As profissões de arquiteto e designer de interiores possuem várias semelhanças. Talvez por isso geram tantas dúvidas em quem está pensando em seguir uma das carreiras.

Pensando nisso, vamos explicar abaixo as diferenças entre os cursos de Arquitetura e de Design de Interiores. Confira!

Principais diferenças entre Arquitetura e Design de Interiores

Para começar a diferenciar a atuação do arquiteto e do designer de interiores, basta saber que enquanto o primeiro trabalha na parte externa das construções, o segundo atua nos ambientes internos.

O arquiteto trabalha com projetos de construção de diferentes obras. Ele é o responsável pelo desenho do espaço que será construído e, portanto, lida com o paisagismo, urbanismo e várias formas de design.

Já o designer de interiores cuida do bem-estar e do conforto de ambientes internos, como casas, escritórios, clínicas etc.

Ele decora o espaço com base no tipo de ambiente e no estilo do cliente. Pensa em tipos e estilos de móveis para compor cada cômodo, qual a iluminação ideal para o local e como deixar o espaço mais harmonioso. Basicamente, alia design ao conforto, à praticidade e ao gosto do cliente.

Já em relação aos cursos, não apenas as disciplinas são diferentes como a duração da graduação. Enquanto o curso de Arquitetura é uma graduação de grau bacharelado com 4 anos de duração, o de Design de Interiores é um curso superior de grau tecnológico com 2 anos de duração.

Veja abaixo mais informações sobre cada um deles!

Como são os cursos de Arquitetura e Design de Interiores?

A seguir, vamos mostrar as principais disciplinas de cada curso e a carreira em cada área. Dessa forma, você conseguirá ter uma ideia mais clara sobre o que é estudado em cada um deles e qual combina mais com seus interesses e habilidades. Confira!

Como é o curso de Arquitetura

A grade curricular do curso de Arquitetura conta tanto com disciplinas das Ciências Humanas como de Exatas. No primeiro semestre, o aluno se depara com muitas aulas teóricas, como as disciplinas História da Arquitetura, Antropologia, Fundamentos Estéticos e Matemática.

As aulas práticas começam a partir do segundo semestre, quando o aluno começa a ter mais contato com matérias como Construção de Edifícios e Desenho Arquitetônico.

Como boa parte do trabalho do arquiteto é feito por meio de softwares, aulas que ensinam como usar programas que simulam edificações ou ambientes a serem construídos também são ministradas.

Para concluir o curso e obter o diploma, o aluno deve apresentar um TCC (trabalho de conclusão de curso) e fazer estágio.

Como é o curso de Design de Interiores

Por se tratar de um curso de grau tecnológico, grande parte da carga horária é destinada a aulas práticas. A grade curricular conta com aulas sobre técnicas de iluminação e instalação, desenho de móveis, cenografia de interiores, revestimentos e materiais.

Assim como o arquiteto, o designer de interiores também utiliza muito o computador para trabalhar. Portanto, muitas aulas são dedicadas ao ensino de aplicativos e ferramentas digitais. A maioria das faculdades exige o TCC e o estágio dos alunos que cursam Design de Interiores.

Mercado de trabalho para os profissionais de Arquitetura

O arquiteto pode trabalhar tanto com a construção de novos empreendimentos como na reforma de imóveis antigos.

Estados como São Paulo exigem laudos técnicos antes da realização de manutenções em apartamentos, por isso, a contratação de um arquiteto é indispensável ao realizar algumas obras. Nesses casos, o arquiteto é responsável por planejar e acompanhar todas as mudanças que serão feitas.

Mas as oportunidades para esse profissional não se resume a imóveis, também existem opções para atuar com urbanismo.

Muitas prefeituras de cidades menores estão se preocupando cada vez mais com o bem-estar dos habitantes. Isso faz com que elas invistam em revitalizações de praças e criem novos espaços de lazer.

E adivinha: para todos esses projetos saírem do papel é necessário a contratação de arquitetos, cuidarção de toda a execução da obra, até mesmo do paisagismo!

Existem ainda boas opções no litoral do norte e do nordeste do país, pois com o crescimento do turismo nessas regiões, muitas pessoas procuram locais para construir imóveis.

Mercado de trabalho para os profissionais de Design de Interiores

A atuação desse profissional é bem ampla, afinal todos os ambientes precisam e decoração. Geralmente, ele é contratado para trabalhar em escritórios de arquitetura, construtoras, lojas de móveis ou empresas de decoração. Mas outra opção bem legal é cuidar da decoração de eventos.

Trabalhar por conta também é uma forma excelente de seguir essa carreira. Neste caso, o designer de interiores pode montar seu próprio escritório, focar em um segmento e prospectar os próprios clientes.

São Paulo, Porto Alegre e Curitiba oferecem boas oportunidades para esse profissional. Mas como cidades turísticas costumam ter muitos hotéis e resorts, elas também reservam bons empregos.

Onde estudar Arquitetura e Design de Interiores

Agora que você já compreendeu a diferença entre o curso de Arquitetura e Design de Interiores, é hora de procurar uma boa faculdade onde estudar.

Mas antes de qualquer coisa, um aviso: é fundamental que você verifique se a instituição onde deseja estudar é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), pois só assim você terá a certeza de que receberá uma boa formação e seu diploma terá validade no mercado de trabalho. Para saber quais faculdades são reconhecidas, basta acessar o site do MEC.

Abaixo, separamos algumas boas faculdades que são reconhecidas pelo MEC, oferecem programas de bolsas e descontos, possuem mensalidades acessíveis e aceitam a nota do Enem como forma de ingresso. Confira!

Veja também:

Curso de Arquitetura e Urbanismo

Saiba tudo sobre a faculdade de Design de Interiores

Arquitetura e Design de Interiores são duas carreiras bem legais, não é mesmo? Apesar de suas diferenças, elas se complementam. Mas você prefere cuidar da decoração e conforto dos ambientes externos ou da concepção e execução de construções? Comente abaixo por qual curso vai optar!