A principal área de atuação do biomédico é o laboratório. Esse profissional é capaz de estudar a fundo uma doença, pensar na melhor forma de diagnosticá-la e até mesmo desenvolver um medicamento ou vacina. Para se dar bem na Biomedicina, portanto, é essencial o gosto pela ciência e pesquisa.

Outras áreas em que o profissional formado em Biomedicina pode atuar são: indústria cosmética, indústria alimentícia, laboratórios que lidam com reprodução humana, manipulação genética, e até no setor público, principalmente em agências de vigilância sanitária, como a Anvisa.

A Biomedicina é uma área do conhecimento razoavelmente nova, por isso nem todo mundo sabe como é a profissão – muito menos como é o curso!

Para ajudar a entender como funciona – e descobrir se essa é mesmo a sua praia – preparamos o guia a seguir. Nele você vai descobrir o que se estuda em Biomedicina e ainda conhecer algumas boas faculdades onde iniciar essa carreira. Confira!

Matérias do curso de Biomedicina

O curso de Biomedicina dura quatro anos e as matérias estudadas pertencem, em sua maioria, às Ciências Biológicas. O estágio é obrigatório e ao final da graduação o aluno deve entregar um Trabalho de Conclusão do Curso (TCC). Dependendo da faculdade, terá também que cumprir uma quantidade de horas em atividades complementares, que podem ser cursos livres, palestras, simpósios, eventos, monitorias na faculdade, envolvimento com a bateria ou a atlética, serviço voluntário, etc.

Vamos às principais matérias de Biomedicina e o que se estuda em cada uma delas. Lembramos que os nomes das disciplinas e a ordem em que aparecem podem variar bastante. No entanto, o conteúdo geralmente é o mesmo. Conheça:

Anatomia Humana: Estuda todos os sistemas e estruturas que compõem o corpo humano.

Bioestatística: Aborda o papel da Estatística na Biomedicina, principalmente no que diz respeito à análise de dados e noções de amostragem e probabilidade.

Bioquímica: Estuda as células e as moléculas: carboidratos, lipídios, aminoácidos, proteínas e ácidos nucleicos. Além disso, estuda o funcionamento químico do fígado, pulmão, rins, ossos, sistema digestório e sangue.

Biossegurança Laboratorial: Como manipular, limpar e descartar adequadamente os materiais laboratoriais e os cuidados que devem ser tomados ao lidar com material humano.

Bromatologia: Ensina a fazer análises por amostragem e interpretar as condições nutricionais de alimentos, além de composições, adulterações, alterações, contaminações e falsificações.

Citologia e Genética: Aspectos gerais das células e suas propriedades, principalmente no que diz respeito à reprodução.

Citopatologia: Técnicas de coleta de material para exames e elaboração de diagnósticos para tratar de enfermidades.

Epidemiologia: Estuda as doenças que afetam a humanidade coletivamente, como se proliferam e formas de realizar o devido tratamento.

Fundamentos de Biomedicina: Apresentação da profissão de biomédico, bem como noções de ética e legislação.

Genética Básica e Médica: Estuda as características passadas por DNA, divisões celulares, propriedades do DNA e a teoria da evolução.

Genética Forense: Como analisar DNA para resolver questões jurídicas ou desvendar crimes, envolvendo desde exames de paternidade até o reconhecimento de cadáveres não identificados, por exemplo.

Gestão Laboratorial e Controle de Qualidade: Planejamento e gestão de laboratórios, incluindo formação da equipe, fundamentos de administração financeira e gestão do espaço físico laboratorial.

Hematologia Médica: Estuda as propriedades do sangue.

Hemoterapia: Como coletar, armazenar e fazer diagnósticos a partir do sangue humano, bem como os tratamentos de saúde que usam essa substância.

Histologia: Estuda os tecidos vivos (órgãos), desde suas estruturas microscópicas até suas composições e funções.

Imagenologia: Estudo das técnicas de radiologia, tomografia, densitometria óssea, ultrassonografia, ressonância magnética, mamografia e outros exames de imagem.

Imunologia para Biomedicina: Como o corpo do hospedeiro interage com o parasita, quais são as células responsáveis pela defesa e quais são as reações que o sistema pode ter quando é atacado.

Microbiologia para Biomedicina: Estuda as características da célula bacteriana.

Parasitologia para Biomedicina: Estuda os principais parasitas e como eles agem no corpo humano.

Patologia: Quais são as principais doenças que afetam o corpo humano e como agir para tratá-las.

Radiobiologia: Aborda os efeitos de diversos tipos de radiação (como ultravioleta, ionizante e radioquímica) no corpo humano.

Uroanálise: Composição, coleta e análise de fluidos corporais como urina e sêmen.

Virologia: Propriedades gerais dos vírus e as respostas mais comuns do corpo do hospedeiro às infecções virais.

Faculdades de Biomedicina reconhecidas pelo MEC

Gostou do que se estuda em Biomedicina? Agora só falta achar a faculdade ideal.

Preparamos uma seleção instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) para você ter a garantia de que seu diploma será válido e aceito no mercado de trabalho.

Por terem o aval do MEC, as faculdades que você verá a seguir também participam do ProUni e do FIES, dois programas governamentais que ajudam quem não tem condições financeiras a bancar os estudos. O ProUni concede bolsas de estudos, enquanto o FIES é um financiamento estudantil com condições facilitadas.

E se você não conseguir o ProUni ou o FIES, fique ainda mais ligado em nossa lista. Todas estas faculdades de Biomedicina têm seus próprios programas de financiamento sem burocracia, descontos e bolsas de estudos. Dê uma olhada:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

Universidade Estácio de Sá (UNESA) 

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 

Universidade de Franca (UNIFRAN) 

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 

Veja também:

Qual é o salário de Biomedicina?

Vai estudar Biomedicina? Já escolheu a faculdade? Conte para a gente aqui nos comentários!