Relações Públicas (ou RP, para os íntimos) vem se firmando como uma atividade estratégica indispensável a empresas que pretendem se manter competitivas no mercado de trabalho.

É um trabalho que requer jogo de cintura para lidar com pessoas, negociar, fechar acordos, promover eventos, cativar clientes e fornecedores.

O curso está crescendo aos poucos, especialmente na rede privada de ensino, onde estão a maioria das vagas oferecidas atualmente.

Mas você tem ideia de quanto é preciso tirar pra passar em Relações Públicas? Confira seguir a nota de corte para entrar nesse curso!

Nota de corte de Relações Públicas

Existem dezenas da faculdade de Relações Públicas pelo Brasil, tanto na rede particular quanto na rede pública.

Tanta oferta significa que há vários caminhos para conseguir uma vaga,  uns mais difíceis, outros mais tranquilos.

A seguir, a gente mostra algumas notas de corte de Relações Públicas nos principais programas de acesso ao ensino superior. Acompanhe!

Nota de corte de Relações Públicas no Sisu

De todos os processos seletivos que usam a nota do Enem, o Sisu é sem dúvidas o mais concorrido.

Passar nessa seleção exige uma bela nota no Enem, sobretudo em um curso com tão poucas vagas públicas, como é o caso de Relações Públicas.

No total, são apenas 1.200 vagas de RP por ano em universidades públicas por todo o país, e nem todas aparecem com frequência no Sisu.

Por isso, é imprescindível investir estudos para tirar uma nota caprichada no Enem. Para você ter ideia, a média para conseguir passar em Relações Públicas pelo Sisu está na casa dos 700 pontos!

Em seleções recentes, as menores notas de corte registradas na ampla concorrência foram:

  • 620 pontos na Universidade Federal de Alagoas (UFAL).
  • 634 pontos na Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • 635 na Fundação Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA)

As mais altas foram:

  • 796 pontos na Universidade de São Paulo (USP)
  • 737 na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • 727 na Universidade Federal do Paraná (UFPR)

O Sisu também trabalha com cotas, e aqui as notas também variam bastante.

Veja alguns exemplos:

  • Cota para formados em escola pública: 670 pontos
  • Cota para pessoas com deficiência: 570 pontos
  • Cota de renda e escola pública: 650 pontos
  • Cota racial: 500 pontos
  • Cota racial e renda: 630 pontos

Vale lembrar que essas notas de corte tão altas não são novidade. Há quase uma década os patamares oscilam entre 660 e 690 pontos.

Para participar do Sisu é preciso ter feito o Enem mais recente e ter obtido nota acima de zero na redação. O programa tem duas edições anuais, sempre no início dos semestres.

Nota de corte de Relações Públicas no ProUni

Com o ProUni dá para fazer Relações Públicas numa faculdade privada sem ter de se preocupar com as mensalidades, ou pagando apenas 50%. Isso porque o programa concede bolsas de estudos integrais e parciais em instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC.

A procura pelo curso é alta e, por causa disso, a nota de corte vai às alturas. Além disso, o participante precisa atender a uma série de requisitos (veja adiante).

O ProUni concede bolsas por ampla concorrência ou por cotas. Cada um tem uma nota de corte diferente.

Em Relações Públicas, os números são estes:

  • Ampla concorrência – bolsa integral: 630 pontos, em média.
  • Ampla concorrência – bolsa parcial (50% de desconto): 629 pontos.
  • Cotas – bolsa integral: 647 pontos (mais alta que a ampla concorrência!).
  • Cotas – bolsa parcial: 625 pontos.

Para tentar bolsa do ProUni é necessário ter feito o Enem mais recente e se encaixar nos critérios de renda, formação escolar e desempenho mínimo nas provas. As inscrições abrem duas vezes ao ano.  

Nota de corte de Relações Públicas no ingresso automático

O ingresso automático é um sistema utilizado por faculdades privadas que facilita bastante a vida de quem quer fazer um curso superior. Nesse processo, basta informar as notas obtidas no Enem para garantir um lugar na graduação desejada sem precisar fazer vestibular.

A maioria das faculdades aceita a nota de qualquer Enem a partir de 2010. Para passar, o candidato precisa ter pontuação igual ou superior à mínima estabelecida pelas faculdades para cada curso.

As mínimas variam de faculdade para faculdade, mas com certeza são mais bem mais baixas que as do ProUni ou Sisu. Informe-se no local onde você quer estudar.

Nota de corte de Relações Públicas no FIES

O FIES é o programa de financiamento estudantil do governo federal. Trata-se de um empréstimo com juros baixos e condições para lá de facilitadas – a cobrança da dívida só vem depois da formatura, em parcelas que cabem no orçamento.

Só que o FIES também tem nota de corte. Em edições recentes, foram necessários 573 pontos para conseguir financiamento para Relações Públicas.

Nas faculdades mais disputadas, a nota sobe para 660 pontos, enquanto nas mais tranquilas fica em torno de 470 pontos.

O FIES tem duas edições anuais, e para participar o candidato precisa ter boa nota em qualquer Enem a partir de 2010 e ainda corresponder ao critério de renda familiar mínima.

Onde estudar Relações Públicas

Relações Públicas tem quatro anos de duração e pode ser encontrado em 68 faculdades. Dessas, 50 estão na rede privada e 18 na pública.

O curso trabalha as estratégias de relacionamentos entre pessoas e empresas e promove uma intensa investigação sobre comunicação, publicidade, vendas, prospecção, cerimoniais, marketing, gestão de negócios e assessoramento.

Aos poucos, vem crescendo o número de faculdades que oferecem Relações Públicas a distância.

O importante é fazer o curso em faculdades bem conceituadas no mercado de trabalho – que não são necessariamente as mais caras, mas as que têm melhor avaliação junto ao MEC.

A gente tem duas boas sugestões de onde encontrar bons cursos:

 

 Veja também:

Quanto custa estudar Relações Internacionais

Como está sua preparação para encarar as notas de corte de Relações Públicas? Conte para a gente nos comentários!