Odontologia é um dos cursos mais procurados do país, tanto nas universidades públicas quanto nas particulares. Os motivos para tamanha procura são a boa remuneração e o mercado de trabalho bastante amplo.

Quem pretende estudar Odontologia em uma universidade privada vai encontrar mensalidades em diversas faixas de preço, desde R$ 750 até quase cinco vezes mais que isso: R$ 3.500!

Para ajudá-lo a escolher o curso que melhor cabe no seu bolso, preparamos uma lista com os valores cobrados em diversas faculdades de Odontologia pelo Brasil afora. Confira!

Mensalidade do curso de Odontologia

Há uma imensa variedade de preços nos cursos de Odontologia pelo Brasil. Os valores mudam bastante de acordo com a região e o porte da universidade, mas, na média, o custo mensal para quem quer aprender essa profissão será de aproximadamente R$ 1.700.

Algumas universidades oferecem descontos de pontualidade, que podem chegar a até 20% do valor da mensalidade. É uma prática relativamente comum e que alivia um pouco a conta no final do mês.

Veja a seguir quanto custa a mensalidade de Odontologia em uma universidade privada: 

Mensalidades até R$ 1.200

Mensalidades de R$ 1.200 a R$ 1.600

Mensalidades de R$ 1.600 a R$ 2.000

Mensalidades acima de R$ 2.000

Por que a mensalidade de Odontologia varia tanto?

Com valores que começam em R$ 750 e chegam a R$ 3.500, as mensalidades de Odontologia estão entre as mais variadas do mercado.

Por que isso acontece? Tudo depende da infraestrutura oferecida pela faculdade e da demanda pelo curso na região.

Em nossa pesquisa, as faculdades mais baratas estão localizadas nos estados do Amazonas, Goiás e Rio de Janeiro. As mais caras concentram-se em Santa Catarina, Mato Grosso e Rio Grande do Sul. 

No estado de São Paulo encontramos as maiores diferenças:  é possível fazer Odontologia pagando desde R$ 930 até mais de R$ 3.000 por mês!

O que encarece qualquer curso da área de Saúde é a quantidade de equipamentos específicos necessários para o desenvolvimento do curso e o nível de especialização do corpo docente. Boa parte das aulas de Odontologia é realizada em laboratórios, utilizando materiais da área, que muitas vezes precisam ser importados. Tudo isso tem custos de aquisição e manutenção altos, que se refletem na mensalidade.

Retorno do investimento

Apontada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) como a segunda carreira mais rentável do país, logo atrás de Medicina, a Odontologia moderna vai muito além de tratar dentes. A profissão evoluiu muito nos últimos anos e hoje lida também com distúrbios relacionados às estruturas de toda a face, boca e pescoço.

Ou seja: com uma área de atuação maior, os ganhos seguem o mesmo ritmo. Os custos investidos na graduação acabam tendo um retorno positivo mais adiante, poucos anos depois que o profissional inicia sua carreira.

Alternativas às mensalidades do curso de Odontologia

A universidade onde você quer estudar cobra mais do que você pode pagar pelo curso de Odontologia? Pois saiba que existem pelo menos duas boas saídas para resolver esse problema.

A primeira é verificar se a universidade participa do Programa Universidade para Todos (ProUni). Caso positivo, você poderá concorrer a uma bolsa integral ou parcial para fazer o curso. O ProUni exige que o candidato se encaixe em alguns critérios de renda e de desempenho no Enem (provas objetivas e redação).

Conheça melhor o ProUni

A outra opção é tentar o financiamento estudantil do governo federal – o FIES. Com juros mais baixos que os praticados no mercado e a facilidade de só começar a pagar depois da formatura, é uma saída interessante para quem quer investir na carreira.

 Conheça melhor o FIES

Veja também:

Curso de Odontologia

Vai tentar o curso de Odontologia em uma universidade particular? Compartilhe suas impressões sobre as mensalidades conosco!