Talvez você nem imagine, mas a carreira em Serviço Social está em plena transformação (e ascensão) no Brasil.

O trabalho do assistente social, que antes ficava concentrado na esfera pública, agora cresce também em empresas e indústrias de diferentes áreas de atuação.

Esses profissionais podem ser vistos, por exemplo, no departamento de Responsabilidade Social de uma grande mineradora, atuando com Recursos Humanos de uma indústria de cosméticos, ou até coordenando treinamentos corporativos em uma multinacional.

Essa diversificação só valoriza a carreira. Não é por acaso que Serviço Social está entre os dez cursos que mais abrem matrículas no país – anualmente, são mais de 60 mil!

Para quem está pensando em fazer essa graduação, uma pergunta não deve sair da cabeça: quanto tempo é necessário para se formar e começar a trabalhar na área para valer? Em quais formatos posso estudar? Quais são as melhores faculdades na área?

Conheça tudo isso a seguir!

Quanto tempo dura o curso de Serviço Social?

Por determinação do Ministério da Educação, o curso de Serviço Social deve ter duração mínima de 3.000 horas/aula.

Para cumprir essa carga são necessários pelo menos quatro anos de estudos.

Portanto, se você está a fim de trabalhar na área, prepare-se para encarar esse tempo de formação.

O estágio supervisionado obrigatório chega a ocupar até 20% desse total: 600 horas.

Quem tem pressa de entrar logo no mercado de trabalho pode pensar em fazer um curso a distância. A flexibilidade desse formato de ensino permite estudar no próprio tempo – o que, teoricamente, poderia reduzir o tempo de formação, certo?

Será que essa informação procede?

Vamos descobrir a seguir.

Quanto tempo dura o curso de Serviço Social a distância?

Com cerca de 100 mil alunos inscritos atualmente, o curso de Serviço Social a distância é um verdadeiro sucesso.

Nessa modalidade, o aluno faz quase toda a graduação de onde quiser, estudando no próprio ritmo e conciliando os estudos com outras atividades cotidianas.

Mas toda essa facilidade não significa que ele possa adiantar o tempo de formação. A determinação do MEC que estipula o mínimo de 3.000 horas para o curso vale para todos os formatos de estudos: presencial, semipresencial e a distância.

Isso significa que quem faz Serviço Social a distância terá que passar pelos mesmos quatro anos de estudos. Não tem jeito.

E tem mais: quem estuda nessa modalidade precisa reservar alguns poucos dias por semestre para participar de atividades presenciais nos polos de apoio da faculdade. No caso de Serviço Social, pelo menos 20% da carga horária deve ser utilizada para apresentação de trabalhos, realização de provas e participação em encontros.

O que eu devo saber sobre o curso de Serviço Social?

Dados do Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) revelam que existem cerca de 120 mil assistentes sociais em atividade no momento em todo o Brasil.

Esse número, somado aos mais de 160 mil estudantes matriculados atualmente, dá um ideia do mercado de trabalho que você vai encontrar mais para a frente.

O curso é fácil de ser encontrado, tanto presencialmente quanto a distância. Mais de 350 instituições por todo o país oferecem essa opção, com um detalhe: cerca de 82% das faculdades que têm Serviço Social pertencem à rede particular.

Durante os quatro anos de formação, os estudantes vão ter que cair de cara na leitura e se aprofundar em temas das Ciências Sociais, da Antropologia, do Direito, da Economia, da Política, da Psicologia e, claro, do próprio Serviço Social.

É um curso essencialmente teórico. A parte prática é realizada basicamente durante os estágios.

Um dos grandes objetivos do curso é preparar o profissional para atuar no amparo às pessoas que vivem socialmente marginalizadas, como crianças abandonadas, dependentes químicos, populações de rua, presidiários, prostitutas, pessoas em situação de extrema pobreza, refugiados, migrantes, etc.

Os estudos também preparam para atuar na concepção e formulação de políticas de assistência e a elaborar projetos para combater problemas sociais.

Como é o mercado de trabalho para quem se forma em Serviço Social?

O mercado está especialmente aberto a esses profissionais em regiões mais pobres do interior do País ou nas áreas periféricas das grandes cidades.

Boa parte dos empregos para assistentes sociais ainda pode ser encontrada em órgãos públicos de assistência e previdência social. Organizações não-governamentais e, mais recentemente, empresas e indústrias de diferentes portes, andam investindo nesses profissionais.

Hospitais também têm contratado muitos assistentes sociais. Lá, a função deles envolve atividades como a de amparar famílias de doentes graves ou de pessoas que perderam familiares.

A docência de nível superior também tem crescido bastante. Para atuar como professor universitário é preciso investir em pós-graduações. Mestrado e doutorado são essenciais.

Ah, não se espante se encontrar alguns profissionais da área dedicando-se ferozmente aos estudos para passar em algum concurso público. É lá que estão as carreiras mais estáveis.

Onde fazer o curso de Serviço Social?

Se o seu objetivo é entrar no curso de Serviço Social em uma universidade pública, prepare-se bem. A concorrência média nacional é de 21 candidatos por vaga. Mas em algumas instituições mais procuradas o número pode ser ainda maior.

O bom de Serviço Social é que a oferta é grande também na modalidade a distância – tanto que às vezes sobram vagas.

Independentemente da modalidade que você escolher, é preciso observar um detalhe importantíssimo: se a faculdade é reconhecida e bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC).

Essa informação é determinante para saber se o seu diploma será bem aceito no mercado de trabalho.

Se você está em busca de faculdades legais onde estudar Serviço Social, veio ao lugar certo. A gente fez uma lista com algumas instituições que oferecem o curso em diversas modalidades e, melhor, também contam com unidades e polos em boa parte do Brasil. Todas elas são reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC.

Confira:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 

Universidade Estácio de Sá (UNESA) 

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 

Universidade de Franca (UNIFRAN) 

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais

Veja também:

Qual é o salário de Serviço Social?

Vai prestar vestibular para Serviço Social? Conte para a gente aqui nos comentários!