Além de ser o campeão de concorrência nos vestibulares, o curso de medicina também está entre as formações de nível superior que pagam os melhores salários no País. Mas você sabe exatamente quanto ganha um profissional da medicina? E qual o salário de um médico que acabou de se formar? Com tanta gente se formando todo ano, como está o mercado de trabalho para médicos?

Confira, no artigo a seguir, o que dizem as pesquisas sobre o salário de medicina no Brasil.

Qual o salário de um médico em início de carreira?

A carreira do médico começa pelo menos seis anos depois que ele entrou na faculdade.

O primeiro salário do médico recém-formado, muitas vezes, é o de médico residente, caso consiga uma residência remunerada. A residência médica é obrigatória para aqueles médicos que pretendem se especializar em alguma área (cardiologia, pediatria, traumatologia, medicina da família, entre muitas outras) e funciona como uma pós-graduação. Ela pode ser feita em hospitais públicos ou privados e a prova é bastante concorrida, sendo considerada um “segundo vestibular”.

Os médicos residentes do SUS ganham uma bolsa de aproximadamente R$ 3 mil e a duração dessa especialização é de dois anos.

Qual o piso salarial do médico?

Os médicos não possuem um piso salarial único em todo o País. A Federação Nacional dos Médicos (Fenam) recomenda um salário mínimo de R$ 10.991,19 para 20 horas semanais de trabalho. Porém, é apenas uma recomendação, sem a força de uma lei.

Na prática, o piso salarial dos médicos pode ser bem menor do que o mínimo recomendado pela Fenam e muitos médicos, principalmente em início de carreira, combinam plantões e consultas em dois ou mais hospitais e clínicas.

Em geral, as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste têm maiores salários para médicos. O Distrito Federal e o Paraná são os estados que pagam os maiores pisos salariais: R$ 5.407,25, R$ 5.355,60, respectivamente, para uma jornada de 20 horas por semana. Os menores salários ficam em: Goiás (R$ 1.200,00), Pará (R$ 1.440,00) e Amazonas (R$ 1.500,00), também para jornada de 20 horas semanais (de acordo com sindicatos dos médicos em cada região).

Qual o salário médio de um médico?

O salário do médico varia muito de acordo com a região do País, a especialidade médica, o tempo de experiência, a qualificação profissional e o regime de trabalho (consultório próprio, saúde pública ou privada).

Em média, um médico brasileiro ganha R$ 8,4 mil, segundo levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgado em 2013, que inclui desde médicos em início de carreira até aqueles que já se aposentaram.

O site de empregos Catho divulga a média salarial nacional para algumas especialidades médicas, sem especificar a quantidade de horas trabalhadas:

Ginecologista: R$ 5.763,52

Clínica Geral: R$ 5.506

Psiquiatra: R$ 6.294,01

Administrador Hospitalar: R$ 5.045,01

Coordenador Médico: R$ 8.313,44

Qual o salário de um médico de hospital público?

Os maiores salários para médicos da rede pública estão no Distrito Federal, com média de quase R$ 17 mil, podendo chegar a até R$ 70 mil (dados do Portal de Transparência do Governo).

Em São Paulo, os médicos da rede pública estadual têm o piso de R$ 13,9 mil.

Existem inúmeros concursos em andamento para contratar médicos na rede pública, principalmente nas prefeituras. Os valores variam de pouco mais de R$ 1 mil até R$ 14 mil.

Para trabalhar na rede pública (municipal, estadual ou federal), o médico precisa passar por concurso.

Como está o mercado de trabalho para médicos no Brasil?

Todo ano, mais de 16 mil médicos se formam no Brasil, que tem ao todo quase 400 mil profissionais registrados, de acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM). Mesmo assim, o mercado ainda não está saturado e existem muitas possibilidades de atuação para esses profissionais no País.

Quando se forma, o profissional já pode se registrar no Conselho Regional de Medicina de seu estado como clínico geral e o registro de especialista só pode ser obtido depois de fazer uma residência ou especialização reconhecida. São 53 especialidades médicas reconhecidas no Brasil.

De acordo com o CFM, as especialidades que concentram o maior número de médicos, com 74% dos profissionais registrados, são:

1. Pediatria

2. Ginecologia e Obstetrícia

3. Cirurgia Geral

4. Clínica Médica

5. Anestesiologia

6. Medicina do Trabalho,

7. Cardiologia

8. Ortopedia e Traumatologia

9. Oftalmologia

10. Radiologia e Diagnóstico por Imagem

11. Psiquiatria

12. Dermatologia

13. Otorrinolaringologia

14. Cirurgia Plástica

15. Medicina Intensiva

Além de atuar em seu próprio consultório ou clínica, o médico pode atuar em clínicas e hospitais privados, trabalhar na rede pública de saúde, ou ainda se especializar em administração hospitalar e gerenciar estabelecimentos de saúde particulares e públicos. A medicina é a profissão com maior taxa de empregabilidade no Brasil, segundo a pesquisa do Ipea, com quase 100% de ocupação.

Onde estudar Medicina

Veja algumas faculdades de Medicina reconhecidas pelo MEC:

Todas elas trabalham com facilidades como bolsas de estudos, parcelamento/financiamento das mensalidades, descontos e convênios.

Veja também

Os 40 cursos mais bem remunerados

Você vai fazer Medicina? O que achou do salário dos médicos? Conte para a gente nos comentários!