O curso de Engenharia de Alimentos tem ganhado uma relevância e tanto nos últimos anos.

O motivo não poderia ser outro: o Brasil, por ser um dos maiores produtores agrícolas e ter uma indústria alimentícia entre as mais expressivas do mundo necessita, e muito, de profissionais capazes de acompanhar todas as etapas de processamento dos alimentos, desde a colheita até a entrega dos produtos nos supermercados . E é justamente isso que o engenheiro de alimentos faz!

O curso ainda não é tão fácil de ser encontrado pelo país. Está disponível em pouco mais de 80 faculdades – a maioria delas na rede pública (onde é mais complicado de conseguir vaga).

Se Engenharia de Alimentos está no seu radar, hoje é seu dia de sorte: vamos ajudar a encontrar a instituição mais próxima. De quebra, ainda explicamos como é o curso e mostramos algumas alternativas de formação. Confira!

Onde estudar Engenharia de Alimentos

Em nossa busca, encontramos 86 faculdades que oferecem o curso de Engenharia de Alimentos com o aval do Ministério da Educação (MEC).

Para facilitar a localização da faculdade mais próxima de você, separamos as instituições que oferecem o curso por região.

Disparada na frente vem a região Sudeste, com 34 faculdades. Depois vem a Sul, com 23, a Nordeste, com 14, a Centro-Oeste com 10 e a Norte, com 5.

Veja se algumas delas está disponível na sua cidade:

Cursos de Engenharia de Alimentos na região Sudeste

• Faculdade das Américas (FAM) - em São Paulo

• Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ)

• Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (UNIFEB)

• Centro Universitário de Adamantina (FAI)

• Centro Universitário de Jaguariúna (FAJ)

• Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia (CEUN-IMT)

• Centro Universitário Padre Anchieta (UNIANCHIETA)

• Centro Universitário Santanna (UNISANT'ANNA)

• Faculdade das Américas (FAM)

• Faculdade de Engenharia de Sorocaba (FACENS)

• Faculdade de Tecnologia Termomecânica (FTT)

• Faculdades Integradas de Fernandópolis (FIFE)

• Faculdades Integradas do Norte de Minas (FUNORTE)

• Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG)

• Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IF SUL DE MINAS)

• União das Faculdades dos Grandes Lagos (UNILAGO)

• Universidade de São Paulo (USP)

• Universidade de Sorocaba (UNISO)

• Universidade de Taubaté (UNITAU)

• Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP)

• Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

• Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

• Universidade Federal de Lavras (UFLA)

• Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

• Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)

• Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ)

• Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

• Universidade Federal de Viçosa (UFV)

• Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

• Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

• Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM)

• Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM)

• Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

• Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP)

• Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES)

Cursos de Engenharia de Alimentos na região Centro-Oeste

• Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG)

• Fundação Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

• Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT)

• Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IF GOIANO)

• Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC GOIÁS)

• Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT)

• Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)

• Universidade Federal de Goiás (UFG)

• Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

• Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO)

Cursos de Engenharia de Alimentos na região Nordeste

• Universidade Federal de Sergipe (UFS)

• Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

• Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

• Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

• Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

• Universidade Federal do Ceará (UFC)

• Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

• Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA)

• Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)

• Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

• Faculdade Boa Viagem (FBV)

• Faculdade Nordeste (FANOR)

• Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)

• Faculdade de Tecnologia de Teresina (FACULDADE CET)

Cursos de Engenharia de Alimentos na região Norte

• Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

• Universidade Federal do Pará (UFPA)

• Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR)

• Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA)

• Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Cursos de Engenharia de Alimentos na região Sul

• Universidade Norte do Paraná (UNOPAR)

• Faculdade Horizontina (FAHOR)

• Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

• Fundação Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA)

• Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense (IF CATARINENSE)

• Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS)

• Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

• Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ)

• Universidade de Caxias do Sul (UCS)

• Universidade de Passo Fundo (UPF)

• Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC)

• Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

• Universidade Estadual de Maringá (UEM)

• Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

• Universidade Estadual do Centro Oeste (UNICENTRO)

• Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

• Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

• Universidade Federal do Paraná (UFPR)

• Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

• Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

• Universidade Regional de Blumenau (FURB)

• Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI)

• Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Como funciona o curso de Engenharia de Alimentos

O curso de Engenharia de Alimentos é um bacharelado e tem cinco anos de duração. Nos dois primeiros anos os alunos terão acesso a uma formação generalista em Engenharia. Depois, nos três anos seguintes, verão matérias mais específicas.

As disciplinas da área tratam das características dos alimentos, desenvolvimento de produtos para a indústria, processo de fabricação, conservação, embalagem, armazenamento, transporte e até comercialização.

Todos os anos são oferecidas mais de 5 mil vagas em todas as faculdades listadas acima. A concorrência média nacional é de 12 candidatos por vaga nas públicas – por isso, é bom caprichar nos estudos!

O curso já tem autorização do MEC para funcionar a distância. Porém, no momento nenhuma faculdade está oferecendo essa opção. Fique ligado, pois podem ser abertas novas turmas nos próximos meses.

Como está o mercado de trabalho para quem faz Engenharia de Alimentos

O mercado de trabalho para quem se forma em Engenharia de Alimentos é bom, com oportunidades principalmente nas indústrias.

A área, no entanto, tem crescido bastante nos últimos anos e o engenheiro de alimentos já é facilmente encontrado também nesses locais:

• Agências de fiscalização

• Auditorias

• Consultorias

• Docência de nível superior

•  Institutos de pesquisa

• Serviço público

Não tem Engenharia de Alimentos na minha cidade. O que faço?

Se você não quer mudar de cidade mas está decidido a fazer um curso superior na área de alimentos, separamos duas sugestões que são bem populares:

Nutrição: O curso de Nutrição é super fácil de ser encontrado – e com certeza deve ter algum aí na sua cidade ou em um município próximo. O bacharelado tem quatro anos de duração e habilita o profissional a prescrever dietas, elaborar cardápios, supervisionar a preparação de comidas, acompanhar processos industriais e usar as propriedades nutricionais de cada alimento para promover a saúde.

Tecnologia em Alimentos: É um curso superior de tecnologia com três anos de duração e foco de atuação muito similar ao de Engenharia de Alimentos. A diferença é que o tecnólogo não pode assinar ou responder por projetos de engenharia na área. De resto, ele pode trabalhar normalmente no beneficiamento, industrialização e comercialização de produtos alimentícios.

O melhor dos dois cursos acima é que ambos são oferecidos também na modalidade a distância, o que amplia muito o acesso em todo o país.

Conheça algumas faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem pelo menos um desses cursos:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) - a distância

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) - a distância

Universidade de Franca (UNIFRAN) - a distância

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 

Veja também:

Que nota preciso tirar no ENEM pra passar em Engenharia

Encontrou a faculdade onde você quer cursar Engenharia de Alimentos ou vai partir para outro curso na área? Conte para a gente aqui nos comentários!