A lista das áreas em que um biomédico pode atuar, publicada pelo Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), tem mais de 30 itens. Esse profissional, que alia conhecimentos da Biologia e da Medicina, estuda profundamente microrganismos e doenças, além de pesquisar e desenvolver medicamentos e vacinas.

O curso, antigamente chamado de Ciências Biomédicas, está disponível em um bom número de faculdades pelo país.

Se você está pensando em estudar Biomedicina mas tem um pé atrás quanto ao valor da mensalidade, pode respirar aliviado. Algumas faculdades cobram acima de dois salários mínimos, mas os valores variam muito e há opções para estudar pagando bem menos que isso.

Confira nosso guia com o valor das mensalidades de Biomedicina no Brasil. Veja também dicas de descontos e bolsas que vão ajudar você a conquistar o seu diploma sem sufoco!

Preços das faculdades de Biomedicina

Há preços para quase todos os bolsos nas faculdades de Biomedicina. As mais baratas ficam entre os R$ 600 e R$ 700, enquanto as mais caras podem chegar a mais de R$ 2.000. A média fica em torno dos R$ 800.

Essa variação de preços ocorre por diversos fatores, desde a região do país até a infraestrutura oferecida – no caso de Biomedicina, laboratórios bem equipados são fundamentais e podem fazer com que o valor das mensalidades seja um pouco mais alto.

Dentro da mesma faculdade também pode haver variação de preços de acordo com a unidade e o período de estudos (manhã, tarde ou noite).

Apresentamos a seguir o resultado do levantamento de preços das mensalidades de Biomedicina que fizemos em universidades de todo o Brasil. A relação está dividida por faixas de preços.

Faculdade de Biomedicina por menos de R$ 700

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 

• Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU)

• Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (CEUNSP)

• Faculdade de Tecnologia de Teresina (CET)

Faculdade de Biomedicina de R$ 701 a R$ 900

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 

Universidade Estácio de Sá (UNESA) 

• Faculdade Método de São Paulo (FAMESP)

Faculdade de Biomedicina de R$ 901 a R$ 1.100

Universidade de Franca (UNIFRAN) 

• Centro Universitário Amparense (UNIFIA)

• Centro Universitário Jorge Amado (UNIJORGE)

• Faculdade dos Guararapes (FG)

Faculdade de Biomedicina de R$ 1.101 a R$ 1.300

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 

• Centro Universitário de Maringá (UNICESUMAR)

• Escola Superior Madre Celeste (ESMAC)

• Faculdade Mário Schenberg (FMS)

Faculdade de Biomedicina por mais de R$ 1.300

• Faculdade FASIPE

• Faculdades Integradas ICESP

• IBMR Centro Universitário

• Universidade de Mogi das Cruzes (UMC)

Gastos extras para estudar Biomedicina

Além da mensalidade de Biomedicina, outros gastos devem ser colocados na ponta do lápis para compor seu orçamento. Alguns deles são:

Transporte: ir e vir da faculdade é um fato tão óbvio e natural que às vezes nem paramos para pensar que pode gerar um gasto considerável. A não ser que você more ao lado da universidade e vá a pé às aulas, é importante somar os preços das passagens ou do combustível e ver quanto tudo isso dá no final do mês.

Alimentação: mesmo que você não faça grandes refeições na faculdade e redondezas, é provável que acabe tomando pelo menos um café ou um lanche antes, depois ou no intervalo entre as aulas. Prepare-se para esse tipo de despesa também!

Material didático: nesse item, o que mais pesa é a compra de livros. Ainda que você use a biblioteca da faculdade, vai precisar adquirir pelo menos as publicações mais importantes e que poderão ser usadas também no futuro, em sua vida profissional. Além disso, é bom prever gastos com fotocópias e outros materiais de estudo.

Moradia: para quem vai fazer a graduação em outro município, a moradia pode ser um gasto até maior do que o da mensalidade. É importante conhecer antes a cidade, pesquisar os bairros, os preços e as possibilidades de aluguel, pensão, república de estudantes ou alojamento da própria universidade. Não esqueça também os gastos com a mudança e com a eventual compra de algum móvel.

Como estudar Biomedicina pagando menos?

Não é fácil arcar com todos os gastos para se graduar. Por isso separamos algumas dicas de descontos, bolsas de estudo e financiamentos que podem ajudar bastante a manter o orçamento no azul.

O governo, por meio do Ministério da Educação (MEC), tem dois programas de ampliação do acesso ao ensino superior. Veja a seguir se você se encaixa nos requisitos.

Um deles é o Programa Universidade para Todos (ProUni), que concede bolsas de estudo em faculdades particulares. Para participar é preciso cumprir requisitos de renda familiar e escolaridade, além de bom desempenho na edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): pelo menos 450 pontos na média geral das provas e não ter zerado na redação.

Outra opção é o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Neste caso não se trata de bolsas, mas de uma ajuda para bancar as mensalidades do curso – o aluno só começa a quitar a dívida depois de formado. Para concorrer ao benefício é preciso atender aos requisitos de renda familiar e desempenho no Enem – aqui vale qualquer edição a partir de 2010.

Fora essas opções, outro bom lugar para procurar bolsas de estudo são os sites especializados, como o Quero Bolsa e o Educa Mais Brasil. Dá para encontrar promoções em todo o Brasil, com descontos que superam os 70% da mensalidade. O sistema é sem burocracia e o abatimento vale até o final do curso.

Instituições de ensino da rede privada também costumam ter suas próprias políticas de bolsas e descontos. Fique ligado nas oportunidades!

Veja também:

Qual é o salário de Biomedicina?

E então, vai fazer Biomedicina? Conte seus planos para a gente aqui nos comentários!