O interesse pela faculdade de Psicologia vem crescendo bastante nos últimos anos. O mais recente Censo da Educação Superior no Brasil revela que a graduação já é a sétima carreira em número de alunos matriculados.

Na área da saúde, Psicologia fica em segundo lugar no ranking de matrículas, atrás apenas do curso de Enfermagem.

Por menos de R$ 800 ao mês é possível encontrar excelentes faculdades que oferecem graduação em Psicologia. Mesmo não estando entre os mais caros, sabemos que o valor do curso pode pesar no bolso. Mas não é por isso que você vai desistir do seu sonho! Dá para recorrer a financiamentos e bolsas de estudos para concluir a faculdade.

Acompanhe agora os preços para estudar Psicologia, veja quais gastos extras você deve considerar no seu orçamento e confira nossas dicas para estudar pagando menos!

Preços das faculdades de Psicologia

Em nossa pesquisa, encontramos preços bem variados. O mais barato ficou próximo a R$ 700, e o mais caro ultrapassou os R$ 1.600 mensais.

Dentro desse intervalo, a maioria das faculdades de Psicologia tem mensalidades entre R$ 800 a R$ 1.200.

A diferença de preços acontece principalmente por fatores geográficos (cidade ou estado em que se localiza a faculdade), de infraestrutura (salas e laboratórios mais bem equipados, por exemplo) e do nível de formação do corpo docente (cursos com mais professores mestres e doutores tendem a ser mais caros).

A variação dos valores pode ocorrer inclusive em unidades diferentes de uma mesma instituição, e até mesmo segundo o turno de estudos: alguns cursos de Psicologia matutinos, por exemplo, são mais caros do que os noturnos.

Vejamos a seguir a lista feita a partir da nossa pesquisa, que abrangeu universidades de todas as regiões do país, todas elas autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC). Para facilitar sua consulta, a relação está dividida por faixas de preço.

Faculdades de Psicologia por menos de R$ 800

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

• Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO)

• Faculdade Instituto Brasileiro de Gestão e Negócios (FTEC)

Faculdades de Psicologia entre R$ 801 e R$ 1.000

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 

• Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN)

• Centro Universitário Paulistano (UNIPAULISTANA)

Faculdades de Psicologia entre R$ 1.001 e R$ 1.200

Universidade de Franca (UNIFRAN) 

Universidade Estácio de Sá (UNESA) 

• Faculdade de Estudo Administrativos (FEAD)

• Faculdade de Tecnologia Intensiva (FATECI)

Faculdades de Psicologia entre R$ 1.201 e R$ 1.500

• Centro Universitário Farias Brito (FFB)

• Faculdade de Ciências Humanas (ESUDA)

• Faculdade Metropolitana da Amazônia (FAMAZ)

• Faculdade Social da Bahia (FSBA)

Faculdades de Psicologia por mais de R$ 1.500

• Centro Universitário Metodista (IPA)

• Faculdade Católica de Mato Grosso

• Faculdade São Francisco de Assis

• IBMR Centro Universitário

Custos extras para estudar Psicologia

Fora as mensalidades, o estudante tem que prever outros gastos que vão compor seu orçamento mensal. É preciso estar preparado, por exemplo, para os custos de:

Alimentação: antes, depois ou no intervalo entre as aulas, é comum fazer um lanche na faculdade. Pesquise os preços, faça as contas e coloque tudo no seu orçamento para não ser pego de surpresa.

Transporte: outra coisa que vai comendo nosso dinheiro pouco a pouco são as passagens do transporte público. O preço unitário pode parecer baixo, mas somando as idas e vindas de todos os dias do mês, o total pode representar uma fatia considerável do orçamento. Para quem tem carro, é importante prever o gasto com combustível.

Material didático: mesmo que você use bastante a biblioteca da faculdade, é bom prever o gasto com livros – vai precisar adquirir alguns.

Moradia: esse gasto pode até superar o das mensalidades. Além do aluguel, o estudante tem que pensar também nas contas a pagar: água, luz, internet, IPTU etc. Quem mora fora também tem que pensar no supermercado, que gera um gasto mensal considerável.

Formas de pagar menos para estudar Psicologia

Existem várias oportunidades de estudar Psicologia pagando menos: descontos, bolsas de estudo e financiamentos. Damos algumas dicas a seguir.

As próprias instituições de ensino costumam ter programas de incentivo a alunos de baixa renda ou a estudantes que se destacam nas notas. Nesse caso, é preciso consultar a faculdade diretamente para descobrir as possibilidades oferecidas.

Quem já estiver trabalhando pode verificar, junto ao departamento de Recursos Humanos da empresa, se há políticas de bolsas de estudos ou descontos.

Há ainda os sites especializados na oferta de bolsas de estudo. O Quero Bolsa, por exemplo, trabalha com vagas remanescentes das faculdades e oferece bolsas de até 75% de desconto, que duram até a conclusão do curso.

Fora isso, temos também a dica dos programas governamentais. Um deles é o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), que ajuda a pagar as mensalidades durante o curso e o aluno só começa a quitar a dívida depois de formado. Outra opção é o Programa Universidade Para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudo.

Ambos os programas são bem amplos e abrangem faculdades de todas as regiões do país. Para participar é preciso se enquadrar em critérios de renda familiar e desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Veja também:

Curso de Psicologia

E aí, já escolheu a faculdade onde vai estudar Psicologia? Conte para a gente aqui nos comentários!