Direito é uma das profissões mais desejadas do Brasil! A possibilidade de ganhar bons salários e um mercado de atuação diversificado atraem milhões de estudantes todos os anos para esta graduação.

O resultado aparece na concorrência dos cursos, quase sempre alta. Nas universidades públicas, às vezes o número de pessoas disputando a mesma vaga em Direito chega ao segundo lugar, perdendo apenas para Medicina.

A boa notícia é que o Brasil possui o maior número de faculdades de Direito do mundo, o que ajuda a diversificar bastante as mensalidades do curso. De Norte a Sul é possível encontrar valores compatíveis com todos os bolsos: de R$ 350 a até mais de R$ 4.000, dependendo da instituição.

Vamos dar exemplos de mensalidades em todo o país e ainda contar como estudar Direito com qualidade pagando menos. Confira!

Mensalidades de Direito

Cursar Direito em uma faculdade particular vai exigir um investimento médio de R$ 800 por mês. No entanto, o valor pode variar imensamente, dependendo da instituição e da região onde o curso é oferecido.

Uma curiosidade que você vai constatar mais adiante: o Estado de São Paulo tem a faculdade de Direito mais cara e a mais barata do Brasil.

Descubra a seguir quanto custa estudar Direito em diversas universidades privadas pelo País:

Cursos de Direito com mensalidades mais baixas:

São Paulo (SP)

Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas Santa Rita de Cássia (FACEAS)

Valor: R$ 350

Londrina (PR)

Faculdade Norte Paranaense (UNINORTE)

Valor: R$ 350

Juiz de Fora (MG)

Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC)

Valor: R$ 450

Goiânia (GO)

Faculdade Lions (FAC-Lions)

Valor: R$ 500

Arapiraca (AL)

Instituto de Ensino Superior Santa Cecília (IESC)

Valor: R$ 600

Cursos de Direito com mensalidades dentro da média:

João Pessoa (PB)

Faculdade Paraibana (FAP)

Valor: R$ 700

Campos Dos Goytacazes (RJ)

Universidade Estácio de Sá (UNESA)

Valor: R$ 750

Caxias (MA)

Faculdade do Vale do Itapecuru (FAI)

Valor: R$ 850

Cursos de Direito com mensalidades mais altas:

Salvador (BA)

Faculdade Unime (UNIME)

Valor: R$ 1.000

Belo Horizonte (MG)

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS)

Valor: R$ 1.300

Lajeado (RS)

Centro Universitário Univates (UNIVATES)

Valor: R$ 1.800

Rio De Janeiro (RJ)

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

Valor: R$ 2.500

São Paulo (SP)

Escola de Direito de São Paulo (DIREITO GV)

Valor: R$ 4.200

Curso de Direito a distância

O Ministério da Educação ainda não aprovou nenhum curso de Direito a distância. Esta seria uma opção interessante para quem quer economizar ainda mais, já que as graduações nessa modalidade geralmente são bem mais em conta, sem falar na economia com deslocamentos e alimentação.

Dá para estudar Direito pagando menos?

Com certeza! Se as mensalidades das faculdades de Direito na sua cidade estão acima do seu orçamento, não desista! O Governo Federal possui dois programas de incentivo à formação superior no Brasil que podem ajudá-lo:

ProUni

O Programa Universidade Para Todos dá bolsas de estudo para estudantes de baixa renda que tiveram um bom desempenho no Enem. Para concorrer, é preciso ter obtido pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota acima de zero na redação.

Só pode participar quem tiver renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa e cumprir as demais regras do Programa.

FIES

O FIES é um financiamento estudantil a juros baixos e prazo de pagamento a perder de vista. Para concorrer a esse benefício, é preciso ter se saído bem no Enem, com um mínimo de 450 pontos na média das provas objetivas e nota acima de zero na redação. É preciso ainda se enquadrar no requisito de renda familiar.

Bolsas, descontos, convênios e financiamentos das próprias faculdades

Em nossa pesquisa, encontramos ótimas faculdades que têm suas próprias iniciativas para facilitar a vida financeira dos estudantes. Vale a pena procurar essa informação junto à instituição do seu interesse.

Selecionamos algumas faculdades de Direito reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que participam do ProUni e do FIES, além de trabalharem com descontos, convênios, bolsas e financiamentos sem burocracia:

Veja também:

Que nota preciso tirar no Enem pra passar em Direito?

Animado para fazer uma faculdade de Direito? As dicas foram úteis para você? Conte para a gente nos comentários!