Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque uma bolsa

    Compare preços e escolha a bolsa de estudos que seja sua cara.


  2. Garanta a bolsa

    Pague a adesão para garantir sua bolsa.


  3. Tamo junto na próxima fase.

    Agora é só fazer o processo seletivo e se matricular na faculdade.


Cursos

Qual o salário de um médico?

19 de fevereiro de 2018
Imagem do autor
Escrito porRedação

Além de ser o campeão de concorrência nos vestibulares, o curso de medicina também está entre as formações de nível superior que pagam os melhores salários no País.

+ Encontre bolsas de estudo de até 80%

Mas, você sabe exatamente quanto ganha um profissional da medicina? E qual o salário de um médico que acabou de se formar? Com tanta gente se formando todo ano, como está o mercado de trabalho para médicos?

Confira, no artigo a seguir, o que dizem as pesquisas sobre o salário de medicina no Brasil.

Veja também:
+ As Profissões na Área da Saúde mais bem pagas

Qual o salário de um médico em início de carreira?

A carreira do médico começa pelo menos seis anos depois que ele entrou na faculdade.

O primeiro salário do médico recém-formado, muitas vezes, é o de médico residente, caso consiga uma residência remunerada. A residência médica é obrigatória para aqueles médicos que pretendem se especializar em alguma área (cardiologia, pediatria, traumatologia, medicina da família, entre muitas outras) e funciona como uma pós-graduação. Ela pode ser feita em hospitais públicos ou privados e a prova é bastante concorrida, sendo considerada um “segundo vestibular”.

Os médicos residentes do SUS ganham uma bolsa de aproximadamente R$ 4.106,09 e a duração dessa especialização é de dois anos.

Veja também:

+ Conheça os cursos mais bem pagos na área da saúde

Qual o piso salarial do médico?

Os médicos não possuem um piso salarial único em todo o País. A Federação Nacional dos Médicos (Fenam) recomenda um salário mínimo de R$ R$ 17.742,78 para 20 horas semanais de trabalho. Porém, é apenas uma recomendação, sem a força de uma lei.

Na prática, o piso salarial dos médicos pode ser bem menor do que o mínimo recomendado pela Fenam e muitos médicos, principalmente em início de carreira, combinam plantões e consultas em dois ou mais hospitais e clínicas.

Em geral, as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste têm maiores salários para médicos. O Distrito Federal e o Paraná são os estados que pagam os maiores pisos salariais: R$ 8.471,07, R$ 8.361,97, respectivamente, para uma jornada de 20 horas por semana.

Qual o salário médio de um médico?

O salário do médico varia muito de acordo com a região do País, a especialidade médica, o tempo de experiência, a qualificação profissional e o regime de trabalho (consultório próprio, saúde pública ou privada).

Em média, um médico brasileiro ganha R$ 7.180 mil, segundo o site da Quero Bolsa, que inclui desde médicos em início de carreira até aqueles que já se aposentaram.

O site de empregos Catho divulga a média salarial nacional para algumas especialidades médicas, sem especificar a quantidade de horas trabalhadas:

Ginecologista: R$ 6.204

Clínica Geral: R$ R$ 7.338

Psiquiatra: R$ 5.869

Administrador Hospitalar: R$ 2.800

Coordenador Médico: R$ 14.705,64

Qual o salário de um médico de hospital público?

Os maiores salários para médicos da rede pública estão no Distrito Federal, com média de quase R$ 17 mil, podendo chegar a até R$ 70 mil (dados do Portal de Transparência do Governo).

Em São Paulo, os médicos da rede pública estadual têm o piso de R$ 5.240,59

Existem inúmeros concursos em andamento para contratar médicos na rede pública, principalmente nas prefeituras. Os valores variam de pouco mais de R$ 1 mil até R$ 20 mil.

Para trabalhar na rede pública (municipal, estadual ou federal), o médico precisa passar por concurso.

Como está o mercado de trabalho para médicos no Brasil?

Todo ano, mais de 16 mil médicos se formam no Brasil, que tem ao todo mais de 500 mil profissionais registrados, de acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM). Mesmo assim, o mercado ainda não está saturado e existem muitas possibilidades de atuação para esses profissionais no País.

Quando se forma, o profissional já pode se registrar no Conselho Regional de Medicina de seu estado como clínico geral e o registro de especialista só pode ser obtido depois de fazer uma residência ou especialização reconhecida. São 54 especialidades médicas reconhecidas no Brasil.

De acordo com a pesquisa realizada pelo CFM em 2018, as especialidades que concentram o maior número de médicos, com 74% dos profissionais registrados, são:

1. Clínica Médica

2. Pediatria

3. Cirurgia Geral

4. Ginecologia e Obstetrícia

5. Anestesiologia

6. Medicina do Trabalho,

8. Ortopedia e Traumatologia

9. Cardiologia

10. Oftalmologia

10. Radiologia e Diagnóstico por Imagem

Além de atuar em seu próprio consultório ou clínica, o médico pode atuar em clínicas e hospitais privados, trabalhar na rede pública de saúde, ou ainda se especializar em administração hospitalar e gerenciar estabelecimentos de saúde particulares e públicos. A medicina é a profissão com maior taxa de empregabilidade no Brasil, segundo a pesquisa do Ipea, com quase 100% de ocupação.

Onde estudar Medicina

Veja algumas faculdades de Medicina reconhecidas pelo MEC:

Todas elas trabalham com facilidades como bolsas de estudos, parcelamento/financiamento das mensalidades, descontos e convênios.

Veja também

Os 40 cursos mais bem remunerados

Você vai fazer Medicina? O que achou do salário dos médicos? Conte para a gente nos comentários!

Facul sem treta? É aqui mesmo!
Facul sem treta? É aqui mesmo!

Estude nas melhores sem sair de casa

As melhores faculdades com ofertas super especiais para você começar a estudar sem sair de casa.