Você sabia que existem diferentes tipos de juízes? Essas autoridades do Poder Judiciário trabalham na Justiça Comum ou na Justiça Especial. 

Se você pretende ser juiz, precisa ficar por dentro dos salários da Magistratura. Veja, a seguir, quanto ganha um juiz, quais são os locais de trabalho e qual faculdade fazer para seguir carreira jurídica.

Quanto ganha um juiz: os salários da Magistratura

A remuneração desse profissional varia conforme sua esfera de atuação (Justiça Comum ou Justiça Especializada) e estado onde trabalha. 

Juízes da Justiça Comum trabalham na Justiça Estadual ou na Justiça Federal. Veja o salário de juízes, com bases nos dados* do Conselho Nacional de Justiça (CNJ):

  • Juiz Estadual e Juiz Federal: R$ 33.689,11

* Valores referentes ao salário de 2019 de juízes que atuam no TJRJ e no TRF1. Para verificar os valores dos magistrados de outros tribunais, acesse o Painel CNJ.

Já os magistrados da Justiça Especializada trabalham na Justiça do Trabalho, Justiça Eleitoral ou Justiça Militar. Segundo dados** do CNJ, estes são os salários dos juízes:

  • Juiz do Trabalho: de R$ 35.462,22 
  • Juiz Militar: R$ 33.689,11
  • Juiz Eleitoral: de R$ 3.413,83 a R$ 8.085,39

Não se espante com a remuneração do juiz eleitoral. Esse valor é referente a “Direitos Eventuais”. Geralmente, o juiz eleitoral é um magistrado estadual ou federal designado para ocupar o cargo por 2 anos no TRE. Por isso, ele recebe somente uma complementação ao seu salário base.

**Valores são referentes ao salário de 2019 de juízes que atuam no TRT10, TJMMG e TRERJ. Para verificar os salários dos magistrados de outros tribunais, acesse o Painel CNJ.

Onde trabalha um juiz

Magistrados da Justiça Comum trabalham nos seguintes locais:

  • Supremo Tribunal Federal
  • Tribunais Regionais Federais 
  • Superior Tribunal de Justiça
  • Tribunais de Justiça
  • Tribunais dos estados, do Distrito Federal e dos territórios.

Já os magistrados da Justiça Especializada atuam nos espaços abaixo:

  • Superior Tribunal Militar
  • Tribunal Superior do Trabalho
  • Tribunal Superior Eleitoral
  • Tribunais Regionais do Trabalho
  • Tribunais Regionais Eleitorais

O que estudar para ser um juiz

Para seguir carreira como juiz é necessário:

  • Ter diploma de Bacharel em Direito
  • Ter 3 anos de atividades jurídicas
  • Ser aprovado no concurso para Magistratura

Não precisar ter a carteira da OAB. Um analista judicial que trabalhou 3 anos em um tribunal, por exemplo, já pode fazer o concurso para exercer o cargo de juiz. 

Portanto, o primeiro passo é conquistar seu diploma universitário. O Bacharelado em Direito é o curso certo para isso. Essa graduação é ofertada somente na modalidade presencial e dura cerca de 5 anos.

Durante o curso, o estudante de Direito aprende as seguintes atividades:

  • Atuar na compreensão dos sistemas de direito e de justiça nas dimensões interna e internacional.
  • Atuar no enfrentamento dos mecanismos judiciais e extrajudiciais de soluções de conflitos.
  • Atuar em diferentes instâncias sociais e institucionais, se expressar em linguagem clara e precisa, além de tomar decisões fundamentadas.
  • Utilizar as fontes de Direito (leis, artigos, livros, sistemas de informações eletrônicos) para acompanhar as mudanças legislativas, de interpretação, aplicação e criação de direitos, além de trabalhar individual e coletivamente para a solução de problemas jurídicos. 
  • Adaptar-se às mudanças políticas, sociais e jurídicas em todos os níveis. 
  • Compreender fenômenos políticos, sociais, econômicos, ambientais, culturais e psicológicos, considerando-os para a interpretação e aplicação ao Direito.
  • Ser consciente da dimensão ética das profissões jurídicas e de sua responsabilidade social.

Fonte: Referenciais Curriculares Nacionais dos Cursos de Bacharelado e Licenciatura, MEC, 2010.

Para receber o diploma, é necessário realizar estágios supervisionados obrigatórios e entregar um trabalho de conclusão de curso (TCC) ao final da graduação.

Onde cursar Direito para ser juiz no Brasil

Listamos abaixo algumas faculdades reconhecidas pelo MEC que ofertam o curso de Direito em diferentes regiões brasileiras:

A Anhanguera, por exemplo, possui o programa de empregabilidade chamado Canal Conecta. Nele, a faculdade aproxima estudantes de empresas parceiras que buscam contratar novos funcionários e estagiários. 

Veja também:

Curso de Direito: mercado de trabalho e onde estudar

Agora que você já sabe quanto ganha um juiz, conte para a gente: o que mais chama sua atenção nessa carreira jurídica? Deixe seu comentário!