Enfermagem ocupa, há quase uma década, lugar de destaque entre os cursos mais procurados do Brasil.

Isso talvez se explique pelo próprio perfil da profissão: dinâmica, sem rotina, com oportunidades disponíveis em todas as regiões do país.

A maior missão deste profissional é prestar assistência a pessoas que estão passando por problemas de saúde. A gente costuma encontrá-los em hospitais, clínicas e centros de saúde, mas eles também marcam presença em espaços menos óbvios.

Para entrar na área é preciso se dedicar pra valer aos estudos. O aluno vai ter que investir alguns bons anos até conseguir o tão sonhado diploma.

Este guia é para quem está com o curso de Enfermagem no radar. Nele vamos falar sobre a duração do curso, as alternativas para terminar a formação em menos tempo e ainda apresentar uma lista com faculdades de primeira onde você pode tentar vaga o quanto antes.

Basta rolar a tela e descobrir.

Duração do curso de Enfermagem

Por determinação do Ministério da Educação (MEC), o estudante do bacharelado em Enfermagem vai ter que cumprir 4.000 horas de aula, no mínimo. Isso dá exatos cinco anos de estudos.

Então quem quiser se formar em Enfermagem terá que encarar todo esse tempo de estudos? Sim! Essa é a carga horária definida pelo governo federal e deve ser adotada em todas as instituições de ensino reconhecidas pelo MEC que oferecem o curso. Desconfie se vir cursos superiores de Enfermagem oferecendo formação em tempo recorde.

A pergunta que muita gente deve estar se fazendo agora é: será que dá pra acelerar essas horas e entrar na área em menos tempo? Sim, tem algumas alternativas para isso. Vamos conhecer mais adiante.

Duração do curso de Enfermagem a distância

Enfermagem está se popularizando bastante no formato a distância. A gente sabe que é meio difícil imaginar como um curso com tantas atividades práticas pode ser feito remotamente, mas há uma explicação para isso:

Nesse formato, somente as matérias teóricas do curso podem ser feitas com a ajuda do computador. As práticas são realizadas no polo de apoio, da forma tradicional: presencialmente, com ajuda de professores e tutores, em laboratórios especializados. O aluno deve comparecer ao polo de apoio com certa frequência. Pode ser uma ou mais vezes por semana, dependendo do modelo oferecido pela faculdade.

Os cursos a distância devem ter a mesma carga horária dos presenciais. Portanto, toda graduação em Enfermagem EAD precisa ter 4.000 horas e ser concluída em cinco anos.

Ao final, o diploma pode ser utilizado normalmente para disputar vagas de emprego como enfermeiro, fazer concursos públicos ou dar continuidade aos estudos em cursos de pós-graduação.

O que não pode é fazer um curso sem o reconhecimento do MEC – aí todo o seu investimento de tempo e dinheiro terá sido em vão.

Cursos na área de Enfermagem que podem ser feitos em menos tempo

A Enfermagem tem uma peculiaridade. Ela conta com outros dois níveis de profissionais que desempenham tarefas na mesma área, mas têm formações e responsabilidades diferentes.

Você provavelmente já ouviu falar no auxiliar de Enfermagem e no técnico em Enfermagem. Mas saberia dizer qual a diferença entre eles?

O técnico em Enfermagem é um profissional que ajuda o enfermeiro na realização de procedimentos. Além disso, ele oferece apoio no planejamento de atividades, atua no controle e prevenção de doenças e controla o risco de infecção hospitalar. Todas as suas atividades são realizadas sob a supervisão de um enfermeiro-chefe.

O curso de técnico em Enfermagem tem mais ou menos dois anos de duração e é de nível médio, ou seja, não concede diploma de nível superior.

Já o auxiliar de Enfermagem atua em um campo um pouco mais restrito do que o do técnico. O auxiliar colabora na administração de medicamentos, aplicação de vacinas, nebulização, alimentação, realização de curativos e higiene em pacientes em situação não grave.

O curso de auxiliar também é de nível técnico e dura mais ou menos um ano e meio.

Ambos devem ser feitos em escolas autorizadas pelos conselhos de Enfermagem do estado onde estão disponíveis. Nem o técnico nem o auxiliar podem atuar como bacharéis em Enfermagem.

Sobre o curso de Enfermagem

Embora seja um curso bastante denso, com muito assunto a ser estudado, Enfermagem pode ser feito em apenas um turno (noturno, vespertino ou diurno).

Essa provavelmente é uma boa notícia para quem precisa trabalhar e estudar ao mesmo tempo.

A graduação já começa com uma bela dose de matérias ligadas à Saúde, Psicologia, Química, Biologia e até Direito. Elas irão acompanhar o estudante até o último dia de aulas.

Como a gente já adiantou lá em cima, é uma formação com um perfil “mão na massa”. Ao longo da graduação, o estudante vai ter que fazer muita atividade em laboratórios de Anatomia, Microbiologia, Histologia, Bioquímica, Enfermagem e Técnicas Cirúrgicas.

As práticas clínicas, que ocupam um espaço considerável no curso, vão permitir que o estudante preste assistência a pacientes reais. Elas normalmente acontecem em centros de saúde associados à faculdade, sob a supervisão de um enfermeiro profissional, e começam na segunda metade da graduação.

Os locais que mais empregam enfermeiros são os hospitais, clínicas, centros de saúde e ambulatórios. No entanto, a profissão vem crescendo e expandindo seu alcance. Hoje os enfermeiros podem ser vistos em clubes esportivos, navios cruzeiros, hotéis e resorts de grande porte e em eventos diversos. O atendimento domiciliar é outra área quente para quem pensa em ingressar na carreira.

Faculdades de Enfermagem reconhecidas pelo MEC

O curso de Enfermagem pode ser encontrado em mais de 700 faculdades espalhadas pelo país. Isso dá uma ideia da popularidade da graduação. Ela ocupa o sexto lugar entre os cursos mais procurados do Brasil, com mais de 270 mil alunos matriculados atualmente.

Quem está considerando entrar no curso precisa saber que 85% faculdades estão na rede particular de ensino. Se a ideia é entrar em uma universidade pública, então é bom se preparar desde já. A concorrência é super alta, chegando a 46 candidatos por vaga.

Antes de escolher a faculdade onde quer estudar, verifique se ela tem reconhecimento e boa avaliação junto ao Ministério da Educação.

Para facilitar sua busca, separamos algumas faculdades bem avaliadas que oferecem o curso de Enfermagem por todo o Brasil.

Conheça:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

Universidade Estácio de Sá (UNESA) 

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 

Universidade de Franca (UNIFRAN) 

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais

Veja também:

Quanto custa estudar Enfermagem?

Está com planos de atuar como enfermeiro? Qual é o curso de sua escolha: o bacharelado, o técnico ou o de auxiliar? Conte para a gente aqui nos comentários!