Os cursos de tecnólogo e bacharelado têm em comum o fato de serem graduações de nível superior, oferecidas por universidades públicas e privadas de todo o Brasil. Por serem de nível superior, para ingressar é necessário ter concluído o ensino médio e passar por um processo seletivo, que pode ser o vestibular tradicional, vestibular agendado, Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) ou, em alguns casos, o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

No entanto, as semelhanças entre os cursos de grau tecnológico e bacharelado param por aí. Essas graduações são bem diferentes e é importante conhecer essas diferenças para escolher qual a melhor opção para a sua situação e necessidade.

Conheça as diferenças entre cursos tecnológicos e de bacharelado e entenda suas características para escolher a melhor opção para você!

Diferenças entre tecnólogo e bacharelado

Tanto o curso superior tecnológico (tecnólogo) como o bacharelado conferem ao formando o diploma de nível superior. Eles são encontrados em universidades públicas e privadas de todo o Brasil e precisam ser reconhecidos pelo MEC para que o diploma tenha validade.

São três as principais diferenças entre essas graduações:

  • Duração: o bacharelado pode durar entre 3 e 6 anos. Já o curso de tecnólogo dura entre 2 e 3 anos.
  • Foco: o bacharelado é uma formação mais generalista, enquanto o tecnólogo tem disciplinas mais práticas e voltadas para as necessidades do mercado de trabalho.
  • Tipo de diploma: o curso de bacharelado confere o grau de bacharel, que é obrigatório para o exercício de algumas profissões, como advogado e médico, por exemplo. O curso superior de tecnologia confere o grau de tecnólogo.

Quando escolher curso de bacharelado

O curso de bacharelado é uma formação abrangente que oferece ao aluno uma visão ampla daquela área profissional. Para isso, combina as disciplinas fundamentais de determinada profissão com sólida formação teórica e matérias que cobrem diversas possibilidades dentro de uma mesma área.

No bacharelado em Administração, por exemplo, o aluno estuda matérias de Direito, Administração, Contabilidade, Estatística, Economia, Matemática Financeira e Aplicada, Análise de Investimentos, Marketing, Gestão de Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento, entre outras. Em algumas universidades, pode ainda direcionar seus estudos cursando disciplinas optativas.

Por ser um curso abrangente, o estudante que opta pelo bacharelado não precisa decidir exatamente em qual departamento quer trabalhar, ou qual especialização pretende seguir. Voltando ao exemplo de Administração, o aluno não tem a obrigação de escolher, na época do vestibular, entre trabalhar com Marketing, RH, Finanças ou Investimentos. Ele terá contato com todas essas disciplinas e poderá se especializar em uma delas quando entrar no mercado de trabalho, ou quando decidir fazer uma pós-graduação.

O bacharelado é, portanto, uma boa opção para quem tem uma ideia de qual área do conhecimento prefere, pode investir em média quatro anos para terminar sua formação e pretende ter uma base sólida sobre a qual construirá sua carreira profissional.

O diploma de bacharel é obrigatório para o exercício de algumas profissões, como por exemplo:

  • Engenheiro
  • Farmacêutico
  • Advogado
  • Médico
  • Médico Veterinário
  • Enfermeiro
  • Administrador Público
  • Arquiteto

Quando escolher curso de tecnólogo

O curso superior de tecnologia (tecnólogo) é uma formação focada nas necessidades do mercado de trabalho e forma profissionais qualificados em menos tempo do que um bacharelado.

Esse tipo de formação é ideal para quem já sabe em qual departamento ou área profissional específica deseja trabalhar e precisa entrar no mercado de trabalho rapidamente, com uma boa formação de nível superior. Também é uma boa opção para quem já trabalha, ocupando um cargo de nível médio, e pretende fazer um curso superior para assumir mais responsabilidades em sua área e alcançar um salário melhor.

Quem pretende seguir carreira na área de Tecnologia da Informação (TI), por exemplo, e já sabe qual é a sua vocação, não precisa esperar cinco anos para se formar em Engenharia da Computação. Existem vários cursos de tecnólogo bastante específicos, com duração entre 2 e 3 anos, tais como:

  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Banco de Dados
  • Gestão da Tecnologia da Informação
  • Jogos
  • Segurança da Informação
  • Sistemas de Telecomunicações
  • Sistemas para a Internet

Em vez de fazer um bacharelado em Administração, quem deseja atuar na área de Gestão e Negócios pode fazer um curso de tecnólogo de Marketing, Secretariado, Comércio Exterior, Gestão de RH, Gestão da Qualidade, Gestão Financeira e Gestão Pública, entre outros.

Os cursos de tecnólogo são bastante valorizados no mercado e garantem boa empregabilidade. Mais de 90% dos tecnólogos estão empregados, segundo uma pesquisa desenvolvida pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgada em 2013. As chances de conseguir um emprego na mesma área de formação também são grandes. De acordo com a mesma pesquisa da FGV, 79,5% dos tecnólogos empregados trabalham na mesma área do curso em que se formaram.

Com o diploma de tecnólogo também é possível participar de concursos públicos e seguir os estudos em uma pós-graduação.

Onde encontrar cursos de bacharelado e tecnólogo

São milhares de faculdades públicas e privadas de todo o Brasil que oferecem cursos de bacharelado e de tecnólogo reconhecidos pelo MEC. Veja algumas das principais universidades onde você pode encontrar essas graduações:

 

Veja também:

Qual a diferença entre bacharelado, licenciatura e tecnólogo?

Você vai fazer um curso de bacharelado ou de tecnólogo? Por quê? Conte para a gente aqui nos comentários!