Não há dúvidas de que algumas das carreiras mais promissoras estão nas áreas de Tecnologia e Computação. 

Um dos cursos mais procurados no setor é o de técnico em Informática. Trata-se de uma formação profissional de nível médio, com 1.200 horas de aulas, distribuídas em pelo menos 3 semestres.

O Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, elaborado pelo Ministério da Educação (MEC), classifica o curso técnico de Informática no eixo Informação e Comunicação, ao lado de cursos como Telecomunicações, Computação Gráfica e Programação de Jogos Digitais.

De acordo com o documento do MEC, as atribuições do profissional técnico em Informática são as seguintes:

  • Instalar sistemas operacionais, aplicativos e periféricos para desktop e servidores.
  • Desenvolver e documentar aplicações para desktop com acesso à internet e a bancos de dados.
  • Realizar a manutenção de computadores de uso geral.
  • Instalar e configurar redes de computadores locais de pequeno porte.

Para se matricular no curso técnico de Informática, é necessário ter concluído o ensino médio ou estar cursando essa etapa escolar. Algumas instituições de ensino podem ter algumas outras exigências, como idade mínima.

Como é o curso técnico em Informática

Se você planeja se matricular em um curso técnico de Informática, prepare-se para aulas teóricas (sobre lógica e fundamentos da computação) e práticas – estas, realizadas em laboratórios ou na frente de computadores. 

O curso prepara o aluno para lidar tanto com os equipamentos físicos (hardware) quanto com programas e aplicativos (software).

De qualquer forma, já é possível encontrar opções desse curso com a maior parte da carga horária em formato EAD (a distância). 

Disciplinas do curso técnico em Informática

Como exemplo, veja a lista de disciplinas do curso técnico em Informática oferecido pela Cruzeiro do Sul Virtual (EAD):

  • Banco de Dados
  • Empreendedorismo
  • Ética e Cidadania
  • Fundamentos de Informática
  • Linguagem de Programação (I e II)
  • Linguagem de Programação para Web
  • Lógica de Programação (I e II)
  • Projeto e Desenvolvimento de Sistemas
  • Projeto Integrador (I e II)
  • Redes de Computadores
  • Técnicas de Programação (I e II)
  • Técnicas de Treinamento e Suporte

Onde fazer curso técnico em Informática

Não é difícil encontrar escolas que possuem o curso técnico em Informática – seja ele integrado ao ensino médio, concomitante (simultâneo) ou sequencial (posterior). 

O curso está disponível em várias instituições de ensino públicas e privadas, em diversas regiões do país. Entre elas, estão as escolas técnicas estaduais (ETEC), institutos federais, unidades do Senai e do Senac e escolas tradicionais da rede particular.

Qualificação e cursos de nível superior

Você sabia que, no Brasil, profissionais com diploma de curso superior (graduação) ganham, em média, mais do que o dobro daqueles que têm apenas o ensino médio? 

Para você ter uma ideia: de acordo com o site de vagas e carreiras Glassdoor, o salário médio dos técnicos em Informática é de R$ 1.815,00 por mês. 

Já os gerentes de Tecnologia da Informação (TI) – profissionais que normalmente têm formação superior – costumam receber entre R$ 5.000,00 e R$ 10.000,00 mensais.

São várias as opções de cursos superiores na área de Computação. O catálogo de cursos técnicos do MEC apresenta uma lista de formações possíveis, nos graus bacharelado e tecnológico. Veja abaixo:

Graduações tecnológicas

São cursos superiores mais rápidos – duração de 2 a 3 anos –, com foco nas demandas do mercado de trabalho. Confira opções:

  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Redes de Computadores
  • Bancos de Dados
  • Gestão de Tecnologia da Informação
  • Jogos Digitais
  • Segurança da Informação
  • Sistemas para Internet

Bacharelados

São cursos superiores mais abrangentes e longos, com duração de 3 a 6 anos. Veja algumas alternativas da área:

  • Ciência da Computação
  • Engenharia da Computação
  • Engenharia de Software

Onde fazer faculdade na área de Informática

Assim como no nível técnico, é grande a oferta de cursos superiores na área de Informática, tanto em instituições particulares quanto na rede pública.

Uma observação importante: ao pesquisar onde estudar, verifique sempre se a universidade de seu interesse é reconhecida e bem avaliada pelo MEC. Apenas instituições credenciadas e com conceitos oficiais positivos emitem diplomas válidos, aceitos tanto pelo mercado de trabalho privado quanto por concursos públicos e programas de pós-graduação. 

A fonte oficial para verificar a situação de um curso ou instituição é o portal e-MEC, do governo federal.

Quer algumas sugestões? Aqui está uma lista de instituições particulares que cumprem todos os requisitos do MEC e têm um extenso leque de cursos superiores em Informática. Para saber mais, clique nos links e navegue pelos sites:

Entre em contato com as universidades acima e informe-se sobre cursos, modalidades de ensino (presencial, semipresencial e EAD) e programas de bolsas e descontos.

Leia também:

Saiba tudo sobre a faculdade de TI e conheça boas opções

Ciência da Computação: curso, carreira e mercado

Você pretende fazer um curso técnico em Informática? Planeja cursar também uma faculdade? Qual? Deixe seu comentário e conte para a gente!