Você é ousado, criativo, consegue trabalhar bem sob pressão, tem facilidade em lidar com as pessoas e talento para se comunicar? Já parou para pensar que pode se dar muito bem seguindo carreira em Publicidade?

Publicitários são profissionais que influenciam e formam opiniões em seu público-alvo. Usam os meios de comunicação para estimular o consumo de produtos e serviços ou para vender ideias.

Eles buscam o melhor jeito de estabelecer a comunicação entre a marca e o consumidor final. Mas como isso é feito e em quais áreas o profissional de Publicidade pode atuar? Vamos responder a essas perguntas a seguir!

O que faz um publicitário

A área de atuação mais conhecida dentro da Publicidade é a criação de campanhas. A gente nem imagina, mas por trás de um anúncio ou comercial há toda uma cadeia de profissionais para assegurar o sucesso do projeto. Veja a seguir as etapas desse processo:

Atendimento: É o elo entre o cliente e a agência Sua função é reunir o maior número possível de informações para criar uma campanha de sucesso. Entre elas destacam-se, por exemplo, identificar as características do produto que devem ser ressaltadas e que objetivos a empresa pretende cumprir com a campanha.

Planejamento: A equipe define o que será comunicado, de que forma, qual será a abordagem, a linguagem e os argumentos que serão utilizados.

Mídia: Feito o planejamento, o pessoal dessa equipe escolhe os veículos de comunicação mais adequados para difundir uma campanha, negocia a compra de espaço para anúncios em outdoors, TVs, revistas e internet, define horários e tempo de veiculação.

Criação: O objetivo desse time é criar campanhas publicitárias com base nos dados coletados pelo atendimento e as diretrizes do planejamento. O processo envolve a escolha da arte, a redação do texto, a criação de vídeos, filmes, anúncios para jornais e revistas, outdoors, etc.

O departamento de criação é responsável por definir todo o visual da campanha e confeccionar as peças publicitárias: as imagens, a ordem em que elas aparecem, os jingles e roteiros. Também orienta os profissionais que vão executá-las (músicos, fotógrafos, diretores, etc.)

Há muito trabalho envolvido no processo de uma campanha publicitária, além da “criação”. Isso é só uma amostra do que um profissional de Publicidade pode fazer!

Você ainda pode se aventurar nas seguintes áreas, por exemplo:

Campanhas políticas: Envolve a criação da imagem do candidato. É função do publicitário definir desde a roupa do político até o tom de sua campanha, para fazer com que as mensagens estejam alinhadas com as propostas de governo.

Pesquisas mercadológicas: O profissional identifica tendências, analisa o comportamento do consumidor e mede a receptividade do produto junto à clientela.

Redes sociais: Essa é uma área que está sendo muito explorada pelas agências. O foco aqui é publicidade em redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, etc.). O publicitário define as estratégias de divulgação em cada rede, o tipo de conteúdo que vai ser veiculado, etc.

Docência: Se você gosta de dar aulas, pode seguir carreira acadêmica. Para isso é preciso investir em formação, correr atrás de mestrado ou doutorado.

O mercado de trabalho na área de Publicidade

Com a crise econômica que o Brasil está enfrentando, as agências sofreram um corte de cerca de 10% em suas receitas. No entanto, nem tudo está perdido! O mercado tem boa demanda, principalmente na área de publicidade para internet, redes sociais e conteúdo mobile (campanhas para celulares e tablets).

Outro fator positivo é que um mercado competitivo leva as empresas a investirem mais em propaganda.

A Associação Brasileira de Agências de Propaganda (ABAP) estima que 75% dos profissionais da área estão em São Paulo. No entanto, com a expansão de empresas por todo o País, várias oportunidades estão surgindo em outros estados. Para se destacar em meio a um mercado tão competitivo, é muito importante uma especialização.

Também é fundamental dominar o inglês e, se possível, um outro idioma. Muitas agências estão fazendo fusões com grupos de comunicação internacionais e, nessa situação, destaca-se quem consegue se expressar em outra língua e se integrar mais rapidamente à nova equipe.

Vamos falar de remuneração? Segundo o Sindicato Nacional das Agências de Propaganda do Estado de São Paulo (Sinapro-SP), a cidade de São Paulo é a que mais absorve os profissionais do ramo, liderando o ranking de melhor remuneração, com média salarial de R$ 6.700 em grandes agências e R$ 5.700 em agências de menor porte.

Normalmente o salário inicial de um publicitário gira em torno de R$ 2.000. Lembra o que falamos sobre especialização? Aposte em uma para conquistar seu espaço. Um diretor de arte pode chegar a ganhar R$ 9.500 em uma grande agência, um gerente de mídias sociais pode chegar a R$ 10.800, e um diretor de marketing pode alcançar o salário de R$ 30.000! O auge da carreira depende muito do potencial criativo e desempenho em geral, portanto não é incomum ver jovens em cargos importantes. Use isso a seu favor!

Como se tornar um publicitário

Muitos publicitários têm formação em outras áreas relacionadas à Comunicação, como Jornalismo e Relações Públicas. No entanto, para uma base mais ampla e estar preparado para as demandas cada vez maiores e mais específicas do mercado de trabalho, o mais indicado é cursar Publicidade e Propaganda. Lembre-se de escolher uma instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

O curso de Publicidade

O curso de Publicidade é um bacharelado de quatro anos, com foco em Propaganda, Ambiente Promocional, Planejamento de Comunicação, Criação, Marketing, Varejo e Internet.

A grade curricular é majoritariamente de Humanas, com disciplinas técnicas como Fotografia, Redação Publicitária e Computação Gráfica. O aluno também é treinado para atuar em áreas específicas, como Publicidade Política, Comercial e Institucional. Matérias das áreas de Administração e Economia complementam o currículo.

As faculdades costumam exigir um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para conceder o diploma. O estágio não é obrigatório, mas recomendado, uma vez que as agências preferem contratar alguém que já tenha alguma experiência. A melhor época para procurar estágio é a partir do quinto semestre, quando o aluno já tem uma boa base teórica para desenvolver satisfatoriamente tarefas da área.

Onde estudar para se tornar publicitário

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Publicidade:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

Universidade Estácio de Sá (UNESA)

Centro Universitário UNISEB (UNISEB-Estácio)

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

Universidade de Franca (UNIFRAN)

Universidade Norte do Paraná (UNOPAR)

Faculdade Unime (UNIME) – na Bahia

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais

Veja também:

Quanto ganha um publicitário?

Está interessado em seguir carreira no ramo da Publicidade? Conte para a gente nos comentários!