O instrumentador cirúrgico é o profissional responsável pelo suprimento do instrumental. É ele quem controla e fornece instrumentos à equipe cirúrgica durante um procedimento.

Também é função desse profissional preparar o ambiente operatório montando e desmontando equipamentos, realizando a assepsia dos materiais e auxiliando os enfermeiros.

Como se tornar um instrumentador cirúrgico

Para atuar nessa profissão, é necessário realizar um curso técnico de nível médio, ministrado por escola oficial ou instituição reconhecida pelo governo federal. Ele deve ser oferecido por conselhos regionais de Enfermagem, sociedades médicas e instituições de formação tecnológica.

Durante o curso, o aluno aprenderá sobre Anatomia, Fisiologia, Microbiologia e atividades específicas do procedimento cirúrgico por meio de aulas teóricas e práticas.

Também entenderá mais sobre regulamentação da profissão; funcionamento e manuseio de materiais e equipamentos cirúrgicos; montagem de mesa cirúrgica; assepsia de materiais e equipamentos; biossegurança e assistência ao paciente no trans e pós-operatório.

Para ficar mais claro como funciona o curso, confira abaixo a grade curricular:

  • Organização hospitalar

  • Técnicas básicas de instrumentação cirúrgica

  • Anatomia e fisiologia humana

  • Microbiologia

  • Hematologia

  • Terminologia

  • Patologia cirúrgica

  • Proteção e prevenção nas ações de saúde

  • Procedimentos em centro cirúrgico

  • Primeiros socorros

  • Psicologia hospitalar

  • Ética profissional

  • Paramentação cirúrgica

  • Assistência ao paciente cirúrgico

  • Anestesiologia

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em cirurgia geral

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em ginecologia e obstetrícia

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em urologia

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em cirurgia plástica

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em neurocirurgia

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em cirurgia vascular

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em cirurgia cardíaca

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em cirurgia torácica

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em ortopedia

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em videolaparoscopia

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em oftalmologia

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em otorrinolaringologia

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em cirurgia de cabeça e pescoço

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em cirurgia oncológica

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em cirurgia pediátrica

  • Técnicas de instrumentação cirúrgica em cirurgia robótica

Pré-requisitos para realizar o curso de instrumentador cirúrgico

Em algumas instituições, é exigido ter apenas o ensino médio. No entanto, na maioria das escolas é necessário que o aluno tenha pelo menos a formação técnica em Enfermagem ou o curso de auxiliar de Enfermagem.

Isso porque a instrumentação cirúrgica é ideal para complementar os conhecimentos do enfermeiro, mas pode não ser tão interessante como formação principal. A maioria das empresas prefere contratar profissionais com conhecimento mais amplo.

Por isso, se você tem vontade de se tornar um instrumentador cirúrgico, o caminho mais seguro é realizar um curso de Enfermagem e, após a conclusão dele, iniciar o de instrumentação cirúrgica, a fim de complementar seus conhecimentos.

Como é o curso de Enfermagem

Para realizar o curso técnico de instrumentação cirúrgica, você pode optar por fazer antes o curso técnico ou a faculdade (bacharelado ou tecnólogo) de Enfermagem.

Entretanto, vale ressaltar que o curso técnico de Enfermagem oferece formação de nível médio, enquanto a faculdade é de nível superior. Sendo assim, realizar o bacharelado ou o curso tecnológico garante melhores cargos e salários.

Durante o curso superior de Enfermagem, são ministradas aulas de anatomia, farmacologia, parasitologia, saúde coletiva e saúde da mulher. Administração, sociologia e psicologia também são disciplinas que entram na grade curricular.

A partir do segundo ano, o aluno já começa a atender pacientes e a cuidar de enfermarias. O estágio supervisionado é obrigatório, assim como o trabalho de conclusão de curso.

Onde fazer o curso superior de Enfermagem

Se você decidir fazer a faculdade de Enfermagem antes de iniciar seu curso técnico de instrumentação cirúrgica, pode ficar tranquilo. Como o enfermeiro é um profissional bastante requisitado, muitas faculdades oferecem essa graduação. Portanto, não será difícil encontrar alguma instituição próxima a sua casa para estudar.

Contudo, é importante que antes de começar os estudos, você verifique se a faculdade de seu interesse é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Para ajudar você, separamos abaixo algumas opções de faculdades que são reconhecidas pelo órgão. Além disso, estão localizadas em todos os estados e em lugares de fácil acesso. Contam ainda com programas próprios de bolsas, fazem descontos em mensalidades e aceitam o Enem como forma de ingresso. Confira!

Veja também:

As 10 profissões do futuro

Curso de Enfermagem - saiba mais

Agora você já sabe que para se tornar um instrumentador cirúrgico é necessário fazer um curso técnico. Se for possível, é interessante optar primeiro por estudar Enfermagem.

Então conte para nós se pretende iniciar o curso técnico ou a faculdade de Enfermagem!