O profissional formado em um curso técnico em Radiologia pode atuar em vários segmentos dessa área. Atualmente, esse setor envolve uma gama complexa de serviços como, por exemplo, realizar exames radiográficos e preparar o paciente e o ambiente para exames de mamografia, ​tomografia computadorizada, hemodinâmica, ressonância magnética nuclear e densitometria óssea.

Envolve ainda acompanhar a utilização de meios de contraste radiológicos e prestar assistência em procedimentos de radioterapia e medicina nuclear.

Para se tornar um profissional dessa área, você tem duas opções: fazer o curso técnico em Radiologia ou optar por realizar um tecnológico. Não sabe a diferença entre eles? Explicamos melhor abaixo!

Diferença entre curso técnico em Radiologia e o tecnológico

A principal diferença entre o curso técnico e o curso tecnológico é o nível de escolaridade. O curso técnico oferece uma formação de nível médio enquanto o curso tecnológico é uma graduação de nível superior.

Mas essa não é a única diferença, o período de curso também é diferente. O técnico tem duração média de um ano e meio a 2 anos. Já o tecnológico tem prazo de 2 a 3 anos. Além disso, para fazer o curso técnico, algumas instituições exigem que o aluno já tenha se formado no ensino médio. Mas a maioria permite que alunos com apenas com o ensino fundamental façam o curso.

Muitas vezes os alunos do ensino médio optam pelo curso técnico justamente pelo fato de poderem cursá-lo mesmo sem ter concluído a escola. Essa, inclusive, é uma excelente maneira de terminar o ensino médio e já ingressar no mercado de trabalho com uma profissão.

Entretanto, se você já terminou a escola, o tecnológico pode ser uma opção mais interessante, pois, apesar das duas modalidades formarem profissionais capacitados para o mercado de trabalho, os cursos técnicos formam profissionais mais operacionais, enquanto os cursos tecnológicos também permitem que o aluno atue em cargos de gerência. Dessa forma, sua atuação se torna mais ampla.

Interessou-se pelo tecnológico? Então, abaixo vamos explicar melhor sobre ele!

Como é a atuação do tecnólogo em Radiologia

O profissional de Radiologia é responsável por operar equipamentos de diagnóstico por imagem. Esses equipamentos produzem radiografias convencionais ou digitais e são usados tanto pela área médica quanto industrial e de engenharia. Veja abaixo como se dá o uso desses equipamentos em diferentes áreas.

Medicina: neste ramo, os equipamentos de diagnóstico por imagem são fundamentais para que os profissionais da área identifiquem alterações e patologias em órgãos internos do corpo de pacientes.

Engenharia: os aparelhos usados pelo profissional de Radiologia são essenciais para a identificação de estruturas metálicas e tubulações de edifícios que estejam escondidas sob o concreto. Os equipamentos utilizados por esse profissional também podem ajudar a encontrar e corrigir defeitos na construção de aviões.

Como é o curso tecnológico em Radiologia

No início do curso, o aluno se depara com disciplinas como Anatomia e Biologia. Além de disciplinas das áreas de Gestão e Informática que ocupam boa parte da grade curricular.

Dentre os conhecimentos que os alunos aprendem, estão os de como realizar exames de radiologia convencional, tomografia computadorizada e mamografia, entre outros. Também descobrem como utilizar os softwares mais comuns na área.

Por fim, são ministradas aulas de disciplinas relacionadas à Física radiológica. Durante essas aulas, os estudantes aprendem as propriedades da radiação que possibilitam a produção da imagem, bem como a aplicação de campos magnéticos.

Abaixo, vamos mostrar a grade curricular da Cruzeiro do Sul Educacional (Presencial). Dessa forma, você consegue visualizar com mais clareza o que vai aprender no curso.

  • Língua Portuguesa

  • Língua Brasileira de Sinais

  • Física básica e Matemática aplicada

  • Procedimentos de Enfermagem em ambiente hospitalar

  • Processamento de imagens convencionais e digitais

  • Técnicas radiológicas

  • Psicologia em Saúde

  • Controle de qualidade em Radiologia

  • Física radiológica

  • Anatomia radiológica

  • Exames radiológicos contrastados

  • Radiologia odontológica

  • Tomografia computadorizada

  • Epidemiologia e Saúde pública

  • Medicina nuclear

  • Estágio curricular supervisionado em Radiologia I

  • Radiologia veterinária

  • Ética e deontologia

  • Mamografia e densitometria óssea

  • Meios de contraste e hemodinâmica

  • Radioterapia

  • Ultrassonografia e litotripsia extracorpórea

  • Estágio curricular supervisionado em Radiologia II

  • Gestão em Saúde

  • Radiologia industrial

  • Neuroanatomia radiológica

  • Estágio curricular supervisionado em Radiologia III

  • Tecnologias em radiodiagnóstico e terapia

  • Ressonância magnética nuclear

  • Diversidade étnico-cultural

  • Fisiologia humana

  • Anatomia humana

  • Biossegurança e radioproteção

  • Radiobiologia

Onde estudar Radiologia

O profissional de Radiologia é muito requisitado no mercado, portanto não será difícil você encontrar uma faculdade que ofereça esse curso tecnológico. Contudo, é muito importante que você verifique se a instituição em que pretende estudar é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Para te ajudar, selecionamos abaixo alguns faculdades que oferecem o curso e são reconhecidas pelo MEC. Além disso, elas possuem mensalidades bem acessíveis e contam ainda com programas próprios de bolsas e descontos. Confira!

Veja também:

Saiba tudo sobre a faculdade de Radiologia

Radiologia a distância: curso, mercado e onde estudar

Agora que você já sabe tudo sobre o curso técnico em Radiologia e a diferença entre ele e o curso tecnológico, conte para nós qual deles pretende fazer. Aproveite e comente abaixo em qual instituição vai estudar!