Quanto ganha um Biólogo

O salário médio inicial para um biólogo é de R$ 2.692,00*. Estes dados são baseados em 970 contratações realizadas entre julho e dezembro de 2014.

Setor público

No setor público há oportunidades sobretudo na área de ensino. No ensino superior há oportunidades com remuneração de R$5.736,27 até R$8.344,64. Estes valores são para cargos com especialização stricto-sensu (mestrado e doutorado) e dedicação exclusiva. Com o plano de carreira do ensino público superior, os valores acima são os iniciais, que serão reajustados até que o profissional chegue ao topo da profissão como professor titular.

Os concursos públicos não são muito comuns. No entanto, com a

crescente preocupação dos governos e da população com a ecologia, muitos

profissionais de Ciências Biológicas estão sendo

chamados para trabalhar em projetos de recuperação de áreas devastadas

ou na elaboração de relatórios de impacto ambiental (RIMA) e estudos de

impacto ambiental (EIA), sobretudo na iniciativa privada.

Setor Privado

O Conselho Regional de Biologia estabelece o piso salarial do profissional com carga horária de 6 horas diárias no valor de 6 salários mínimos (Instrução CFBio N09/2010). Este valor corrigido para o salário mínimo vigente no inicio de 2015 seria equivalente a R$4.728,00.

Há grandes oportunidades de emprego no

setor privado, na indústria farmacêutica, em hospitais e na área de

meio ambiente. A pesquisa médica também ganhou grande impulso nas

últimas décadas, principalmente na área de imunologia e genética. A

biotecnologia é a atual vedete da profissão e vem recebendo investimento

tanto de empresas do setor privado como do setor público.

Mercado de trabalho para o curso de Biologia

O trabalho do biólogo é bem amplo, pois esse profissional atua no desenvolvimento de projetos voltados para a preservação da natureza (animais e plantas), assessora na implantação de projetos de proteção ambiental e na implantação do ISO 14000 nas empresas. Atua, também, na pesquisa científica de instituições públicas e privadas. Trabalha em laboratórios de exames biológicos e patológico. Muitos biólogos desenvolvem suas atividades na área do magistério (ensino fundamental e médio). Trabalha em parques ecológicos, museus e zoológicos. Essa carreira está entre as principais profissões do milênio devido à preocupação com o aquecimento global e com o desenvolvimento sustentável dos países, pois é fundamental para a humanidade que haja equilíbrio entre estas duas partes. Em geral, o mercado de trabalho se resume nessas áreas: laboratórios de análises clínicas, universidades, zoológicos, órgãos públicos, escolas de ensino fundamental e médio e empresas que prestam assessoria ambiental.

Exterior

As oportunidades no exterior são apresentadas através de pesquisas e concursos. Parques e zoológicos também contratam, porém com uma preferência maior para o biólogo da nação.

O curso de Biologia

Ciências Biológicas ou, simplesmente, Biologia tem como ponto de partida a vida. A profissão é extremamente ampla. O curso de Ciências Biológicasestuda

todas as formas de vida, macroscópica ou microscópica. O biólogo

pesquisa a origem, a evolução, a estrutura e o funcionamento dos seres

vivos. Ele analisa as relações entre os diversos seres e o meio

ambiente.

O vasto campo de estudos na graduação permite que, depois de formado,

o profissional siga caminhos diversos, conforme seu interesse. Da

pesquisa com células-tronco ao trabalho ambiental, a

carreira do biólogo é abrangente e promissora em razão, especialmente,

da crescente preocupação em nível mundial com o meio ambiente.

Algumas características profissionais importantes são gostar muito da

natureza (plantas e animais), ter capacidade para trabalhar em equipe,

conhecer os recursos naturais, possuir facilidade em lidar com animais

e interessar-se pela pesquisa científica.

Saiba mais sobre o curso de Biologia!

Você tem alguma experiência no mercado de trabalho de biólogo para compartilhar conosco? Gostou das dicas de emprego nas diversas áreas? Comente e retrate seu ponto de vista abaixo.

*Salariômetro da FIPE - fevereiro 2015.