Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque uma bolsa

    Compare preços e escolha a bolsa de estudos que seja sua cara.


  2. Garanta a bolsa

    Pague a adesão para garantir sua bolsa.


  3. Tamo junto na próxima fase.

    Agora é só fazer o processo seletivo e se matricular na faculdade.


Dicas

Quem foi Clarice Lispector?

13 de outubro
Quem foi Clarice Lispector? Vida, obras e legado
Imagem do autor
Escrito porBárbara Liz

Em mais uma edição do nosso “Quem foi?”, é dia de receber uma das imigrantes favoritas do território brasileiro. Um dos grande nomes da literatura nacional, uma pensadora e artista que atrai leitores de todos os tipos. É hora de saber mais da história de Clarice Lispector.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Vamos viajar pelos dias da infância, até a partida desta autora tão renomada, que trouxe questionamentos acerca da profundidade da existência, o que é a humanidade e suas relações. Venha saber mais sobre Clarice, suas obras e o incrível patrimônio que ela nos deixou.

Veja mais:
+ Escritoras Brasileiras: Conheça 6 grandes nomes da literatura!
+ Quem é Conceição Evaristo? Conheça este nome da literatura


Breve Biografia

Clarice Lispector, nascida Chaya Pinkhasivna Lispector foi uma renomada escritora brasileira do século XX, nascida em 1920 na Ucrânia e criada no Brasil desde a infância, quando sua família imigrou para escapar das perseguições na Europa. Ao longo de sua carreira, ela se destacou não apenas como escritora, mas também como jornalista e tradutora.

Clarice estudou Direito na Universidade Federal do Rio de Janeiro e se formou em 1943. No entanto, seu verdadeiro interesse sempre foi a escrita. Ela começou a trabalhar como jornalista e publicou seu primeiro romance, “Perto do Coração Selvagem,” enquanto ainda estava na faculdade.

Ela se casou com Maury Gurgel Valente, um diplomata brasileiro, em 1943. Devido à carreira de seu marido, ela viveu em várias cidades ao redor do mundo, incluindo Nápoles, Berna e Washington, D.C. O casal teve dois filhos, Pedro e Paulo. Sua vida nômade influenciou sua escrita e sua sensação de deslocamento muitas vezes é refletida em sua obra.

Clarice ganhou reconhecimento como escritora ao longo de sua carreira, com obras que exploravam a interioridade e a complexidade da experiência humana. Sua escrita inovadora e poética chamou a atenção de críticos literários e leitores, e ela se tornou uma das vozes mais importantes da literatura brasileira.

A autora faleceu em 9 de dezembro de 1977, um dia antes de seu 57º aniversário, em decorrência de um câncer. Sua morte prematura deixou uma lacuna na literatura brasileira, mas sua obra continua a ser lida e celebrada.

Legado dos textos de Clarice

Sua obra literária é caracterizada por uma prosa profunda e introspectiva, frequentemente abordando temas relacionados à identidade, à existência humana e à complexidade das emoções. Seu primeiro romance, “Perto do Coração Selvagem,” publicado em 1943, já revelou sua habilidade única para explorar a psicologia de seus personagens de maneira profunda e poética.

O legado de Clarice Lispector é significativo, tanto no Brasil quanto no cenário literário mundial. Sua influência na literatura contemporânea é inegável, e suas obras continuam a ser lidas e estudadas em escolas e universidades.

Ela é considerada uma das maiores escritoras do século XX e é admirada por sua capacidade de explorar as complexidades da experiência humana com uma sensibilidade única.

Embora sua escrita seja densa e filosófica, Clarice Lispector também conquistou uma ampla base de fãs e é frequentemente mencionada como uma “diva pop” da literatura. Isso se deve ao fato de que suas obras atraem leitores de diferentes idades e origens, e sua influência transcende as fronteiras da literatura, deixando um impacto duradouro na cultura popular.

Clarice Lispector é uma figura literária icônica que deixou uma marca indelével na literatura brasileira e internacional. Sua escrita singular e seu profundo entendimento da condição humana continuam a inspirar e cativar leitores em todo o mundo, solidificando seu lugar como uma das grandes vozes da literatura do século XX.

Confira mais:
+ Semântica: o que é, para que serve, características e exemplos
+ Quem foi Milton Santos? Vida, trabalhos e geografia


Principais obras de Clarice Lispector

Entre suas principais obras, destacam-se “A Maçã no Escuro,” “A Hora da Estrela,” e “A Paixão Segundo G.H.” Sua escrita é conhecida por desafiar as fronteiras entre a realidade e a imaginação, muitas vezes deixando os leitores em um estado de contemplação profunda.

Conheça um pouco mais sobre algumas de suas obras:

  1. “Perto do Coração Selvagem” (1943)
    • Este é o primeiro romance de Clarice Lispector e é frequentemente considerado uma obra inovadora na literatura brasileira. O livro narra a história de Joana, uma jovem que lida com questões de identidade, amor e alienação.

  2. “A Maçã no Escuro” (1961)
    • Este romance segue a vida de Martim, um homem que comete um assassinato e foge para o interior do Brasil. A obra explora temas como a culpa, a solidão e a busca pela redenção.

  3. “A Hora da Estrela” (1977)
    • Este é um dos romances mais conhecidos de Clarice Lispector. Conta a história de Macabéa, uma mulher nordestina pobre que se muda para o Rio de Janeiro em busca de uma vida melhor. O livro é uma reflexão profunda sobre a condição humana e a escrita.

  4. “A Paixão Segundo G.H.” (1964)
    • Neste livro, a protagonista, G.H., mata uma barata em seu apartamento e isso desencadeia uma jornada introspectiva e filosófica sobre sua própria existência. A obra é uma exploração intensa da consciência e da identidade.

  5. “Laços de Família” (1960)
    • Este é um livro de contos que aborda várias facetas das relações familiares e pessoais. Cada história revela as complexidades das emoções humanas e a profundidade das conexões familiares.

  6. “Felicidade Clandestina” (1971)
    • Esta coletânea de contos é marcada pela sensibilidade de Clarice Lispector ao explorar a infância, a memória e a busca pela felicidade em pequenos momentos do cotidiano.

  7. “Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres” (1969)
    • Este romance segue a jornada de Lóri, uma mulher em busca de sua identidade e do prazer na vida. O livro aborda temas como amor, aprendizado e autodescoberta.

  8. “Água Viva” (1973)
    • “Água Viva” é uma obra experimental, mais próxima de um fluxo de consciência do que de uma narrativa convencional. A protagonista explora a arte, a linguagem e a natureza da existência em uma série de reflexões fragmentadas e líricas.

Confira também:
+ Percy Jackson e os Olimpianos: livro vs mitologia original
+ Quem foi H. P. Lovecraft? – Vida, obras e legado

Facul sem treta? É aqui mesmo!
Facul sem treta? É aqui mesmo!

Estude nas melhores sem sair de casa

As melhores faculdades com ofertas super especiais para você começar a estudar sem sair de casa.