Se a curiosidade é uma de suas características e se você gosta da linguagem em todas as suas vertentes – escrita, oral, audiovisual –, talvez o curso de Comunicação Social se encaixe como uma luva no seu perfil.

O leque de opções nessa área é grande. Dentro do “guarda-chuva” da Comunicação Social encontramos habilitações em Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Cinema, Editoração, Comunicação Digital, Rádio, TV e Internet, entre outras!

E há também dois possíveis graus de formação: bacharelado ou tecnológico. Ambos fornecem diploma superior, mas o foco e a duração dos cursos são diferentes.

Descubra agora mesmo como é a faculdade de Comunicação Social, suas possibilidades de enfoque e diploma, quais as principais matérias e onde estudar!

Quais são as habilitações de Comunicação Social?

Um dos diferenciais da graduação em Comunicação Social é que ela se divide em várias habilitações.

Um jornalista, um publicitário, um produtor de audiovisuais e um profissional de marketing, por exemplo, são comunicadores sociais – todos eles utilizam técnicas para se comunicar de alguma maneira com a sociedade.

Vamos dar uma olhada no que fazem os profissionais formados em algumas das habilitações de Comunicação Social mais procuradas.

  • Jornalismo: o jornalista coleta informações e as transmite em forma de notícias ou artigos, em jornais, revistas, rádio, televisão, internet e informativos empresariais. A linguagem tem que ser adequada ao público e ao meio de comunicação, e o compromisso com a veracidade deve pautar sua atuação.
  • Publicidade e Propaganda: o publicitário promove produtos e serviços, trabalhando a comunicação para públicos específicos. A mensagem deve convencer o consumidor sobre as vantagens dos itens divulgados. Trabalha estrategicamente com textos e imagens em vários formatos e para diversos meios.
  • Relações Públicas: o profissional pode trabalhar para empresas, equipes esportivas, partidos políticos, artistas e toda instituição ou pessoa física que queira promover sua imagem perante o público. O trabalho se constitui em conhecer a fundo o cliente e saber traduzir em mensagens positivas e linguagem adequada todos os seus atributos e ações.
  • Comunicação Mercadológica: o profissional de marketing deve conhecer bem seu cliente e o mercado em que atua, para poder traçar estratégias que posicionem o produto, serviço ou marca na mente do consumidor. Pode trabalhar em empresas ou como consultor, inclusive para pessoas físicas – artistas, políticos, esportistas etc.
  • Cinema e Audiovisual: cria e produz filmes e audiovisuais para cinema, televisão e internet. O profissional pode atuar com a redação de roteiros, concepção e preparação de cenários, direção de atores e edição de som e imagem. O foco do trabalho pode ser mais artístico ou empresarial.
  • Comunicação Digital: o curso é relativamente novo e forma profissionais especializados nas técnicas da comunicação para meios digitais. Além das matérias básicas dos cursos de Comunicação Social, o aluno adquire conhecimentos sobre tecnologia que permitirão planejar, criar e executar projetos de portais, redes sociais e aplicativos.
  • Editoração: o profissional de Editoração atua com a criação, planejamento e produção de publicações impressas ou digitais. Pode trabalhar em editoras, portais de internet e em meios de comunicação. O trabalho é minucioso e inclui a seleção de títulos, tratamento de textos, definição de formatos e materiais, viabilidade comercial dos projetos e distribuição.
  • Rádio, TV e Internet: é um curso abrangente, que prepara o profissional para atuar em toda a cadeia produtiva de emissoras de rádio e televisão e portais da internet. Criar, produzir, editar, dirigir e definir programações, sempre de acordo com o público e em linguagem adequada, são algumas de suas tarefas.
Todos esses cursos de Comunicação Social que acabamos de citar são oferecidos no grau de bacharelado – suas grades curriculares são amplas e fornecem aos alunos conhecimentos para atuarem em diversas áreas da habilitação escolhida. Normalmente, a duração é de quatro anos.

Antes de prestar o vestibular, você já deve ter definido a área que quer. Geralmente, o ingresso é feito em um curso com habilitação específica. Por exemplo: “Comunicação Social – Jornalismo”, “Comunicação Social – Relações Públicas”, e assim por diante.

Eventualmente, pode haver o caso em que o aluno ingressa em Comunicação Social, passa por dois anos de ciclo básico de disciplinas e depois escolhe a habilitação que vai seguir.

O mais indicado mesmo é pesquisar no site da faculdade ou entrar em contato diretamente para verificar como funciona o sistema na instituição em que você deseja estudar.

Se estiver em dúvida sobre qual habilitação seguir, uma dica é consultar as grades curriculares dos cursos no site das faculdades, para ver se as matérias têm a ver com aquilo que você estava esperando.

Cursos superiores de tecnologia em Comunicação Social

Uma alternativa ao bacharelado são os cursos de tecnologia. Eles também têm nível universitário, mas podem ser feitos em muito menos tempo: a duração costuma ser de dois a três anos.

Os cursos superiores de tecnologia (também chamados de tecnológicos ou tecnólogos) têm um caráter mais prático e focado em uma atividade específica dentro da profissão. Por exemplo, quem se forma em Fotografia atuará provavelmente tirando fotos para publicidade ou jornalismo.

Embora a área de trabalho de um tecnólogo pareça mais restrita, o que se observa é que os formados têm alta empregabilidade. Eles são considerados especialistas em seu setor e podem ocupar nichos bem definidos no mercado de trabalho.

As graduações tecnológicas recebem também muitos alunos que já são profissionais atuantes em suas áreas e precisam de um diploma superior de forma rápida para poder avançar na carreira.

Veja algumas opções de tecnólogos ligados à área de Comunicação Social:

  • Comunicação Institucional
  • Design de Animação
  • Design Gráfico
  • Eventos
  • Fotografia
  • Jogos Digitais
  • Marketing
  • Produção Audiovisual
  • Produção Gráfica
  • Produção Multimídia
  • Produção Publicitária

O que se estuda em Comunicação Social?

A ordem das matérias pode mudar de acordo com o programa curricular, mas o que observamos com bastante frequência é que o início do curso se concentra em duas vertentes. Uma delas dá uma visão geral de algumas matérias da área de Humanas que são importantes para os futuros comunicadores. Sociologia, Antropologia, Psicologia, Economia, Política e Administração são exemplos do que o aluno pode encontrar.

Paralelamente, já começam também as disciplinas teóricas da Comunicação, como Semiótica, Teorias da Comunicação, História da Arte, Língua Portuguesa Aplicada, entre outras.

Na segunda metade do curso aparecem matérias mais específicas. Aí, a variedade é muito grande. Dependendo da graduação escolhida, o aluno estudará, por exemplo, Redação Publicitária, Redação Jornalística, Organização de Eventos, Fotografia, etc.

É nessa fase também que ganham força as matérias práticas realizadas em laboratórios de design e fotografia e estúdios de edição de vídeo e áudio. Trabalhos em grupo também são uma constante nas graduações em Comunicação Social.

Os últimos períodos são dedicados à elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e à realização dos estágios curriculares (quando houver essa exigência).

Faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem Comunicação Social

A oferta de Comunicação Social nas universidades brasileiras é muito grande. Mas como escolher a faculdade ideal entre tantas opções?

A primeira providência é ver se a instituição é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Somente com o aval do MEC o diploma terá reconhecimento nacional.

A seguir, deixamos uma lista de sugestões com faculdades que oferecem várias habilitações presenciais e a distância e trabalham com cursos tecnológicos e de bacharelado.

Além de todas terem boa avaliação do MEC, contam com outro diferencial importante: nelas, você pode estudar com benefícios financeiros, sejam os governamentais (FIES e ProUni) ou as bolsas de estudo e financiamentos privados. Confira:

Veja também:

Quanto custa estudar Comunicação Social?

O que achou das possibilidades para estudar Comunicação Social? Já fez a sua escolha? Conte tudo aqui para a gente!