Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque uma bolsa

    Compare preços e escolha a bolsa de estudos que seja sua cara.


  2. Garanta a bolsa

    Pague a adesão para garantir sua bolsa.


  3. Tamo junto na próxima fase.

    Agora é só fazer o processo seletivo e se matricular na faculdade.


Português

Pronomes: veja o que são, tipos e exercícios

23 de agosto
pronomes
Imagem do autor
Escrito porMathias Sallit

Assim como o substantivo, adjetivo e verbo, o pronome faz parte das dez classes gramaticais da língua portuguesa, e é motivo de muita confusão na cabeça dos estudantes que buscam identificá-los nas questões da prova do vestibular. O tempo e a pressão contribuem para esta dificuldade, mas sabemos que ela não se deve somente a isto.

Sabendo disso, preparamos este artigo que vai ajudar você a entender como funciona essa classe de palavras tão complexa. Boa leitura!

Leia também:
+
O que é locução adjetiva?
+ O que é gênero do substantivo?

O que são pronomes?

Os pronomes são as palavras que substituem o substantivo em uma oração – pronomes substantivos – ou que acompanham, determinam e mudam os substantivos, atribuindo qualidades e características aos mesmos, chamados de pronomes adjetivos. 

Os pronomes podem ser flexionados em gênero (masculino e feminino), número (singular e plural) e grau (1.ª, 2.ª ou 3.ª pessoa do discurso).

Veja também:
+ Pronomes: Lista de Exercícios completa com Gabarito!

Quais os tipos de pronomes?

Veja quais são todos os tipos de pronomes:

Pronomes pessoais retos

Os pronomes pessoais do caso reto apontam uma das três pessoas do discurso, substituindo um substantivo. Eles também são capazes de representar, quando na 3ª pessoa, uma forma nominal que já havia sido expressa.

Ex.: O moço é o melhor advogado, ele sempre agiliza os processos.

  • eu;
  • tu;
  • ele, ela;
  • nós;
  • vós;
  • eles, elas.

Pronomes pessoais oblíquos

Enquanto os pronomes pessoais retos exercem, normalmente, a função de sujeito, os oblíquos, em geral, desempenham a função de complemento.

Ex.: O pai chamou de inteligente ao filho. O pai chamou-lhe de inteligente.

Eles podem ser divididos em tônicos, devendo vir regidos de preposição ou átonos, que nunca são precedidos por preposição.

p.p. oblíquos tônicos p.p. oblíquos átonos
  • mim, comigo;
  • ti, contigo;
  • ele, ela, si, consigo;
  • nós, conosco;
  • vós, convosco;
  • eles, elas, si, consigo.
  • me;
  • te;
  • se, o, a, lhe;
  • nos;
  • vos;
  • se, os, as, lhes.

Pronomes pessoais de tratamento

Os pronomes de tratamento são empregados como alusão à pessoa com quem se fala (2ª pessoa). Apesar disso, a concordância é feita com a 3ª pessoa.

Ex.: Você quer pedir uma pizza? Perguntou o namorado à namorada.

  • você (proveniente da abreviação de Vossa Mercê);
  • senhor, senhora e senhorita;
  • Vossa Alteza (V. A.) – usado para príncipes, arquiduques, duques;
  • Vossa Eminência (V. Em.ª) – usado para cardeais;
  • Vossa Excelência (V. Ex.ª) – usado para altas autoridades do governo e das classes armadas;
  • Vossa Magnificência (V. Mag.ª) – usado para reitores das universidades;
  • Vossa Majestade (V. M.) – usado para reis e imperadores;
  • Vossa Reverendíssima (V. Rev.mª)- usado para sacerdotes em geral;
  • Vossa Santidade (V. S.) – usado para o papa;
  • Vossa Senhoria (V. S.ª) – usado para funcionários públicos graduados, oficiais até coronel, pessoas de cerimônia.

Pronomes possessivos

Os pronomes possessivos fazem menção às pessoas do discurso, apresentando-as como possuidoras de algo. Eles concordam em gênero e número com a coisa possuída.

Ex.: Aquela guitarra é minha.

  • meu (s), minha (s);
  • teu (a/s);
  • seu (a/s);
  • nosso (a/s);
  • vosso (a/s);
  • seu (a/s).

Pronomes demonstrativos

Os pronomes demonstrativos indicam posição de algo em relação às pessoas do discurso, situando-o no tempo e/ou no espaço.

Ex.: Vou comprar esta carne.

  • este (a/s);
  • esse (a/s);
  • isto;
  • isso;
  • aquele (a/s)
  • aquilo;
  • o, a, os, as (são demonstrativos quando equivalem a aquele)
  • tal (demonstrativo quando equivalem a esse, este ou aquele)

Pronomes interrogativos

Os pronomes interrogativos são utilizados na enunciação de uma pergunta, seja ela direta ou indireta, se referindo à 3ª pessoa do discurso.

Ex.: Queria saber quem fez o almoço.

  • que;
  • quem;
  • qual/quais;
  • quanto (a/s).

Pronomes relativos

Os pronomes relativos recuperam um termo já expresso anteriormente.

Ex.: Ele é o jornalista que escreveu a reportagem.

  • que;
  • quem;
  • onde;
  • o qual (a/s);
  • cujo (a/s);
  • quanto (a/s).

Pronomes indefinidos

Os pronomes indefinidos referem-se à 3ª pessoa do discurso quando considerada de modo vago, impreciso ou genérico. Eles fazem referência a pessoas, coisas e lugares, mas alguns também podem dar a percepção de conjunto ou quantidade indeterminada.

  • pessoas: quem, alguém, ninguém, outrem;

Ex.: O que acha de alguém te ajudar? 

  • lugares: onde, algures, alhures, nenhures;

Ex.: Vou onde posso encontrar Maria.

  • coisas: que, qual, quais, algo, tudo, nada, todo (a/s), algum (a/s), vários (a), nenhum (a/s), certo (a/s), outro (a/s), muito (a/s), pouco (a/s), quanto (a/s), um (a/s), qualquer (s), cada.

Ex.: Ele trouxe algo de presente pra você.

Veja também: 

+ Pronomes: Lista de exercícios com gabarito!

10 exercícios de pronomes

Faça com a gente os exercícios de pronome e em seguida confira no gabarito se suas respostas foram corretas.

01. (U-UBERLÂNDIA) Assinale o tratamento dado ao reitor de uma Universidade:

a) Vossa Senhoria

b) Vossa Santidade

c) Vossa Excelência

d) Vossa Magnificência

e) Vossa Paternidade

02. (FTU) A frase em que a colocação do pronome átono está em desacordo com as normas vigentes no português padrão do Brasil é:

a) A ferrovia integrar-se-á nos demais sistemas viários.

b) A ferrovia deveria-se integrar nos demais sistemas viários.

c) A ferrovia não tem se integrado nos demais sistemas viários.

d) A ferrovia estaria integrando-se nos demais sistemas viários.

e) A ferrovia não consegue integrar-se nos demais sistemas viários.

03. (UF-MA) Identifique a oração em que a palavra certo é pronome indefinido:

a) Certo perdeste o juízo.

b) Certo rapaz te procurou.

c) Escolheste o rapaz certo.

d) Marque o conceito certo.

e) Não deixe o certo pelo errado.

04. (TRE-MT) A substituição do termo sublinhado por um pronome pessoal está correta em todas as alternativas, exceto em:

a) O governo deu ênfase às questões econômicas. O governo deu ênfase a elas.

b) Os ministros defenderam o plano de estabilização. Os ministros defenderam-no.

c) A companhia recebeu os avisos. A companhia recebeu-os.

d) Ele diz as frases em tom bem baixo. Ele diz-las em tom baixo.

e) Ele recusou a dar maiores explicações. Ele recusou a dá-las.

05. (EPCAR) O que é pronome interrogativo na frase:

a) Os que chegaram atrasados farão a prova?

b) Se não precisas de nós, que vieste fazer aqui?

c) Quem pode afiançar que seja ele o criminoso?

d) Teria sido o livro que me prometeste?

e) Conseguirias tudo que desejas?

06. (MACK) “Este inferno de amar – como eu amo! – / Quem mo pôs aqui n’alma … quem foi? / Esta chama que alenta e consome, / Que é a vida – e que a vida destrói – / Como é que se veio a atear, / Quando – ai quando se há-de apagar? (Almeida Garret).

No texto, os pronomes eu – quem – este, são, respectivamente:

a) indefinido – pessoal – indefinido

b) pessoal – interrogativo – demonstrativo

c) pessoal – indefinido – demonstrativo

d) interrogativo – pessoal – indefinido

e) indefinido – pessoal – interrogativo

07. (TRT) Marcar o único caso de mesóclise obrigatória:

a) Sempre diria a verdade. (te)

b) Alguns arrependerão. (se) 

c) Contarás tudo. (me)

d) O menino não ajudará. (nos)

e) Quem resolverá a ir conosco? (se)

08. (BRÁS CUBAS) “Alguém, antes que Pedro o fizesse, teve vontade de falar o que foi dito.” Os pronomes assinalados dispõem-se nesta ordem:

a) de tratamento, pessoal, oblíquo, demonstrativo

b) indefinido, relativo, pessoal, relativo

c) demonstrativo, relativo, pessoal, indefinido

d) indefinido, relativo, demonstrativo, relativo

e) indefinido, demonstrativo, demonstrativo, relativo

09. (PUC) Na frase: “Chegou Pedro, Maria e o seu filho dela”, o pronome possessivo está reforçado para:

a) ênfase

b) elegância e estilo

c) figura de harmonia

d) clareza

e) n.d.a

10. (SANTA CASA) Há um erro de colocação pronominal em:

a) “Sempre a quis como namorada.”

b) “Os soldados não lhe obedeceram as ordens.”

c) “Todos me disseram o mesmo.”

d) “Recusei a idéia que apresentaram-me.”

e) “Quando a cumprimentaram, ela desmaiou.”


Gabarito:

  • Resposta: D
  • Resposta: B
  • Resposta: B
  • Resposta: D
  • Resposta: B
  • Resposta: B
  • Resposta: C
  • Resposta: E
  • Resposta: D
  • Resposta: D

É estudante já está se preparando para a prova do vestibular?

+ Veja cursos e faculdades com até 80% de desconto

Facul sem treta? É aqui mesmo!
Facul sem treta? É aqui mesmo!

Estude nas melhores sem sair de casa

As melhores faculdades com ofertas super especiais para você começar a estudar sem sair de casa.