Os cursos de Graduação Tecnológica, ou cursos de tecnólogo, existem no Brasil desde o começo de 1960. Com duração mínima de dois e máxima de três anos, essa graduação superior tem sido cada vez mais procurada. Confira aqui as vantagens de fazer um curso de tecnólogo.

[Ache os cursos e faculdades ideais para você.]

Vantagens do Curso de Tecnólogo

A formação rápida é uma das maiores vantagens do curso de graduação tecnológica. A duração varia de dois a três anos e a carga horária depende do projeto pedagógico do curso, podendo ser de 1600 a 2400 horas, mais as atividades extras, trabalho de conclusão do curso (TCC) e estágio.

Os cursos de tecnólogo têm uma duração mais curta porque estão focados nos aspectos práticos da profissão desejada. Com isso, proporcionam uma inserção mais rápida no mercado de trabalho. A formação é voltada para a investigação, o desenvolvimento e a aplicação prática de ferramentas e processos no mercado de trabalho.

O redirecionamento profissional é outro benefício desse tipo de graduação. Há uma grande procura por cursos de tecnólogos por parte de pessoas que já estão no mercado de trabalho, mas ainda não têm diploma superior, desejam valorizar o currículo, ou mesmo gostariam de fazer uma mudança de carreira. Por serem mais curtos e mais focados na prática, podem ser uma boa opção para quem tem uma ideia definida de carreira.

Os cursos de tecnólogo, ao contrário do que muitos pensam, não são cursos técnicos. Ao concluir uma graduação tecnológica, o aluno recebe um diploma de nível superior e pode, inclusive, utilizá-lo para ingressar em programas de pós-graduação do tipo lato sensu (especialização) e stricto sensu (mestrado e doutorado). O diploma também vale como comprovação de formação superior para  prestar concursos públicos. Quem conclui o curso de graduação tecnológica recebe o título de Tecnólogo.

Cursos Mais Procurados e Salários

O primeiro curso de tecnólogo do Brasil foi oferecido em 1969 pela FATEC de São Paulo. Era um curso de Construção Civil nas modalidades: Edifícios, Obras Hidráulicas e Pavimentação, que foi reconhecido pelo MEC em 1973. Seis anos depois, o MEC mudou a legislação e em 1980 esses cursos deixaram de existir. Mas em 1998 eles voltaram a ser oferecidos, com nova legislação e a partir daí a oferta não parou de crescer. E a procura também.

Segundo dados do censo de educação superior, realizado pelo MEC, o número de alunos matriculados nos cursos de graduação tecnológica cresceu de 81,3 mil para 421 mil entre 2002 e 2008. No Estado de São Paulo, um em cada quatro estudantes que entram na faculdade escolhem o curso de tecnólogo, também de acordo com o censo de educação superior de 2010. Eles representam 16% da oferta de cursos superiores no Brasil.

Pesquisas da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) de 2008, em que foram consultadas empresas de Curitiba, indicam que 43% das admissões em postos de trabalho da cidade poderiam ser atendidas por tecnólogos.

Já um estudo da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) projeta um déficit de trabalhadores do segmento de até 200 mil em 2013. Os cursos de tecnólogo na área de Tecnologia da Informação, que seguem no topo dos mais procurados, podem ser uma boa opção para quem quiser aproveitar as oportunidades desse mercado.

Além dos cursos ligados à área de Tecnologia da Informação, também são bastante procuradas as graduações tecnológicas em:

  • Gastronomia
  • Automação Industrial
  • Radiologia
  • Química
  • Meio Ambiente
  • Agronegócios
  • Gestão de Recursos Humanos
O salário inicial para os profissionais que concluem esses cursos estão por volta de R$ 2 mil.

Oferta de Cursos de Tecnólogo no Brasil

Embora muitas pessoas associem os cursos de tecnólogo à área de tecnologia, por ter sido pioneira na oferta dessa formação, atualmente pode-se encontrar cursos de graduação tecnológica nos mais variados setores, com diversos cursos específicos. Entre as grandes áreas de conhecimento que oferecem cursos de tecnólogo, podemos destacar:

  • Ambiente e Saúde
  • Apoio Escolar
  • Controle e Processos Industriais
  • Gestão e Negócios
  • Hospitalidade e Lazer
  • Informação e Comunicação
  • Infraestrutura
  • Militar
  • Produção Alimentícia
  • Produção Cultural e Design
  • Produção Industrial
  • Recursos Naturais
  • Segurança
O MEC publica, desde 2006, um catálogo com todos os tipos de curso de tecnólogo disponíveis no Brasil. O mais recente pode ser encontrado aqui.

Cuidados ao Escolher um Curso de Tecnólogo

Uma vez tomada a decisão de seguir uma graduação tecnológica, em determinada área de conhecimento e em um curso específico, é importante tomar alguns cuidados.

O primeiro e mais importante deles é descobrir se o curso de tecnólogo que você deseja fazer é reconhecido pelo MEC. Para isso, consulte o portal da instituição aqui.

Após certificar-se de que o curso é reconhecido pelo MEC, procure saber mais sobre a instituição. Pesquise a reputação do curso no mercado, visite as instalações e, se possível, converse com alunos e ex-alunos.

Dessa forma você aumenta as chances de investir em um curso de tecnólogo que atenda suas expectativas e seja proveitoso para seu plano de carreira.