O Programa Universidade para Todos (Prouni) é um programa governamental de inclusão educacional. Criado pelo Ministério da Educação (MEC) em 2004, o Prouni tem como objetivo ajudar estudantes brasileiros de baixa renda a ingressar no curso superior em faculdades particulares. Para isso, oferece bolsas integrais ou parciais aos que se destacarem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

De acordo com a pontuação obtida no Enem e com a renda familiar, o estudante pode conseguir uma bolsa parcial de até 50% da mensalidade ou uma bolsa integral, com todas as mensalidades custeadas pelo governo.

As bolsas são oferecidas em instituições de ensino aprovadas pelo MEC e que aderirem ao programa. A bolsa, seja ela parcial ou integral, é válida durante todo o curso, desde que o estudante mantenha um bom desempenho na faculdade e cumpra com os critérios estabelecidos pelo programa.

Quem pode participar do Prouni?

Para participar do Prouni, o candidato deve corresponder aos seguintes critérios:

  • Ter feito a última edição do Enem e obtido uma pontuação mínima de 450 pontos na prova, além de não ter zerado na redação;
  • Ter cursado o Ensino Básico na rede pública de ensino ou com bolsa de estudo integral em escola particular. O candidato deverá comprovar com documentos durante a matrícula;
  • Como se destina a alunos que não podem pagar as mensalidades do curso, é preciso corresponder ao perfil socioeconômico exigido. Para se candidatar a uma bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar de até 1 salário mínimo e meio por pessoa. Já para a bolsa parcial, o candidato deve ter uma renda familiar de até 3 salários mínimos. O Prouni também reserva algumas vagas para candidatos cotistas;
  • Ser professor de escola pública. Nesse caso, não é preciso comprovar a renda familiar, mas o candidato deve integrar o quadro permanente de professores de uma instituição de ensino. Ter participado da última edição do Enem e obtido a nota mínima exigida também se aplicam aos candidatos professores, que poderão conquistar uma bolsa para cursos de licenciatura;
  • Pessoas com deficiência também podem obter bolsas do Prouni. Mas é necessário apresentar, durante a matrícula na faculdade, documentos que comprovem a situação do aluno, junto com os demais documentos pessoais e o perfil socioeconômico.

Posso complementar a bolsa parcial do Prouni com o FIES?

Caso o candidato conquiste uma bolsa parcial do Prouni mas não tenha condições de pagar  a outra metade, ele pode contar com o apoio do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Para isso, o estudante também precisa se inscrever no FIES e conferir se a instituição de ensino está inscrita nesse programa.

Saiba mais: Descubra como funciona o FIES

Como se inscrever no Prouni?

O Prouni abre inscrições semestralmente, mas as bolsas são oferecidas de acordo com as vagas disponíveis nas instituições de ensino participantes.

A inscrição no Prouni é feita de forma totalmente online, no site oficial do programa. Basta acessar a página de inscrição no período definido no cronograma oficial da edição e efetuar o cadastro de participante. Mas fique atento ao edital e não deixe para a última, pois o prazo de inscrições é bastante apertado.

Caso você não tenha acesso à internet em sua casa, você poderá realizar a inscrição de alguma instituição participante do programa. O MEC estipulou que todas as faculdades do Prouni ofereçam acesso gratuito à internet, para todas as pessoas que desejem se inscrever no programa. É mais uma forma de democratizar o acesso à educação.

Durante a inscrição, tenha em mãos o seu CPF e o número de inscrição da última edição do Enem. Também serão solicitadas as informações do grupo familiar e dados socioeconômicos.

Se você é fã de aplicativos, acompanhe todo o processo do Prouni pelo seu celular. Basta baixar o app oficial do Prouni. Com ele, além de acompanhar cada etapa do programa, você poderá encontrar vagas por curso, local e instituição, além de ter acesso a recursos como simulação da nota de corte e alerta para datas importantes.

O que é a nota de corte do Prouni?

Além da pontuação mínima de 450 pontos na prova do Enem e não ter zerado na redação, para conquistar uma bolsa do Prouni é necessário atingir a nota de corte, ou seja, a nota mínima necessária para cada curso e instituição de ensino.

A nota de corte muda todo ano e varia de acordo com a concorrência para cada faculdade. É uma relação de oferta e demanda. Isto é, se muitos candidatos procurarem por um curso específico, a demanda por ele será maior. Mas se a oferta de vagas para esse curso for baixa, consequentemente a nota de corte será maior. A nota de corte por curso também difere entre as instituições de ensino.

Apesar de variar a cada ano, a nota de corte costuma ser bastante próxima da última edição, o que ajuda os candidatos a terem uma noção sobre a possibilidade de conquistarem uma bolsa em um curso específico.

Veja aqui quais são as notas de corte do ProUni 2021

Como saber o resultado do Prouni?

Depois de finalizado o período de inscrições, o Prouni inicia o processo de classificação de candidatos, de acordo com a pontuação obtida no Enem. Os candidatos com maiores notas vão sendo chamados para realizarem a matrícula no curso e instituição escolhidos.

Quem for selecionado para a primeira opção, não poderá mais concorrer à segunda, pois essa é apenas para aqueles que não atingirem pontuação necessária para a primeira opção indicada na inscrição. Após a primeira chamada, outros candidatos serão chamados para as vagas remanescentes.

Caso um candidato também não seja selecionado na segunda chamada, ele poderá manifestar interesse nas vagas remanescentes e ficar na lista de espera do Prouni.

Acesse aqui para saber mais sobre as vagas remanescentes.

Para conferir o resultado, o candidato deverá acessar o site do programa ou entrar em contato diretamente com a instituição de ensino na qual se inscreveu. Também é possível telefonar para o número 0800-61-61-61.

E se houver empate?

Se dois ou mais candidatos tirarem a mesma pontuação no Enem, o desempate seguirá os seguintes critérios, na ordem apresentada:

  1. Maior nota na Redação; 
  2. Maior nota na prova de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias; 
  3. Maior nota na prova de Matemática e suas Tecnologias;         
  4. Maior nota na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias;       
  5. Maior nota na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

E depois do resultado? Como garantir a bolsa do Prouni?

Após a divulgação dos resultados, o candidato contemplado com uma bolsa parcial ou integral deverá se dirigir, no prazo determinado, diretamente à universidade selecionada.

Na própria instituição de ensino, o aluno deverá apresentar a documentação exigida e fetuar a sua matrícula. As faculdades participantes possuem um coordenador específico para tratar das bolsas do Prouni e auxiliar o estudante em todo o processo.

É possível perder a bolsa do Prouni?

Caso não faça sua matrícula dentro do prazo determinado, o candidato poderá perder a sua bolsa do Prouni, que será concedida a algum candidato da lista de espera.

Depois de matriculado, o aluno terá sua bolsa válida durante todo o curso. Mas deve se atentar para não perdê-la.

Durante o curso, o estudante perderá sua bolsa do Prouni se:

  • Abandonar o semestre;
  • Afastamento não justificado;
  • Tiver um aproveitamento acadêmico inferior a 75%;
  • Não pagamento das mensalidades não cobertas pela bolsa parcial

Quais faculdades aceitam o Prouni?

Em cada edição do Prouni, ou seja, semestralmente, milhares de faculdades cadastram suas vagas no programa. E todas elas oferecem ensino de qualidade, pois precisam ser aprovadas pelo MEC para participarem do Prouni.

Conheça algumas delas:

Além das bolsas do Prouni, essas que indicamos acima também participam do FIES e possuem outros programas de bolsas de estudo. 

Leia também: Descubra as faculdades que aceitam o ProUni 2021