A Antropologia é a ciência que busca entender o mundo ao nosso redor a partir do estudo do homem e seus diferentes costumes.

Engana-se quem pensa que o antropólogo investiga apenas civilizações antigas ou grupos étnicos que vivem isolados, como algumas tribos indígenas. De fato, o estudo destes povos é importante e alguns profissionais escolhem estes temas como pesquisa. Porém, a Antropologia é bem mais do que isso.

Os antropólogos podem se ocupar de temas urbanos e atuais, estudando o comportamento da sociedade moderna. Eles pesquisam, por exemplo, sobre o impacto que a tecnologia exerce nas pessoas ou como a forma de nos comunicarmos está mudando com a internet, redes sociais e aplicativos para o celular.

A maneira como o homem se organiza em grupos sociais e enxerga o mundo é objeto de estudo dos antropólogos. Os recentes protestos políticos que ocorreram pelo Brasil afora, as manifestações de racismo, a luta pelos direitos iguais para casais homossexuais ou a intolerância religiosa são exemplos de acontecimentos que despertam a curiosidade deste profissional.

Entenda como funciona o curso de Antropologia e onde um antropólogo pode trabalhar depois de formado. Veja também onde estudar para se destacar nesta profissão!

Sobre o curso de Antropologia

Quem deseja fazer uma faculdade de Antropologia deve estar preparado para ler bastante e discutir ideias com seus colegas e professores. O curso tem o objetivo de formar profissionais capazes de refletir sobre os acontecimentos da sociedade e ter uma visão crítica sobre ela.

A Antropologia estuda as pessoas, como elas se organizam em sociedade, suas manifestações culturais, comportamentos e costumes.

Durante a faculdade os alunos estudam sobre a história de povos e civilizações antigas, obras de pensadores e antropólogos famosos. Mas o curso não trata apenas deste resgate do passado. Os estudantes são incentivados a observar o mundo ao seu redor, a sociedade moderna e a debater questões bem atuais como racismo, pobreza, guerras, rituais religiosos, superpopulação, sexualidade, gênero e muito mais.

O curso de Antropologia é essencialmente teórico. Boa parte das disciplinas envolve muita leitura e reflexão. As discussões em sala de aula são bastante frequentes. Os estudantes são incentivados a dizerem o que pensam e a ouvirem outros pontos de vista.

O trabalho de um antropólogo está relacionado à pesquisa e ao levantamento de informações. Para investigar os diversos aspectos da sociedade e fazer um estudo sobre determinado grupo social, ele precisa obter a maior quantidade possível de informações.

Boa parte destas informações é obtida através da observação. Durante o curso o aluno tem a oportunidade de visitar algumas comunidades, vivenciar outras culturas e conversar bastante com os membros daqueles grupos específicos.

Ainda na faculdade, o estudante aprende algumas técnicas de pesquisa, como conseguir dados (através de observação, aplicação de questionários ou mesmo leitura de notícias e de estudos já realizados), como elaborar uma análise quantitativa e qualitativa destas informações e como juntar tudo isso em forma de estudos e relatórios que possam ser úteis.

Para terminar a faculdade e receber o diploma de antropólogo, o estudante precisa elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

O que se estuda em Antropologia?

A organização da estrutura curricular de Antropologia depende da instituição de ensino que oferece o curso. O nome das matérias também sofre alterações de uma universidade para a outra.

De um modo geral, estas são algumas das principais disciplinas:

  • Análise Sociológica
  • Antropologia da Religião
  • Antropologia do Consumo
  • Antropologia Política
  • Arqueologia
  • Cultura e Ambiente
  • Etnologia
  • Metodologia de Pesquisa
  • Organização Social
  • Patrimônio Cultural
  • Pensamento Antropológico
  • Pesquisa Etnográfica
  • Poder e Territorialidade
  • Sociologia
  • Teoria Antropológica

Onde um antropólogo pode trabalhar?

Depois de formado, o antropólogo pode trabalhar como professor em universidades ou se dedicar à pesquisa. Ele pode ser contratado por institutos de pesquisa, órgãos públicos, museus, ONGs e demais empresas que necessitam de análises e estudos antropológicos.

Existem diversas áreas dentro da Antropologia que o profissional pode escolher, como por exemplo:

  • Antropologia da Religião – estuda a relação das crenças e rituais religiosos com outros costumes da sociedade.
  • Antropologia Física – estuda os vestígios biológicos de nossas origens, a biodiversidade genética, os diferentes tipos físicos e como se dá a evolução.
  • Antropologia Jurídica – estuda como os homens criam regras e leis para viverem em sociedade, como se formam os sistemas jurídicos e como os homens resolvem seus conflitos.
  • Antropologia Linguística – estuda a natureza da linguagem, como nos comunicamos e a relação entre povos que falam diferentes línguas.
  • Antropologia Médica – estuda fatores comportamentais que influenciam na saúde das pessoas e em seu bem-estar.
  • Antropologia Sociocultural – estuda o comportamento, as crenças, os rituais e as manifestações culturais dos povos.
  • Arqueologia – recupera objetos e artefatos de povos antigos, estuda sua importância e sua relação com a sociedade atual.

Onde estudar Antropologia

Apesar da atuação em Antropologia ser bastante antiga, até pouco tempo atrás não existia um curso de graduação específico nesta área. Quem desejava se tornar antropólogo fazia o curso de Ciências Sociais e depois uma pós-graduação em Antropologia.

Ainda é possível seguir este caminho, mas já existem no Brasil alguns cursos de graduação em Antropologia.

Conheça as principais instituições de ensino credenciadas pelo MEC que oferecem esta graduação:

Veja também:

Ciências Sociais

Você já conhecia a profissão de antropólogo? Ficou interessado em cursar uma faculdade de Antropologia? Conte para a gente aqui nos comentários!