Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque uma bolsa

    Compare preços e escolha a bolsa de estudos que seja sua cara.


  2. Garanta a bolsa

    Pague a adesão para garantir sua bolsa.


  3. Tamo junto na próxima fase.

    Agora é só fazer o processo seletivo e se matricular na faculdade.


Dicas

Últimos temas de redação da Unesp

5 de junho de 2022
Imagem do autor
Escrito porLucas Loconte

Assim como para outros vestibulares, a redação da Unesp é uma das provas que mais preocupam os estudantes. Afinal, além de sua nota compor uma boa parte do resultado final, ela pode desclassificar o candidato do exame caso ele acabe zerando na redação.

Portanto, não é à toa que muitos alunos se esforçam durante meses para treinar a produção de texto e se dar bem na redação da Unesp e também de outros vestibulares.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

No vestibular da Unesp, a redação faz parte da segunda fase do exame e vale 28% da nota total dessa etapa. Ou seja, vale muitos pontos na composição da nota final e pode fazer a diferença para se conquistar a tão sonhada vaga na faculdade.

Como é a prova de redação da Unesp?

A redação da Unesp não é um bicho de sete cabeças. Mas é preciso entender como é essa prova, qual o gênero solicitado, o que é exigido e avaliado e, também, o que não fazer de jeito nenhum para não ter a redação invalidada e ser desclassificado do exame.

Saiba mais sobre a Unesp

O gênero da redação do vestibular da Unesp é o dissertativo-argumentativo. Para escrever neste gênero, o candidato deve discorrer e refletir sobre um tema proposto pela prova. E, para isso, precisará defender um ponto de vista por meio da apresentação de argumentos válidos e convincentes. 

Para dar suporte ao seu ponto de vista e argumentação, o aluno poderá utilizar tanto os dados disponibilizados no material de suporte quanto de seus próprios conhecimentos e bagagem sócio-cultural.

Entre as referências utilizadas no texto, podem ser citados pensadores, filósofos, especialistas, personalidades públicas, filmes, livros, acontecimentos históricos, entre outras inúmeras opções que demonstrem o conhecimento de mundo do autor.

Em relação ao tema, a redação do vestibular da Unesp geralmente propõe uma reflexão sobre a sociedade brasileira e aborda questões sociais atuais que a envolvem. Assim, os candidatos mais bem informados sobre os assuntos da atualidade têm mais chances de se darem bem.

Além disso, apesar de demonstrar o ponto de vista do autor, o texto precisa ser escrito em linguagem impessoal e de acordo com a norma padrão da Língua Portuguesa.

Isto é, além de seguir corretamente as regras gramaticais e evitar o uso de gírias e expressões informais, o texto deve ser impessoal e, portanto, o uso de outras pessoas diferentes da terceira pode ser penalizado.

Resumindo, a prova de redação da Unesp tem as seguintes características:

  • gênero dissertativo-argumentativo;
  • texto reflexivo com defesa de um ponto de vista;
  • linguagem impessoal / terceira pessoa (narrador onisciente);
  • norma padrão da Língua Portuguesa;
  • tema sobre questões sociais atuais.

Saiba mais: Dicas para uma ótima redação dissertativa e argumentativa

O que é avaliado e exigido do estudante na redação?

A prova de redação do vestibular da Unesp é avaliado seguindo três critérios:

  • Tema
  • Estrutura
  • Expressão

Para cada um desses critérios são levados em consideração diferentes tópicos. Alguns deles são tão importantes que, quando percebidos como totalmente desalinhados com o que é exigido, invalidam a redação e ela não chega nem a ser avaliada nos outros critérios. 

Confira, a seguir, o que é avaliado em cada um dos três critérios da redação da Unesp.

1. Tema

O primeiro critério de avaliação da redação do vestibular da Unesp é a adequação ao tema proposto. Ou seja, é avaliado se o candidato produziu um texto de acordo com o que foi solicitado.

A fuga completa ao tema solicitado é um dos motivos que pode desclassificar o candidato, anulando a sua redação. Assim que é percebida essa situação, a redação é invalidada e o texto não chega nem a ser corrigido nos demais aspectos. Por isso, é importante que o tema esteja claro já no início do texto, para não gerar dúvidas e nem riscos de anulação.

2. Estrutura

O segundo critério de avaliação da redação da Unesp é referente ao gênero do texto, ou seja, se foi utilizado o tipo dissertativo-argumentativo, bem como se há coerência entre as ideias, informações e argumentos apresentados.

Assim como a fuga completa ao tema, a fuga completa ao gênero proposto é motivo suficiente para a invalidação da redação. E, da mesma forma, o texto nem chega a ser corrigido em outros critérios.

Nesse critério também é avaliada a macroestrutura, isto é, a estrutura geral do texto e como o autor a constrói para apresentar e sustentar sua tese.

Para o gênero dissertativo-argumentativo, é imprescindível que o autor se posicione e defenda, de forma clara e objetiva, o seu ponto de vista por meio de argumentos. Tudo isso é avaliado no critério de estrutura, além da forma como o candidato organiza as ideias e argumentos no decorrer do texto.

Serão consideradas as três partes que compõem um texto dissertativo:

  • introdução: apresentação do tema proposto e das ideias iniciais;
  • desenvolvimento: organização de todos os argumentos e defesa do ponto de vista;
  • conclusão: retomada das principais ideias em uma síntese final.

Também são observados nesse critério a compreensão, por parte do candidato, dos textos de apoio. O uso de repertório sociocultural, a pertinência dos argumentos utilizados e a capacidade de relacionar as ideias e informações contam muitos pontos na avaliação desse critério.

3. Expressão

Já no terceiro e último critério da redação da Unesp são avaliadas a coesão do autor e também a modalidade do texto.

Ou seja, o que é levado em conta no critério de expressão é:

  • Domínio da norma-padrão da Língua Portuguesa: aspectos gramaticais, como ortografia, acentuação, pontuação, concordância e regência. O grau de formalidade ou informalidade expresso na escolha de palavras e expressões também é observado.
  • Coesão textual: uso de recursos coesivos da Língua Portuguesa que tornam mais clara e precisa a relação entre termos, ideias, orações e parágrafos do texto. Ou seja, como o autor relaciona as informações e frases.

Motivos para zerar na redação

O edital do vestibular da Unesp deixa claro quais são os motivos que podem invalidar uma redação. Ao ter o seu texto anulado, o candidato receberá a nota zero na redação, o que leva à sua desclassificação no exame vestibular.

Confira alguns desses motivos que levam à anulação da redação e saiba o que NÃO fazer na sua prova:

  • entregar redação em branco;
  • apresentar letra ilegível e/ou incompreensível;
  • apresentar textos não verbais, como uso único de desenhos, números e/ou palavras soltas;
  • entregar redação escrita em outra língua que não a portuguesa;
  • apresentar o texto definitivo fora do espaço reservado;
  • o texto conter sete linhas ou menos;
  • o texto conter menos de oito linhas autorais contínuas, ou seja, que não são copiadas de outras fontes;
  • texto predominantemente feito com cópias de outras fontes ou plágio;
  • redação idêntica ou muito semelhante a outra ou outras redações;
  • apresentar nome, rubrica, assinatura, sinal, iniciais ou quaisquer marcas que permitam a identificação do candidato;
  • fugir ao tema e/ou gênero propostos;
  • apresentar formas propositais de anulação, como impropérios, trechos jocosos ou a recusa explícita em cumprir o tema proposto.

Últimos 5 temas de redação da Unesp

A prova de redação do vestibular da Unesp costuma abordar como tema questões sociais atuais que exijam reflexão sobre a sociedade brasileira.

Veja quais foram os temas de redação das últimas cinco edições do vestibular da Unesp:

  • 2022: Tristeza em tempos de felicidade compulsória
  • 2021: Tempo é dinheiro?
  • 2020: O carro será o novo cigarro?
  • 2019: Compro, logo existo?
  • 2018: O voto deveria ser facultativo no Brasil?

Vale lembrar que os temas propostos refletem a realidade e são bastante atuais. Portanto, estar atento às discussões sociais do momento pode ser a chave para aumentar o repertório sociocultural do candidato e, assim, melhorar as chances de uma boa argumentação na redação.

Dica de leitura: Como fazer uma Redação">Redação do Enem: tudo o que você precisa saber

Outras opções de universidades

Caso você não passe no vestibular da Unesp ou deseje conhecer outras alternativas, saiba que existem universidades particulares muito bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC).

Confira algumas opções de instituições de ensino que, além de reconhecidas pelo MEC, oferecem muitas facilidades para novos alunos, como descontos e bolsas de estudo:

O que você achou dos últimos temas da redação da Unesp? Qual tema você acha que será escolhido para essa edição? Conte pra gente aqui nos comentários.

Leia também:

Estude nas melhores sem sair de casa

As melhores faculdades com ofertas super especiais para você começar a estudar sem sair de casa.