O jornalista tem a importante missão de apurar e produzir notícias de interesse para a sociedade. É um dos cursos mais disputados do Brasil e, embora seja uma área um tanto sobrecarregada, sempre há trabalho para quem está disposto a descobrir novidades.

Os salários dos jornalistas podem chegar a R$ 25.000 em cargos de alta direção em grandes grupos de comunicação.

O crescimento da economia brasileira nos últimos anos deu um gás e tanto na profissão e a entrada do País no circuito dos grandes eventos mundiais (esportes, artes, espetáculos, etc.) ampliou ainda mais as possibilidades de atuação.

O jornalista é por natureza um profissional versátil, que pode trabalhar em inúmeros tipos de empresas e com diversos meios: veículos impressos, televisão, rádio, internet e até dispositivos móveis (celulares e tablets).

Veja qual o salário de um jornalista e onde estão as melhores oportunidades para quem quer se dar bem nesta carreira!

Salário médio de um jornalista

Há uma infinidade de empresas e cargos que um jornalista pode ocupar. Para você ter uma ideia, ele pode ser responsável pela comunicação institucional de uma multinacional ou trabalhar como repórter do jornal do bairro onde vive.

No Brasil, os salários são os mais variados. A média apontada pelo Sine (Site Nacional de Empregos) é de R$ 3.328, partindo de R$ 1.638 para o recém formado e chegando a mais de R$ 6.000 para o mais experiente.

Confira a seguir os diferentes salários de um jornalista de acordo com o tempo de experiência do profissional:

  • Jornalista em início de carreira: de R$ 1.638 a R$ 2.769
  • Com 2 a 4 anos de experiência: de R$ 2.048 a R$ 3.462
  • Com 4 a 6 anos de experiência: de R$ 2.560 a R$ 4.327
  • Com 6 a 8 anos de experiência: de R$ 3.200 a R$ 5.409
  • Mais de 8 anos de experiência: de R$ 4.001 a R$ 6.762

Veja também os salários pagos em outras funções sob responsabilidade deste profissional:

  • Gerente de Jornalismo – entre R$ 6.238 e R$ 15.813
  • Supervisor de Jornalismo – entre R$ 5.623 e R$ 14.255
  • Assessor de Imprensa – entre R$ 4.624 e R$ 11.722
  • Produtor de Jornalismo – entre R$ 4.086 e R$ 10.358
  • Editor de Jornal – entre R$ 2.860 e R$ 5.811
  • Professor de Jornalismo – entre R$ 2.734 e R$ 5.555

Em outra pesquisa, o Guia de Profissões e Salários da Catho lista os setores que têm pago os melhores salários aos jornalistas. São, por ordem:

  • Sindicatos, associações e organizações não-governamentais
  • Prestadoras de serviço
  • Empresas de comunicação

A Catho também faz uma lista com a progressão salarial dos cargos mais tradicionais da profissão. Confira:

  • Estágio em Jornalismo: R$ 844
  • Jornalista Tradicional: R$ 1.989
  • Repórter: R$ 2.390
  • Assessor de Comunicação: R$ 2.583
  • Analista de Comunicação: R$ 3.250
  • Coordenador de Comunicação: R$ 4.491
  • Gerente de Comunicação: R$ 7.898

Já o Love Mondays afirma que um jornalista ganha R$ 3.145, em média. O site traz uma lista de oportunidades com salários que podem ultrapassar os R$ 15.000.

Pela pesquisa, é possível ver que os melhores salários são oferecidos em órgãos públicos, como ministérios, departamento de imprensa do governo estadual, forças armadas e bancos públicos. As oportunidades começam em R$ 7.000 e podem chegar ao dobro disso.

Em segundo lugar, vêm as agências de comunicação e, em terceiro, os veículos tradicionais (jornais e TVs).

Melhores oportunidades para jornalistas

Jornalistas com bom tempo de experiência (10 anos ou mais) e habilidade em gestão de empreendimentos de comunicação têm chances de receber os melhores salários da área.

São cargos que exigem planejamento, acompanhamento e desenvolvimento de projetos de comunicação em diversos meios ou que ajudem a fortalecer a imagem da empresa junto ao mercado.

A comunicação empresarial é uma área quente nesse quesito e os jornalistas que quiserem crescer nesse meio têm que correr atrás de pós-graduações e cursos no exterior, além do domínio obrigatório das línguas inglesa e espanhola.

Quem já está neste ramo pode receber salários de até R$ 25.000!

Veja alguns exemplos de salários extraídos da base de dados do Banco Nacional de Empregos (BNE):

Gerente de Comunicação

Salário médio: R$ 9.765

Salário máximo: R$ 24.755

Consultor de Comunicação

Médio: R$ 4.768

Máximo: R$ 12.087

Piso salarial do jornalista

Os jornalistas não contam com um piso salarial único em todo o Brasil. Quem define os salários são os sindicatos em negociação com as empresas de comunicação.

Os valores diferem bastante pelo Brasil afora. Confira alguns exemplos, de acordo com a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj):

  • Acre: R$ 2.053
  • Bahia: R$ 2.800 (7 horas diárias de trabalho)
  • Ceará: R$ 3.018 (para assessores de imprensa)
  • Distrito Federal: R$ 2.247 (5 horas diárias)
  • Londrina (PR): R$ 2.963
  • Minas Gerais: R$ 1.987 (TVs e produtoras)
  • Paraná: R$ 2.963
  • São Paulo: R$ 2.719 (capital)
  • Tocantins: R$ 2.063

Concurso público para jornalista

Os concursos públicos para jornalista têm sido menos frequentes. No entanto, há boas oportunidades, com valores acima do mercado, em universidades e agências públicas. Confira alguns exemplos:

  • Universidade Estadual de Campinas (Unicamp): R$ 4.735
  • Câmara de Novo Horizonte (SP): R$ 3.711
  • Câmara de Esteio (RS): R$ 3.630
  • Prefeitura de Giruá (RS): R$ 2.119

Onde estudar para ser jornalista

No Brasil, não é obrigatório ter diploma de nível superior para atuar como jornalista. A maioria das empresas, no entanto, prefere contratar profissionais formados na área – afinal, comunicação é coisa séria e um erro qualquer pode causar um prejuízo inestimável à imagem ou ao patrimônio da organização.

O curso de Jornalismo geralmente é apresentado como Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo, tem quatro anos de duração e pode ser encontrado com facilidade nas universidades públicas e privadas por todo o País.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Jornalismo:

Instituições Privadas:

Instituições Públicas:

Veja também:

Faculdade de Jornalismo

Vai fazer jornalismo? O que achou dos salários? Conte para a gente nos comentários!