Imagine fazer um curso que investiga nada menos que todas as formas de vida presentes no planeta, toda a diversidade de plantas, animais aquáticos e terrestres, e os seres humanos. Se já tivéssemos contato com alguma civilização alienígena, com certeza eles seriam estudados também!

A vida e sua composição são os grandes objetos de fascinação das Ciências Biológicas.

O curso, que sempre foi querido pelos brasileiros, está ganhando mais e mais importância no cenário internacional, desafiado a responder à pergunta: como buscaremos formas de nos desenvolvermos enquanto espécie nos próximos anos? E como garantir a biodiversidade e a disponibilidade de recursos no planeta?

Sentiu a responsabilidade?

Se você está decidido a fazer esse curso, conheça agora mesmo a grade curricular de Ciências Biológicas e quais são as melhores faculdades para estudar.

Entenda o curso de Ciências Biológicas

O curso de Ciências Biológicas é de nível superior e tem quatro anos de duração.

Há dois tipos de graduação que os interessados podem escolher: a licenciatura e o bacharelado.

Licenciaturas são as mais fáceis de encontrar. Elas formam os professores que darão aula de Biologia em escolas das redes de ensino fundamental e médio.

Os bacharelados preparam profissionais que atuarão num mercado mais amplo de Biologia (que a gente vai falar mais adiante).

Em ambos, os estudantes vão conhecer todos os fundamentos da área, desde a escala microscópica até a classificação geral das espécies. É um universo e tanto a ser explorado!

O curso é recheado de atividades práticas em salas de aula, laboratórios e visitas técnicas. Ao longo de pelo menos oito semestres, o estudante não vai se queixar de tédio.

Quanto ao mercado de trabalho para quem faz Ciências Biológicas, ele está de braços abertos para licenciados e bacharéis quem se aventuram por áreas-chave para a sobrevivência futura da humanidade, como:

  • Ecologia
  • Biologia Marinha
  • Gestão Ambiental
  • Recuperação de áreas degradadas
  • Pesquisa com células-tronco
  • Estudos de impacto ambiental
  • Bioinformática
  • Preservação dos oceanos
  • Biologia Molecular
  • Botânica
  • Controle de Pragas
  • Genética e Biotecnologia
  • Zoologia
  • Pesquisa científica
  • Reprodução animal

Os biólogos trabalham em diversos setores econômicos. Entre alguns dos maiores empregadores, destacamos os institutos de pesquisa, a indústria (alimentícia, agropecuária, farmacêutica, fertilizantes), empresas de biotecnologia, laboratórios de análises clínicas, agências ligadas ao meio ambiente (fiscalização sanitária, tratamento de água, dejetos industriais, etc.), reservas florestais, fundações, autarquias, museus, zoológicos, consultorias, criadouros de animais, escolas e centros de formação.

A grade curricular de Ciências Biológicas

Você viu existe a licenciatura e o bacharelado em Ciências Biológicas. A grade curricular entre eles é levemente diferente.

O bacharelado tem mais foco em disciplinas específicas (como anatomia, ecologia e biologia celular), enquanto a licenciatura tem uma relação maior de conhecimentos voltados à prática de ensino.

A gente mostra um exemplo de cada a seguir:

Grade curricular do bacharelado em Ciências Biológicas

  • Biofísica
  • Anatomia e Morfologia Vegetal
  • Ecologia Geral
  • Anatomia Humana
  • Biologia Celular
  • Populações e Comunidades
  • Bioquímica
  • Fisiologia Vegetal
  • Genética
  • Biogeografia
  • Biologia Molecular
  • Educação Ambiental
  • Direito Ambiental
  • Filogenia e Evolução
  • Comportamento Animal
  • Paleontologia
  • Microbiologia Ambiental
  • Avaliação de Impacto Ambiental e Biomonitoramento
  • Biologia da Conservação
  • Embriologia

Grade curricular da licenciatura em Ciências Biológicas

  • Didática
  • Microbiologia Básica e Ambiental
  • Anatomia Humana
  • Zoologia
  • Evolução e Conservação das Espécies
  • Ensino de Ciências
  • Parasitologia
  • Gestão Ambiental e Responsabilidade Social
  • Fisiologia
  • Metodologia de Pesquisa
  • Genética
  • Educação Ambiental
  • Prática de Ensino de Biologia
  • Imunologia
  • Botânica
  • Bioética e Mundo Natural
  • Psicologia da Educação
  • Histologia
  • Bioquímica

A grade curricular dos cursos de Ciências Biológicas a distância é diferente?

Bom, na maioria das faculdades que oferecem o curso nesse formato, as grades são bastante parecidas com as dos presenciais, às vezes mudando uma disciplina ou outra.

Por lei, os cursos de Biologia devem apresentar um conjunto de conhecimentos essenciais aos futuros profissionais, independentemente do formato de ensino.

O curso de Ciências Biológicas, inclusive no EAD, tem estágio curricular obrigatório e exige que os alunos apresentem um trabalho de conclusão para se formarem.

Onde estudar Ciências Biológicas

Mais de 600 faculdades brasileiras oferecem o curso de Ciências Biológicas. Desse total, pouco mais de um terço são instituições públicas. A grande maioria está mesmo na rede privada de ensino.

Os cursos de licenciatura são os que oferecem a maior quantidade de vagas por ano: cerca de 73 mil, contra 43 mil do bacharelado. O volume é impressionante e, pelo visto, tem vaga pra todo mundo!

O Brasil inteiro contabiliza cerca de 80 mil estudantes de licenciatura em Ciências Biológicas e pouco mais de 35 mil matriculados no bacharelado. Como forma de aumentar as chances no mercado de trabalho, muita gente opta pelos dois tipos de formação.

O campo de atuação do biólogo é bastante concorrido. Por vezes é preciso disputar vagas de trabalho com engenheiros ambientais, engenheiros florestais e gestores ambientais.

Para entrar no mercado com um bom diferencial é preciso garantir uma formação básica de qualidade. O primeiro passo para isso é investir em faculdades que sejam reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC.

A gente trouxe algumas instituições bem conhecidas onde você encontra Ciências Biológicas na modalidade presencial ou a distância:

Veja também:

Conheça as faculdades de Medicina mais baratas do Brasil

Pensando em fazer Ciências Biológicas? Prefere o bacharelado ou a licenciatura? Conte para a gente nos comentários!