Se você tem curiosidade em saber como as máquinas funcionam, gosta de mexer com o computador e curte assuntos como programação e robótica, então Engenharia de Controle e Automação pode ser o curso ideal. Esta formação ensina a criar e programar equipamentos, ou robôs, que realizam tarefas na linha de produção de uma indústria, substituindo atividades manuais.

O curso tem duração de cinco anos e é de bacharelado. Para se dar bem nessa faculdade, é fundamental se dedicar e ter interesse pelas áreas de maior concentração do currículo: Mecânica, Elétrica e Computação. Entre todas as especialidades da Engenharia, a de Controle e Automação é a mais voltada para o futuro e o uso de novas tecnologias.

Este engenheiro tem vasto campo de trabalho. Além do crescente número de vagas em indústrias de diversos setores, há oportunidades também em empresas de tecnologia e de serviços, em todas as regiões do país.

Conheça melhor o curso de Engenharia de Controle e Automação, onde estudar e as principais atividades desta importante carreira!

O curso de Engenharia de Controle e Automação

Para se sair bem no curso de Engenharia de Controle e Automação é preciso ter aptidão com números, gostar de Matemática e Informática. Como em todas as Engenharias, os dois primeiros anos estão repletos de disciplinas básicas das Ciências Exatas, como Cálculo, Física e Química.

No terceiro ano começam as atividades mais específicas do curso. Entram no currículo matérias de Mecânica, Computação e Eletrônica. As aulas práticas também se tornam mais frequentes. Os alunos aprendem a desenvolver e operar máquinas em laboratórios como os de:

  • Acionamentos Hidráulicos e Pneumáticos
  • Automação da Manufatura
  • Robótica Industrial
  • Mecatrônica
  • Modelagem de Sistemas Automatizados

Para concluir a formação, é obrigatório fazer estágio supervisionado e defender um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Apesar de ser um curso puxado, a procura por Engenharia de Controle e Automação vem crescendo. Há diversas opções de universidades públicas e privadas que oferecem este curso no país. Em muitas destas instituições é equivalente à Engenharia Mecatrônica e aparece com este nome na lista das graduações.

Mas há também universidades que levam em conta algumas diferenças na ênfase dos currículos. Nestes casos, a Engenharia Mecatrônica tem uma concentração maior em Mecânica, enquanto a Engenharia de Controle e Automação dá um enfoque maior à Elétrica. Preste atenção ao currículo da instituição de sua escolha!

É importante saber ainda que a maioria dos cursos de Engenharia de Controle e Automação está disponível apenas na modalidade de ensino presencial. Há uma única graduação a distância reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), oferecida pelo Centro Educacional Anhanguera.

O diploma de bacharel obtido em um curso reconhecido pelo MEC é requisito para o exercício da profissão, assim como o registro profissional no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

O que se estuda no curso de Engenharia de Controle e Automação

A composição do currículo varia de acordo com o enfoque do curso em cada instituição. Confira as disciplinas mais frequentes da graduação em Engenharia de Controle e Automação:

  • Álgebra Linear
  • Algoritmos e Programação
  • Cálculo e Geometria Analítica
  • Circuitos Elétricos
  • Computação Evolutiva
  • Desenho Técnico
  • Elementos de Máquinas
  • Fabricação Auxiliada por Computador
  • Física
  • Eletromagnetismo
  • Geometria Descritiva
  • Laboratório de Controle e Operação de Processos
  • Mecânica Aplicada
  • Mecânica dos Sólidos
  • Microprocessadores
  • Modelagem e Controle de Processos Industriais
  • Planejamento Estratégico da Produção
  • Robótica
  • Sistemas de Automação
  • Sistemas e Sinais
  • Técnicas Digitais
  • Termodinâmica

O que faz o Engenheiro de Controle e Automação

Este engenheiro é essencial para as indústrias. Ele trabalha na busca pela transformação de atividades manuais. É o que chamamos de automação: quando uma linha de produção ou parte dela funciona sem a intervenção humana, agindo apenas pela ação das máquinas e controladores.

Para atingir este objetivo, o engenheiro de controle e automação usa sistemas digitais, cria programas de computador e planeja como será o funcionamento destes processos na prática - sempre com a missão de tornar a produção mais enxuta, eficiente e com menor custo.

Grandes cidades e polos industriais em todas as regiões do país concentram o maior número de vagas de trabalho. Mas além de atuar na indústria, este profissional também pode trabalhar em bancos, desenvolvendo sistemas de segurança da informação, por exemplo, ou seguir a carreira acadêmica e ministrar aulas para faculdades ou cursos técnicos.

Confira as principais atividades profissionais de um engenheiro de controle e automação:

  • Desenvolver ferramentas computacionais.
  • Elaborar e executar projetos de instrumentação, sensores e algoritmos.
  • Modelar, simular e fazer o controle de processos de produção.
  • Fazer estudos de viabilidade técnica e econômica.
  • Padronizar, mensurar e promover o controle de qualidade de produtos.
  • Instalar, configurar e inspecionar sistemas e equipamentos.
  • Elaborar documentação técnica.
  • Dar aulas em instituições de ensino.

Onde estudar Engenharia de Controle e Automação

O reconhecimento do MEC é o que garante a validade do seu diploma no mercado de trabalho. Confira algumas das principais universidades do país autorizadas a oferecer o curso de Engenharia de Controle e Automação:

Privadas:

Públicas:

Você pode consultar todos os cursos de Engenharia de Controle e Automação reconhecidos pelo MEC no portal e-MEC. http://emec.mec.gov.br

Veja também:

Engenharia

Ficou interessado em cursar Engenharia de Controle e Automação? Conte para a gente nos comentários!