equipamentos.
  • Participação no desenvolvimento de novos produtos e processos.

Entre as disciplinas oferecidas no Curso Técnico em Alimentos você poderá encontrar: alimentos; análise sensorial; biologia, bioquímica e biotecnologia; embalagens; microbiologia; operações utilitárias; química, técnicas de processamento e conservação.

O profissional técnico em Alimentos pode atuar em: entrepostos de armazenamento e beneficiamento; indústrias de alimentos e bebidas; indústrias de insumos para processos e produtos; laboratórios, institutos de pesquisa e consultoria; órgãos de fiscalização sanitária e de proteção ao consumidor.

Curso Técnico em Apicultura

(Agrícola com habilitação em apicultura.)

Carga horária mínima: 1.200 horas.

O profissional técnico em Apicultura é responsável por:

  • Planejamento, implantação, manutenção e gestão de apiários.
  • Beneficiamento e processamento de mel e outros derivados da atividade apícola (própolis, geleia real etc.).
  • Acompanhamento de pesquisas sobre produção intensiva e artesanal, terapias com mel, controle de qualidade e aprimoramento de espécies.
  • Comercialização de produtos apícolas, organização de feiras e exposições da atividade.

Entre as disciplinas oferecidas no Curso Técnico em Apicultura você poderá encontrar: apiário; apicultura; comercialização, controle sanitário, equipamentos, manejo, produção artesanal e intensiva; qualidade.

O profissional técnico em Apicultura pode atuar em: apiários e estabelecimentos que beneficiam, processam e comercializam os produtos da apicultura.

Curso Técnico em Cervejaria

Carga horária mínima: 1.200 horas.

O profissional técnico em Cervejaria é responsável por:

  • Supervisão das atividades de unidade industrial de fabricação de cervejas (moagem do malte, maceração, filtração, fervura, decantação e resfriamento do mosto, fermentação, maturação, filtração e envasamento do produto).
  • Apoio na execução de controle físico, químico e microbiológico da indústria cervejeira.
  • Análises químicas, biológicas e sensoriais, tanto no controle da matéria-prima e aditivos empregados na produção quanto no tratamento do produto final.

Entre as disciplinas oferecidas no Curso Técnico em Cervejaria você poderá encontrar: adjuntos, comercialização, controle de qualidade, fabricação de mosto, fermentação/maturação, filtração, história e classificação das cervejas, matérias-primas, processos químicos e físicos.

O profissional técnico em Cervejaria pode atuar em: estabelecimentos que comercializam cervejas, indústrias de fabricação de cervejas, microcervejarias e cervejarias artesanais.

Curso Técnico em Confeitaria

(Confeitaria e Panificação)

Carga horária mínima: 800horas.

O profissional técnico em Confeitaria é responsável por:

  • Organização do processo de trabalho e matéria-prima utilizada nas produções de confeitaria, incluindo: desenho, preparação, decoração e montagem de serviços.
  • Produção de bolos, biscoitos, doces, sobremesas, tortas, salgados e canapés, entre outros.
  • Aplicação de técnicas de manipulação e embalagem de alimentos.
  • Operação de equipamentos e maquinário, controle de estoque e de custos.

Entre as disciplinas oferecidas no Curso Técnico em Confeitaria você poderá encontrar: higiene; infraestrutura e equipamentos; nutrição; manipulação de alimentos; técnicas de preparo de massas e confeitaria; técnicas de decoração e embalagens.

O profissional técnico em Confeitaria pode atuar em: bufês, catering, confeitarias, hotéis, padarias, pousadas, restaurantes.

Curso Técnico em Panificação

(Confeitaria e Panificação)

Carga horária mínima: 800horas.

O profissional técnico em Panificação é responsável por:

  • Produção de massas, pães, pizzas e salgados.
  • Organização da área de trabalho e da matéria-prima.
  • Aplicação de técnicas de manipulação de alimentos.
  • Operação de equipamentos e maquinário.
  • Apoio no controle de estoque, controle de custos e de controle de consumo.

Entre as disciplinas oferecidas no Curso Técnico em Panificação você poderá encontrar: fermentação; higiene e sanitização; infraestrutura e equipamentos de panificação; nutrição; preparo de pães, massas e derivados.

O profissional técnico em Panificação pode atuar em: catering e bufês, hotelaria, restaurantes, padarias, refeitórios.

Curso Técnico em Processamento de Pescado

(Alimentos – habilitação: pescados e derivados)

Carga horária mínima: 1.000 horas.

O profissional técnico em Processamento de Pescado é responsável por:

  • Elaboração de produtos e subprodutos do pescado para fins de beneficiamento e comercialização.
  • Controle de qualidade do pescado para o processamento.
  • Desenvolvimento de atividades operacionais de beneficiamento do pescado (recepção, lavagem, classificação e processamento) empregando técnicas de abate, congelamento, descongelamento, descamação, evisceração, filetagem e postagem do pescado.
  • Sanitização do setor de beneficiamento, garantindo o tratamento adequado de resíduos e efluentes.
  • Gestão da unidade de beneficiamento, controle de estoque de insumos e produtos.

Entre as disciplinas oferecidas no Curso Técnico em Processamento de Pescado você poderá encontrar: controle de qualidade e sanitização; desenvolvimento e elaboração de subprodutos de pescado; microbiologia, química e bioquímica; processamento e conservação de pescado.

O profissional técnico em Processamento de Pescado pode atuar em: empresas de beneficiamento, consultoria ou como autônomo; laboratórios de controle de qualidade; instituições públicas e privadas ligadas à aquicultura e à pesca.

Curso Técnico em Viticultura e Enologia

(Agropecuária com habilitação em viticultura. Enologia)

Carga horária mínima: 1.200 horas.

O profissional técnico em Viticultura e Enologia é responsável por:

  • Desenvolvimento e controle de processos de cultivo de uvas, elaboração de vinho e derivados.
  • Ensaios físicos e análises químicas, sensoriais e microbiológicas ligadas à elaboração de derivados da uva e do vinho.
  • Aplicação de técnicas de manejo para a colheita de uvas.
  • Seleção de variedades de uva para o processamento de vinhos e derivados.
  • Assistência técnica na aplicação de produtos e serviços.
  • Controle e correção de desvios nos processos manuais e automatizados.
  • Apoio na gestão de empreendimentos vitivinícolas.

Entre as disciplinas oferecidas no Curso Técnico em Viticultura e Enologia você poderá encontrar: análise sensorial; bioquímica, biotecnologia e microbiologia; controle de qualidade e sistemas de gestão; enologia; operações unitárias; química; viticultura.

O profissional técnico em Viticultura e Enologia pode atuar em: empresas do setor vinícola; indústrias de vinhos e espumantes; laboratórios de controle de qualidade de produtos; institutos de pesquisa.

*Informações obtidas no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos do MEC em abril de 2014.</p